5 produtos que foram criados por acidente

POR A redação    EM Ciência e Tecnologia      29/08/15 às 14h46

É difícil de acreditar que alguns dos produtos mais essenciais do nosso dia a dia foram criados por acaso. Se você já se perguntou como foram criados os cereais ou o primeiro microondas, vai ficar surpreso ao saber que, na verdade, seus inventores estavam a procura de algo bem diferente. Alguns dos brinquedos de crianças mais populares são simplesmente experimentos científicos que deram errado, ou algum deslize técnico.

O mundo empresarial está cheio de surpresas. Muitas vezes, o sucesso é o resultado de um golpe de sorte, e não de uma estratégia definida. Uma reviravolta do destino pode levar um empresario de colarinho azul a fundar uma das maiores empresas alimentícias do mundo, ou transformar um engenheiro naval em um próspero inventor de brinquedos.

Confira 5 destes produtos que foram criados por acidente. Alguns deles tão essenciais que você nem sequer conseguiria pensar em sua vida sem.

Viagra

Viagra

Viagra, a infame pílula azul usada para combater a disfunção erétil, foi concebida para tratar uma condição médica bem diferente. Em 1991, os químicos estavam desenvolvendo uma forma de combater doenças relacionadas ao coração.

A pílula acabou se tornando pouco eficiente neste ponto, no entanto um dos efeitos colaterais alterou por completo o objetivo do medicamento. E assim nasceu um medicamento inovador que reforçou a vida sexual de muita gente. Até hoje, o Viagra continua sendo um dos medicamentos mais vendidos do mundo.

Cereal

Cereal

Dr. John Harvey Kellogg era um Adventista do Sétimo Dia que seguia a dieta vegetariana que a religião exige. Ele também trabalhava em um sanatório de Michigan. Na procura de algo barato para se alimentar, bem como a fim de expandir sua limitada dieta de vegetais, Kellogg começou a experimentar várias ideias.  Após acidentalmente deixar um bocado de trigo cozido ficar rançoso, Kelogg e seu irmão tentaram revitalizá-lo rolando o trigo em massa. A tentativa foi inútil, mas eles se recusaram a jogar fora.

Eles provaram e, ao contrário do que esperavam, ficaram impressionados com o sabor. A popularidade dos flocos torrados logo pegou, e eles patentearam a receita. Em 1906, Will fundou a empresa Kellogg. John se recusou a entrar para a sociedade devido a decisão do irmão de usar açúcar na receita. Para um religioso como ele, o ingrediente era considerado um afrodisíaco perigoso.

Batata Chips

A criação do lanche mais viciante do mundo tem sua origem em um comedor difícil de agradar e um chef bem paciente. George Crum, de Saratoga Springs, Nova York, tinha um cliente bastante exigente, que sempre enviava suas batatas de volta, alegando que estavam muito encharcadas.

Crum decidiu cortar as batatas bem fininhas e fritou em óleo muito quente, polvilhando um pouco de sal em seguida. O cliente ficou satisfeito e, como se não bastasse, as "batatas de Saratoga" foi um sucesso imediato em toda Nova Inglaterra. Foi só uma questão de tempo até o produto se espalhar para todo o país.

Forno de Microondas

Micro

A ideia para um forno de microondas nasceu em 1945. Percy Spencer, um engenheiro contratado pela Raytheon, estava fazendo experimentos com algo chamado magnétron, um tubo de vácuo que emite microondas. Enquanto Percy estava trabalhando, ele notou que a barra de chocolate em seu bolso começou a derreter.

Curioso para ver como outros produtos reagiriam, o engenheiro tentou o experimento com milho. Quando as pipocas estouraram, Percy sabia que estava diante de algo. A Raytheon construiu o primeiro forno microondas dois anos depois.

Slinky (mola)

mola

O Slinky (aquela mola para crianças) é um dos brinquedos mais bobos (e estranhamente divertido) jamais inventados. Olhando assim, nem parece que ele foi concebido de um estudo muito sério. Em 1943, um engenheiro naval chamado Richard James estava determinado a criar uma mola que fosse capaz de estabilizar equipamentos de apoio em navios de guerra navais. Enquanto ele estava trabalhando, uma das molas caiu no chão. Richard observou enquanto ela continuava a saltar de um lado para o outro, e teve a ideia de criar um brinquedo.

Levou um ano para ele encontrar a combinação certa de fios e tensões que fosse capaz de levar a mola a descer as escadas. A esposa de James foi quem deu a ideia de batizar o brinquedo de Slinky. Em 1945, o engenheiro vendeu 400 exemplares durante uma feira (por um dólar cada um) em 90 minutos. Até o fim do ano, ele vendeu 20.000 unidades. Ao longo de dois anos após a inauguração de sua montada, 100 milhões de exemplares foram vendidos.

Fonte: The Richest

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+