5 coisas que a Fox precisa fazer para criar bons filmes de X-Men

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      17/02/17 às 14h04

Além de os Vingadores, outro grupo muito popular na editora Marvel são os X-Men. Inclusive, podemos dizer que a equipe do Capitão América se popularizou com vontade somente depois dos lançamentos dos live action, diferente dos mutantes. Para os leitores de quadrinhos é normal conhecer ambos, porém, para o público em geral, os mais acostumados a acompanhar animações quando criança, o grupo de mutantes sempre foi mais conhecido.

Por isso, quando anunciaram a produção de um filme live action, todos os fãs enlouqueceram de felicidade e em 2000, quando nossos queridos mutantes finalmente chegaram aos cinemas, deram o que falar. Em grande parte, o longa teve uma boa recepção e faturou bem nas bilheterias, bem o suficiente para ganhar continuações. Mas tinha dois probleminhas, dois detalhes, a Marvel Studios ainda não existia e os direitos de X-Men estavam com a 20th Century Fox.

Desde então, já foram oito filmes dos mutantes (sem contar com Logan) e muitas opiniões divididas. O primeiro longa da franquia abriu caminho para o grupo nos cinemas, mas não muitos acreditam que a FOX não soube aproveitar a chance. O estúdio tomou muita liberdade criativa e, de certa forma, prejudicou a história original da turma.

Alguns dos graves problemas inclui cronologia totalmente fora de ordem, personagens importantes pouco explorados - isso quando não foram jogados para escanteio - e arcos de histórias que não representam bem os quadrinhos. Pensando nisso, a Fatos Nerd separou alguns passos que fariam a FOX finalmente acertar na adaptação dos mutantes.

1 - Esclarecer a cronologia

Primeiro item da lista precisa ser ordem cronológica. Algumas pessoas podem até achar que não faz tanta diferença assim ou que nos filmes é possível entender perfeitamente o que se passa, mas o caminho não é esse. O estúdio precisa entender que hoje os tempos mudaram, os quadrinhos ganharam mais leitores e, com isso, as cobranças são bem maiores. Os fãs não se importam com adaptações, no entanto, se importam muito em manter a casa em ordem.

Basicamente a bagunça começou em X-Men Origens: Wolverine, a agonia de ceder um filme solo ao personagem que mais se destacou nos filmes foi tanta que ela não parou para fazer uma análise histórica. O problema continuou com Primeira Classe, o suposto reboot e não parou mais. Wolverine: Imortal e Dias de um Futuro Esquecido são, cronologicamente falando, sem pé nem cabeça.

Para ela conquistar o público, seria bem interessante ela colocar o tempo em ordem.

2 - Investir em personagens importantes

Outro erro grave que o estúdio cometeu foi pegar grandes personagens e não se dar o trabalho de desenvolvê-los. Mutantes como Anjo, Fanático, Gambit e Vampira são alguns exemplos. Ou eles fizeram uma cameo (aquelas rápidas aparições), muitas vezes insignificantes, ou então não foram explorados de forma devida. Isso foi algo que deixou muitos fãs irritados, pois são personagens com uma ampla história e muito importantes para a própria narrativa dos X-Men.

3 - Aceite os quadrinhos

Goste ou não, os filmes de X-Men são (ao menos deveria ser) uma adaptação. Por isso, não existe material melhor do que o original para desenvolver este trabalho. Mas parece anos de reclamações não foram suficientes para fazer o estúdio entender. O universo dos mutantes é um dos mais ricos da editora Marvel; são inúmeros arcos, personagens e situações boas demais para serem deixadas assim de lado. Essa atitude por parte da FOX beira o desrespeito com os fãs.

Os filmes não foram bem adaptados, isso é fato. Podem até ter sido bons filmes, mas completamente separados do material de origem. Abraçar a mitologia de X-Men, não só seria o certo a fazer, mas com também atrairia mais espectadores, já que as histórias dos mutantes estão mais atuais que nunca.

4- Criar grandes acontecimentos

Os filmes da franquia X-Men, de certa forma, parecem independentes. Eles tem começo, meio e fim, como se todos os problemas se resolvessem em um só. Por exemplo, já tivemos dois filmes de Vingadores, todos eles com seus problemas centrais, no entanto, sabemos que os eventos desencadeados no dois primeiros levará a um maior ainda, é como se eles tivessem sido apenas a ponto do iceberg. E é isso que falta nos filmes dos mutantes. Em X-Men Confronto Final, a Fênix Negra fez sua estreia, mas convenhamos que seu arco não foi bem desenvolvido. Este é outro ponto fundamental para acertar.


São por esses e outros pontos que muitos fãs imploram para a 20th Century Fox simplesmente vender de volta a Marvel os direitos dos mutantes, pois sabem que na casa certa, a casa de origem, eles irão entregar ao público uma produção digna dos X-Men. É possível a FOX acertar sim com X-Men, no entanto, ela precisa ter mais vontade e respeito, tanto com o material de original quanto para os fãs.

Agora ela terá mais uma chance de fazer certo na TV, com a série live action Legion, produção também baseada no universo dos mutantes. Sabemos que quando o assunto é adaptação, não tem jeito, sempre haverá perdas, compilações e ajustes, no entanto, uma coisa é seguir esses passos, outra é se distanciar de tal ponto do material original até ele ficar irreconhecível.

O que acharam dos passos sugeridos? Concordam? Tirariam ou acrescentariam mais algum outro? Deixe nos comentários. Lembrando que nossa intenção não é de impor verdades, desrespeitar e nem ofender ninguém. Nosso intuito é apenas informar, instigar e entreter mentes curiosas.

Via   Comicbook  
Imagens Comicbook
Gabi Noronha
Khaleesi do horror, mantedora da zoeira e entusiasta da cultura pop! @gabinoronhaf

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+