• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

21 segredos sobre os verdadeiros Illuminati

POR Natália Pereira    EM História      08/01/18 às 16h10

Você provavelmente já ouviu falar sobre os Illuminati. Devido a sua grande repercussão e boatos a seu respeito, muitos acreditam que tudo não passou de uma fantasia, mas isso não é verdade. É claro que nem todas as histórias a seu respeito eram reais, mas o grupo realmente existiu. Apesar dos mitos que os circundam, existem muitas coisas interessantes a seu respeito que as pessoas deveriam saber. Principalmente que nem tudo relacionado a eles se tratava de uma enorme conspiração.

Um grupo originado na Alemanha no século 18 chamado Illuminati bávaro foi quem deu início a toda a superstição e repercussão que recebeu o nome. Eles não se mantiveram por muito tempo mas foi o bastante para criar as inúmeras teorias da conspiração a seu respeito. Para fazer com que entendam melhor quem foram essas pessoas e o que faziam é que montamos essa lista de fatos reais revelados a seu respeito.

1 - O nome Illuminati

Derivado do latim, o nome Illuminati significa "esclarecido", "iluminado". O forte significado carregado por seu nome e o amor pelo latim naquela época, e ainda hoje, fez com que muitos almejassem algo maior para ele. Atraindo muitos grupos fictícios e boatos a seu respeito.

2 - Surgimento

Se tratando da história real do grupo, os fatos geralmente são referentes aos Illuminati da Baviera ou Illuminati bávaro. Eles surgiram no dia 1 de maio de 1776 e eram uma sociedade secreta pertencente a era do Iluminismo.

3 - Motivação

Ao contrário do que a maioria imagina, as intenções motivadoras do grupo eram completamente nobres. Eles esperavam desfazer as superstições que circulavam na sociedade naquele período e se opor aos abusos de autoridades estatais. O que, juntamente com os conservadores da época, contribuiu para a sua má fama.

4 - O fundador

Adam Weishaupt foi o fundador do grupo iluminista. Ele era professor da conservadora Universidade de Ingolstadt, que se opunha a qualquer atitude liberal ou protestante. O que fez com que Adam resolvesse sair do lugar e montar a sua própria sociedade secreta para reunir pessoas que compartilhassem de seus ideais.

5 - Estrutura

O grupo Illuminati bávaro foi montado de acordo com a estrutura usada pela maçonaria. Seu fundador, Adam Weishaupt, não teria virado membro do grupo maçom devido seu alto custo. Fazendo com que ele criasse sua própria facção.

6 - Primeiro nome

Antes de aderirem o nome "Illuminati" eles eram chamados de Bund der Perfektibilisten - Pacto de Perfectibilidade. Ele não se manteve porque parecia estranho até mesmo para seus membros.

7 - Símbolo

O símbolo escolhido para o grupo, junto com quatro alunos universitários, foi a Coruja de Minerva, não o Olho Que Tudo Vê. Ela teria sido escolhida devida sua sabedoria e capacidade de enxergar no escuro.

8 - Apelidos

Para se manterem anônimos, de uma certa forma, seus membros recebiam apelidos. Adam, por exemplo, era chamado de Irmão Espártaco.

9 - Membros

Em sua curta existência, que durou cerca de 10 anos, o grupo registou uma média de 2.000 membros.

10 - Requisitos

Para ser um bom candidato e ter a possibilidade de se tornar um membro do grupo era preciso ser um cristão de boa índole. Pessoas que compartilhassem outras crenças como os judeus, pagãos e monges não eram aceitos. Assim como qualquer mulher ou alguém que já fizesse parte de outra sociedade secreta.

11 - Faixa

Aqueles que pretendessem se juntar ao grupo precisavam ter uma faixa etária de 18 a 30 anos. Além disso ainda deveriam ser membros de alto capital, maleáveis e com o intuito e disposição para aprender.

12 - Integração com outros grupos

Já que estava com dificuldade para manter seus membros fora de outros grupos, como a maçonaria, Adam acabou se rendendo também a eles. Em certo momento ele também se integrou ao grupo para descobrir maneiras de melhorar a própria estrutura dos Illuminati e aumentar a sua visibilidade na sociedade.

13 - Visibilidade

Para ajudar em sua visibilidade, o que era desejado por Adam Weishaupt, algumas atitudes tiveram que ser tomadas. É aí que entra Adolph Knigge. Ele era um escritor maçom alemão que se fascinou pelas ideias do grupo Illuminati e acabou se juntando a eles. Isso influenciou e muito em seu destaque.

14 - Níveis

Assim como em outros grupos secretos, como a maçonaria, os seus membros evoluíam dentro dos Illuminati através do progresso de suas notas. Eles recebiam mais materiais de acordo com seus níveis. Como a estrutura ainda não estava completamente montada, o seu fundador, Adam, teve que assumir que não ainda não havia material para os maiores níveis quando Adolph os alcançou.

15 - Expansão

Além da originária Bavieraas ligações do grupo com o catolicismo fizeram com que ele se espalhasse para outros lugares como Áustria, Varsóvia, Milão e Suíça.

16 - Conflitos internos

Algumas discordâncias entre os principais membros, Adam e Adolph, acabaram fazendo com que o grupo se dissolvesse. O seu fundador, Adam, era mais tolerante quanto as questões religiosas e ao misticismo que surgia em relação ao grupo. O que era completamente contrário aos pensamentos de Adolph e fez com que ele se retirasse da ordem algum tempo depois.

17 - Oposição a monarquia

Os pensamentos compartilhados pela ordem começaram a se espalhar, mesmo que o grupo não fosse muito grande. O fato de serem uma oposição contra a monarquia começou a ganhar destaque e o fato de alguns de seus membros fazerem parte do alto escalão social fez com que as desconfianças e o conflito começassem.

18 - Ambição

Com o tempo os próprios membros do grupo começaram a se tornar mais ambiciosos. Isso fez com que o desejo por membros importantes no grupo aumentasse e se tornasse quase que uma exigência. O fato fez com que a tensão em relação ao grupo aumentasse ainda mais.

19 - Proibição

Em 1784, o duque da Baviera proibiu qualquer sociedade secreta de se estabelecer no local. Começando uma caçada contra seus membros. Isso fez com que Adam fugisse de lá para se proteger.

20 - O Illuminati e a Revolução Francesa

No século XIX muitos começaram a alegar que a ordem Illuminati havia sobrevivido e contribuído com a Revolução Francesa. Essa teoria da conspiração se deve porque os ideais abordados pela Revolução Francesa eram bem similares aos do grupo Illuminati.

21 - Descendência

Muitas organizações posteriores ao fim do Illuminati bávaro começaram a afirmar uma descendência com o grupo. Outras teorias da conspiração também começaram a surgir carregando o seu nome, além da Revolução Francesa, como o assassinato de John Kennedy. Nenhuma dessas afirmações foi confirmada nem possuem evidências que as sustentem, mas isso não impediu que os boatos rolassem.

Sabia sobre esse lado do grupo Illuminati? Comenta aí o que achou!

Próxima Matéria
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+