7 características geológicas mais antigas do planeta

POR Mateus Graff    EM Natureza      07/05/18 às 16h55

O mudo em que vivemos, caros leitores, está em constante mudança, mas nós não ficamos muito tempo aqui para perceber tais mudanças. Estamos falando de coisas de milhões de anos que, se formos para para pensar a quanto tempo esse mundo existe, quando falamos de milhões de anos estamos nos referido a pouco tempo de existência da Terra, concordam? Pois bem, vocês sabem quais são as estruturas geológicas mais antigas do mundo?

Tendo em mente que várias estruturas geológicas estão por aqui há bastante tempo, resolvemos fazer uma lista de lugares muito antigos e que pouca gente conhece. Então, confiram agora a nossa lista com as 7 caraterísticas geológicas mais antigas da Terra:

1 - A superfície de 1,8 milhões de anos

Em Israel existe uma extensão de deserto que continua do mesmo jeito há quase 2 milhões de anos. O local confirmou suspeitas científicas de que se uma área continua seca, plana e não sofrer com nenhuma atividade climática e geológica, ela pode ser preservada por milhões de anos. Essa superfície em Israel é a superfície mais antiga do mundo, com 1,8 milhões de anos. A segunda superfície mais velha do mundo é um local parecido com esse, só que em Nevada, Estados Unidos.

2 - O gelo com 15 milhões de anos

Olhando assim por foto, nem parece que os cales secos da Antártida tem gelo. Essa paisagem é repleta de rochas estéreis e um cobertor de poeira, Porém, embaixo de tudo isso, caros amigos, existe uma parte da Terra que está congelado a incríveis 15 milhões de anos.

O curioso é que existem muitos mistérios envolvendo tal gelo. Nos últimos tempos os valeis que antes eram estáveis e inalterados começaram a descongelar. Uma das geleiras do Vale Garwood, uma relíquia da Idade do Gelo com pelo menos 7 mil anos de idade, por exemplo, já perdeu grandes quantidades de gelo e parece que não vai parar.

3 - Um deserto de 55 milhões de anos

Estamos falando do deserto de Namibe, na África. Esse é oficialmente o deserto mais velho do planeta. O local é a 'casa' de círculos misteriosos e da planta de Welwitschia, sendo que algumas das plantas no local possuem 2.500 anos. O lugar é completamente seco quando falamos de água superficial e está seco há mais ou menos 55 milhões de anos. O deserto teve origem na divisão continental de Gondwana, que ocorreu há 145 milhões de anos. Loucura, não!?

4 - Recife mais antigo do mundo criado por animais

Com cerca de 7 km, o recife mais velho do mundo fica localizado na África. Estima-se que esse recife, caros leitores, tem 548 milhões de anos. Provavelmente quem construiu esse recife foram as primeiras criaturas a terem esqueletos, os cloudinidaes.

Esses animais produziam uma espécie de cimento a partir de carbono de cálcio, assim como os corais fazem hoje em dia. Mesmo que se sabe pouco sobre eles, pensa-se que eles se agrupavam por segurança. Fósseis de Cloudina encontrados na China tinham sofrido algo que parecia ser um ataque de predador.

5 - O Monte Roraima com seus 2 bilhões de anos

O Monte Roraima foi encontrado em 1596, quando Sir Walter Raleigh viajava pela Guiana em busca da mítica cidade de El Dorado. Para quem não sabe, esse é uma das mais antigas formações geológicas presente nesse mundo. Três países fazem fronteira com essa rocha imensa: Venezuela, Brasil e Guiana. O mais lindo do lugar e quando a chuva cai, a água flui para fora do planalto e cachoeiras nascem. A visão desse monte inspirou Sir Arthur Conan Doyle a escrever "O Mundo Perdido".

6 - Placas tectônicas mais antigas da Terra

Para quem não sabe, a camada externa da Terra consiste em placas tectônicas travando uma nas outras. Pois é na Groenlândia que existe a evidência mais antiga desse fenômeno, que era datada em 2,5 bilhões de anos. Mas uma equipe que procurava por sinais primordiais de vida ente a lava determinou que as placas se originaram quando o fundo do mar se expandiu como um círculo crescente há cerca de 3,8 bilhões de anos. Essas rochas representam as primeiras evidências físicas da Terra se moldando.

7 - Uma cratera de impacto de 3 bilhões de anos

Vamos continuar na Groenlândia para falar da cratera de impacto mais antiga do mundo, com cerca de 3 bilhões de anos. Um meteorito pode ter varrido um pedalo da grande Groenlândia e se isso for comprovado, vai roubar o posto do atual campeão, a cratera Vredefort de 2 bilhões de anos na África do Sul.

Medindo originalmente algo próximo a 500 quilômetros de diâmetro, a evidência do impacto é forte devido a presença de rochas quebradas e ortoclásio derretido. Existe também a prova de que a água do mar correu para a cratera fresca, ferveu e alterou a química da região.

E aí, já conheciam as características geológicas mais antigas do planeta? Comentem!

Via   List Verse  
Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+