Curiosidades

4 coisas estranhas que caíram do espaço

0

A estação espacial chinesa Tiangong 1 caiu no sul do oceano Pacífico em 2018. O mesmo aconteceu com a estação russa Mir, em 2001, e o laboratório americano Skylab, em 1979. Obviamente, os locais, que os objetos citados acima caíram, não foram os mesmos. O que nos interessa aqui é o fato de que, vez ou outra, somos surpreendidos por coisas que despencam do espaço.

Como o número de exemplos é grande, e alguns dos itens já fazem parte do conhecimento de nossos leitores, resolvemos fazer uma lista compilando apenas os objetos mais estranhos. E se você pensa que vamos citar aqui satélites, estágios vazios de foguetes ou laboratórios espaciais abandonados, errou feio. Confira agora, as surpresas oriundas do céu e tente não se surpreender.

1 – Meteoro verde brilhante

Em novembro deste ano, pesquisadores conseguiram gravar o momento exato de um meteoro verde brilhante sobrevoando a costa sul da Ilha da Tasmânia, na Austrália. O vídeo foi feito em um navio do CSIRO, órgão nacional de pesquisa científica da Austrália, que fazia observações sobre oceanografia a quase 100 km da costa do país. O meteoro, assim que ultrapassou a atmosfera terrestre, se desintegrou acima do Mar da Tasmânia.

“O meteoro cruzou o céu em frente à embarcação e então se desfez – foi incrível assistir à gravação e tivemos muita sorte de conseguir capturar tudo na transmissão ao vivo do navio”, disse John Hooper, um dos pesquisadores que estava a bordo do RV Investigator.

2 – Rocha espacial com as cores do arco-íris

Em abril de 2019, uma rocha espacial se rompeu após cruzar a atmosfera terrestre. Os fragmentos foram encontrados por moradores de alguns vilarejos da Costa Rica. De acordo com os pesquisadores, a rocha se constituiu em um estágio inicial de formação do Sistema Solar.

Por conter importantes componentes químicos e vestígios de poeira da nebulosa, os especialistas acreditam que os fragmentos podem revelar alguns mistérios sobre o surgimento da vida aqui na Terra.

Os meteoritos foram nomeados pelos cientistas de “Aguas Zarcas”. Os fragmentos, além disso, são considerados condritos carbonáceos, ou seja, meteoritos com alto teor de carbono.

3 – Explosão repentina de um protótipo da SpaceX

Com uma altura equivalente a de um prédio com 16 andares, o protótipo SN8, da SpaceX, explodiu no início deste mês ao pousar, durante teste realizado no condado de Cameron, no sul do Texas, nos Estados Unidos. De acordo com o portal Poder 360, o protótipo foi desenvolvido com o objetivo de ser enviado a Marte.

O motivo da explosão, segundo a SpaceX, foi a baixa pressão no tanque de combustível. Por conta disso, o protótipo tocou o solo com velocidade superior a que havia sido programada, resultando, assim, a explosão.

4 – Meteorito

Em janeiro de 2018, um meteoro que rompeu a atmosfera terrestre iluminou os céus de Ontário, Canadá, e do meio-oeste dos Estados Unidos. Alguns dos fragmentos de rochas espaciais que se desprenderam da rocha logo após cruzar a atmosfera foram encontrados por caçadores, próximos ao lago Strawberry, em Hamburgo, Michigan. O fenômeno foi monitorado por um radar meteorológico.

De acordo com os cientistas que analisaram o material, foram encontradas mais de 2.000 moléculas orgânicas que surgiram quando o nosso sistema solar estava em formação. Pra os pesquisadores, esses compostos podem ter semeado vida microbiana em nosso planeta.

Marvel revela herói responsável por unir a primeira equipe dos Vingadores

Matéria anterior

Afinal, as águas-vivas têm olhos?

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.