7 cidades mundialmente famosas que foram construídas graças a escravidão

POR Diogo Quiareli    EM História      04/04/18 às 19h51

A escravidão é algo que marcou todo o passado da humanidade. Diversos negros foram usados como servos para os mais diversos serviços em várias partes do mundo. Eram tratados até como animais de estimação de seus donos, que costumavam comprá-los. Tudo deu um salto quando no dia 13 de maio de 1888, a princesa Isabel assinou a Lei Áurea. Esta teve como função libertar os escravos no Brasil. Como eram utilizados em serviços braçais, os escravos são os responsáveis pela construção de várias cidades no Brasil. Mais do que isso, eles foram os principais envolvidos em cidades mundialmente famosas e nós jamais imaginamos isso.

Pensando um pouco sobre o assunto, a redação da Fatos Desconhecidos resolveu trazer essa matéria. Descobrimos cidades turísticas conhecidas no mundo inteiro que foram construídas por escravos e você provavelmente não imaginava.

1 - Havana (Cuba)

Cuba se beneficiou muito com o regime de escravos. A capital cubana foi construída graças aos serviços deles. Praticamente Havana inteira foi construída por africanos escravizados. Algumas áreas ainda estão frequentemente ligadas a eles de maneira horrível. A grande Praça Velha foi construída como um mercado de escravos na ilha.

2 - Nova Orleans (Estados Unidos)

Diversas cidades americanas foram construídas pelos escravos. Nova Orleans está entre elas e ainda destaca-se por causa das histórias de tráfico escravo. Apesar de ser algo geralmente escondido, em Nova Orleans as pessoas podiam comprar escravos nos distritos comerciais e até mesmo em saguões de hotéis. No entanto, muitos não se lembram desse passado sombrio quando visitam Nova Orleans. Isso também se dá pela falta de monumentos que retratem essa imagem.

3 - Praga (República Checa)

A capital da República Checa tem sido um importante centro de arte e talento há vários anos. No entanto, isso não foi construído da noite pro dia e existe um passado sombrio por trás do lugar. A cidade foi construída graças aos serviços escravos. No entanto, não é do "tradicional" escravismo africano que estamos falando. Esse tráfico envolvia ricos europeus brancos que vendiam seus conterrâneos pobres. A realeza empreendedora vendia outros europeus para a escravidão e esses eram usados para criar cidades medievais e gloriosas, como Praga.

4 - Cidade do México (México)

Uma das maiores cidades do mundo está parcialmente sobre os restos de Tenochtitlan, a grande metrópole asteca obliterada em 1521. Enquanto Hernan Cortes nivelava a cidade, ele permitia que a população vivesse nela. No entanto, era uma forma de escravizar todos e forçar que reconstruíssem a cidade em estilo europeu. A cidade foi basicamente construída graças aos serviços de escravos no passado.

5 - Veneza (Itália)

Enquanto ricos de partes da Europa vendiam seus conterrâneos para a escravidão, em algumas partes da Itália as pessoas estavam fazendo um enorme comércio vendendo muçulmanos à escravidão. O Porto de Veneza era o marco zero para a chegada de tártaros escravizados e muçulmanos balcânicos, todos destinados a servirem como escravos na Itália. Nem mesmo os cristãos estavam seguros, visto que alguns eram escravizados. Os comerciantes ganharam até 150% de lucro em cima da escravidão, o que contribuiu para a formação da cidade atual.

6 - Rio de Janeiro (Brasil)

O Brasil é o país que possui maior proporção de pessoas com ascendência africana fora da África. Isso porque os portugueses eram loucos pela escravização. Durante o auge do comércio de escravos, mais de quatro milhões de pessoas foram compradas para o Brasil, principalmente partindo da Angola. Entre 1811 e 1888, cerca de um milhão de africanos foram vendidos nas terras brasileiras, causando um boom econômico e uma grande miséria. Grandes cidades como o Rio de Janeiro foram construídas a partir do serviço deles.

7 - Cádis (Espanha)

Assim como no Estados Unidos, a escravidão ocorreu principalmente no sul da Espanha. Um dos portos mais importantes para o comércio de escravos era na cidade de Cádis. Era um ponto de partida ou chegada ideal para os navios que transitavam entre a Europa e a África. A cidade oferece muita beleza arquitetônica, misturando influências católicas e mouriscas. No entanto, o lugar já foi lar de bastante sofrimento humano. Os escravos foram os principais responsáveis pelo crescimento da cidade e para que ela chegasse ao que é hoje.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Via   G1     Top Tenz  
Imagens Rio Fan
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+