7 animais mais perigosos que você pode encontrar na praia

POR Isabela Ferreira    EM Mundo Animal      15/05/18 às 18h36

Muita gente por aí adora curtir uma boa praia, principalmente naqueles dias em que o sol parece nos torturar. Sentir o calor da areia nos pés e a brisa leve que vem do mar pode ser uma das melhores sensações do mundo. No entanto, por ser um momento de relaxar e esquecer dos problemas, as pessoas também costumam se esquecer que esse tipo de ambiente pode estar cercado por animais um tanto perigosos.

Eles estão lá, bem escondidos em meio a toda a beleza dos mares que cercam nossas praias. Portanto, esteja sempre em estado de alerta quando for se divertir pelas areias e águas de nosso litoral. Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 7 animais mais perigosos que você pode encontrar na praia. Dá uma olhada!

1 - Água viva

As águas vivas são criaturas gelatinosas que nem sempre os banhistas e mergulhadores conseguem ver. Uma boa parte das que são encontradas no Brasil são pequenas e aparentemente inofensivas, mas ainda assim, é bom tomar muito cuidado. Sus tentáculos possuem reservas de substâncias que para nós causam efeitos  urticantes.

Ao entrar em contato com um desses animais, é possível ter diversas reações. Desde pequenas irritações sobre a pele, até lesões mais violentas que podem desencadear necroses. De forma geral, ter contato com um deles não costuma ser fatal, principalmente quando falamos da classe Scyphozoa. Mas a história pode mudar completamente caso você seja vulnerável à peçonha. Fica o alerta!

2 - Ouriço-do-mar

Com um formato esférico e cheio de espinhos, estes animais estão presentes por todo o litoral de nosso país. Por habitar rochas, areia e até mesmo as águas mais rasas, está entre os maiores responsáveis por acidentes nas praias. Se você pisar em um deles por exemplo, será acometido de uma grande dor, uma vez que o ouriço-do-mar libera os espinhos que perfuram profundamente sua pele.

Alguns deles apresentam veneno, portanto, ao ser atingido, retire imediatamente os espinhos e faça compressas quentes. Assim você poderá dar uma amenizada na dor. Em seguida, procure por um auxílio medico para evitar complicações.

3 - Caravela-portuguesa

Estes animais costumam flutuar pelas águas do mar, mas também podem aparecer pela areia, representando um dos maiores riscos para os banhistas. Com o corpo de aspecto gelatinoso, pode ter cores variadas, sendo o mais comum lilás ou roxo. Seus tentáculos grudam na pele humana e contem substâncias que podem provocar lesões graves. Nos casos mais graves, a pessoa ainda pode apresentar vômitos, convulsões e até arritmia cardíaca.

4 - Bagre

Este é o animal que mais provoca acidentes pelas praias de nosso país. Além do fato de ser encontrado aos montes, ainda prefere nadas pelas águas rasas, exatamente no local onde os banhistas se encontram. Se você observar, perceberá que o peixe possui barbilhões em volta de sua boca e ainda três espinhos que são serrilhados em seu corpo. Caso você tenha contato direto com um destes, é possível que sinta dores até seis horas após o ocorrido e necroses podem surgir caso não haja tratamento rápido e adequado.

5 - Arraias

Embora não sejam encontrados de forma tão fácil pelas praias brasileiras por exemplo, estes animais ainda são responsáveis por alguns acidentes envolvendo banhistas. O principal perigo está presente no ferrão que a arraia carrega. Após o contato, a vítima pode sentir intensas dores por até duas horas, que podem vir acompanhadas de vômitos, agitação e taquicardia. Nos casos mais graves, a pessoa ainda pode morrer. Dependendo da região de seu corpo que for atingida, a morte pode acontecer de forma instantânea.

6 - Tubarão-tigre

Embora acidentes com tubarões sejam menos comuns, eles ainda acontecem. Normalmente, os locais onde tem maiores incidências são proibidos para banhistas, mas estes animais ainda podem fazer algumas surpresas desagradáveis em praias aleatórias. Habitam locais tropicais e subtropicais, podendo ser encontrados com maior facilidade pelo nordeste brasileiro.

Seus dentes possuem um formato triangular, que se parece muito com um cortador de lata, permitindo que serrem praticamente tudo que queiram devorar, desde carne até ossos. É um animal bastante agressivo e infelizmente, escapar vivo de um ataque destes é algo extremamente difícil.

7 - Microrganismos

Certo, eles não são bem animais, mas é bem mais provável que você seja atacado por eles do que por algo que tenha tentáculos e ferrão. Algumas bactérias, vírus e parasitas são plenamente capazes de sobreviverem em ambientes quentes e salgados.

Portanto, evite ao máximo nadar nas águas de uma praia caso você tenha alguma ferida mais exposta e após colocar as mãos na areia, não se alimente sem antes lavar as mãos. Esses microrganismos, quando estão em seu organismo, podem provocar diversas problemas estomacais e até mesmo infecções mais graves que, eventualmente, podem levar à morte.

E então pessoal, o que acharam? Já sabiam da periculosidade desses animais em uma praia? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+