5 teorias malucas sobre desenhos da nossa infância

POR Lucas Franco    EM Creepypasta      22/09/15 às 18h14

Enquanto existirem coisas no mundo para se questionar, teorias da conspiração serão criadas. Com o advento da Internet, os téoricos inundaram a web com todo o tipo de história, de crenças forçadas a observações altamente pesquisadas. Como não poderia deixar de ser, talvez para arruinar a infância das pessoas, quase todos os desenhos animados da década de 90 foram profundamente analisados e convertidos em bizarras teorias.

Não é preciso procurar muito para encontrar estas teorias por aí. Já adianto que algumas delas são completamente infundadas e ridículas, enquanto outras são realmente preocupantes; algumas tão bem fundamentadas que vai fazer você erguer a sobrancelha e dizer "Hm, eu deveria ter pensado nisto". Esta é uma compilação das 5 teorias da conspiração mais bizarras, perturbadoras, terríveis e interessantes sobre os desenhos animados da sua infância.

A Teoria de Lugar Nenhum

Coragem

Como muitas crianças que cresceu nos anos dois mil, Coragem, o Cão Covarde foi um desenho assustador para mim também. O tempo passou, minha percepção das coisas se tornou mais avançada, e o desenho continua medonho. Apesar de viver no "Meio de Lugar Nenhum" com seus donos Eustáquio e Muriel, o cãozinho Coragem recebe todo o tipo de visita, de piratas a alienígenas. Você já conhece a história: Coragem é o encarregado de defender seus donos, mesmo que, para isto, tenha que desafiar sua covardia. Parece bem simples, certo? Uma teoria encontrada no Reddit, no entanto, nós da uma abordagem muito mais fundamentada para o show.

De acordo com a teoria, Coragem é um cão normal, vivendo em uma fazenda normal. Ele pensa que fica no meio do nada porque seus proprietários são muitos velhos para andar com ele, de forma que ele não sabe nada do que existe para lá da propriedade. Isso explicaria porque os proprietários sempre parecem despreocupados: eles estariam apenas observando o cachorro dando voltas por aí, imaginando coisas

Por exemplo, em determinado episódio, Muriel é raptada por um abutre gigante. Depois é revelado que ela estava apenas vigiando os filhos do animal, enquanto a mãe estava fora. A conclusão é que Muriel estava simplesmente trabalhando como babá, mas a mente de Coragem imaginou algo bem diferente.

Teoria da Imaginação Vívida

Dexter

O Laboratório de Dexter foi o orgulho de toda criança geek que já sonhou em ser um cientista, engenheiro ou simplesmente um gênio. Se você não assistia, Dexter tinha um imenso laboratório sob sua casa, além de recursos ilimitados para mexer com ele. Parecia bem fantástico, até surgir uma teoria que sugere que Dexter sofre da síndrome de Asperger. E ela até que faz sentido.

Dexter nunca deixa seu "laboratório"; ele é socialmente desajeitado e parece que sofre de TOC. Nem o sotaque do personagem ficou fora da teoria. É dito que muitas pessoas com a síndrome tem uma dicção diferente, uma vez que pronunciam as palavras assim que as escutam, e o sotaque do pequeno gênio é um pouco característico. Quando vemos o desenho dos olhos de Dexter, tudo se torna ainda mais claro.

Além disto, ele tem dificuldade de empatia com os outros: ele acredita que sua irmã é uma grande idiota, sua mãe é mal-humorada e seu pai é um palhaço. A rivalidade com Mandark se explica pelo fato de que ele é igualmente semelhante, com problemas sociais semelhantes, e Dexter precisa provar que é o mais inteligente dos dois.

Teoria da pós-depressão e uso de drogas

Salsicha

Todo mundo já ouviu falar sobre a teoria do uso de drogas em Scooby-Doo. Basicamente, Salsicha é um drogado que fica chapado na Máquina do Mistério junto com o seu cão, que ele acredita que pode falar. A teoria afirma ainda que os biscoitos Scooby são tão bons porque são feitos com maconha. Quando os dois estão sozinhos na van, há sempre uma suspeita coluna de fumaça por cima. Claro, pode ser apenas uma brincadeira dos criadores com a aparência de Salsicha, mas é algo interessante para se pensar.

Outra teoria, no entanto, é muito mais ameaçadora, rebuscada e igualmente interessante. A teoria é que o Scooby-Doo original se passa depois de uma depressão econômica terrível. Esta é a razão pela qual todas as casas são pobres e, muitas delas, abandonadas. A depressão também explicaria porque pessoas outrora respeitáveis na sociedade - como professores, celebridades e médicos - decidiram seguir uma vida de crime. Eles estão vivendo tempos difíceis, como todo mundo, e por isso se disfarçam de monstros para esconder sua vergonha, além de poder colocar a culpa de seus crimes nos outros. Não me olhe assim, é apenas uma teoria.

Teoria do Teste Nuclear

Bob

A premissa básica de Bob Esponja já é bizarra o suficiente: uma esponja do mar que fala e vive em um abacaxi no fundo do mar interage com uma combinação bizarra de criaturas do mar. De acordo com uma teoria do Reddit, no entanto, este inocente desenho animado é, na verdade, um lembrete dos perigos nucleares.

E a teoria até que faz sentido! Em 1946, o governo dos Estados Unidos testou uma bomba atômica em um lugar real, debaixo d'água, chamado Bikini Atoll. Bob Esponja e seus amigos vivem em um lugar chamado Bikini Bottom (Fenda do Biquíni, na tradução oficial). A radiação resultante da bomba transformou os animais marinhos em criaturas sencientes, com emoções e sentimentos humanos.

A teoria em que todo mundo está morto

Rugrats

Já vai se preparando. Esta é, muito provavelmente, a teoria mais preocupante nesta lista. Você se lembra de Rugrats, os Anjinhos? Pois é, de acordo com esta famosa teoria da internet, todos os bebês são, na verdade, fruto da imaginação de Angélica, já que estão todos mortos. Calma. Antes de fechar a página, veja os detalhes!

Chuckie morreu há muito tempo atrás, junto com sua mãe, por isto Chaz está sempre tão ansioso e neurótico. Tommy foi um natimorto, razão pela qual Stu muitas vezes vai para o porão: para fazer brinquedos para uma criança que nunca teve. Os Deville tiveram um aborto, e Angélica não sabia se seria um menino ou uma menina - por isto ela criou os gêmeos Phil e Lil. Como os bebês eram todos parte da imaginação de Angélica, isto explica porque ela é a única pessoa que pode falar tanto com os bebês quanto com os adultos.

Lucas Franco
O cara que gosta do Batman! @heymac14

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+