5 utilidades que o sêmen humano tem e quase ninguém sabe

POR Fatos Desconhecidos (Acervo)    EM Ciência e Tecnologia      26/08/15 às 19h03

O esperma humano é um fluído orgânico formado por duas fontes básicas: espermatozoides e plasma seminal. Antigamente, ele era utilizado apenas para reprodução, mas agora ele pode ter outras funções que você sequer imagina.

Isso porque, como ele é constituído basicamente por proteínas, algumas pessoas acabaram encontrado outros usos para ele, digamos, bem curiosos.

Como é o caso da indústria de cosméticos, por exemplo, um creme feito à base de esperma já foi desenvolvido e é usado por muitas pessoas.

Mas não para por aí, a substância é usada para vários outros fins, mais até do que você imagina. Abaixo você pode conferir alguns desses usos inusitados.

1.Suavizante para a pele

creme

De acordo com pesquisas divulgadas recentemente, o esperma possui um antioxidante conhecido como espermina, que seria capaz de diminuir rugas e suavizar a pele.

Uma empresa norueguesa chamada Bioforskning utilizou o componente para fabricação de um creme facial, que já está sendo comercializado.

2. Ingrediente culinário

esperma

Pode parecer estranho, mas o esperma humano tem sido utilizado no preparo de comidas e bebidas. Receitas usando esse inusitado ingrediente chegaram a ser publicadas no livro de culinária Natural Harvest, escrito por Fotie Photenhauer.

3. Pigmento

obr

O artista plástico alemão Martin Von Ostrowski, conhecido por utilizar fluídos corporais em suas obras, usou o próprio sêmen como pigmento em suas pinturas em 2008. Os quadros foram expostos em um museu em Berlim no mesmo ano.

4. Tinta invisível

tinta

Agentes secretos britânicos usaram esperma como tinta durante a Primeira Guerra Mundial para enviar mensagens secretas durante o conflito.

Como o sêmen não reagia aos métodos de detecção de tinta que eram utilizados, ele acabava sendo realmente eficaz. Além disso, ele era um material que poderia ser conseguido facilmente pelos agentes.

5. Controle de ovulação

cérebro

De acordo com uma pesquisa realizada na Universidade de Saskatchwan, uma proteína presente no esperma é capaz de incidir diretamente em uma zona do cérebro feminino responsável pela ovulação. Dessa maneira, seria possível controlar a ovulação usando essa propriedade dela.

Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+