Curiosidades

7 coisas normais no Brasil, mas que são proibidas em outros países

0

Viajar é uma coisa boa e a maioria das pessoas gosta. Conhecer outros lugares, outras culturas, ver como as pessoas veem o mundo e como se comportam. Basicamente, é uma experiência enriquecedora. Sair do seu país ou visitar outros lugares, é uma das coisas em que você gasta dinheiro e fica mais rico. Ao menos, culturalmente.

E não importa como, seja sozinho ou acompanhado, as pessoas gostam de viajar. No entanto, é sempre bom ficar atento às leis dos lugares para onde você estiver indo. Até porque, cada país tem sua lei e o que é ou não permitido. E algumas coisas que para nós são banais, em outros lugares podem ser motivo de multa ou até mesmo chegar a ser um ato criminoso. Mostramos aqui coisas que no Brasil são comuns, mas que são proibidas em outros lugares do mundo.

1 – Pegar conchinhas

Para nós, ir à praia e pegar conchinhas na areia é uma coisa comum, ainda mais quando somos crianças. Mas nas praias da ilha da Sardenha, na Itália, existe uma lei que proíbe pegar as conchas da areia.

A lei existe desde 2017, e quem for pego em flagrante pode ser obrigado a pagar multa de mais de três mil reais. A lei existe porque, segundo autoridades locais, tem pessoas que colocam esse tipo de “lembrancinha” à venda na internet e acaba alimentando um mercado ilegal.

2 – Danificar ou rasgar dinheiro

Uma das coisas mais comuns de encontrarmos aqui no Brasil são notas rasgadas, escritas, desenhadas, ou danificadas de algum jeito. Para nós isso não é nada de mais. Já na Turquia, se alguém danificar, desfigurar ou rasgar a moeda local isso é considerado um crime. E quem fizer isso pode ser sentenciado à seis meses de prisão.

3 – Filmes sobre viagem no tempo

Não é incomum de se ver censura ao redor do mundo. Até mesmo no Brasil já sofremos com ela. E na China, o governo proibiu a distribuição de filmes que abordem viagens no tempo. De acordo com o governo do país, esse tipo de filme distorce a realidade e promove feudalismo, superstição, fatalismo e reencarnação.

4 – Fazer xixi no mar

Quem nunca usou o mar para fazer xixi não é mesmo? Nas praias brasileiras isso pode acontecer com frequência, mas em Portugal o “uso” do oceano como banheiro é proibido. E quem descumprir essa regra pode ser preso. Contudo, convenhamos que fiscalizar esse tipo de delito é uma coisa praticamente impossível.

5 – Beijar nas estações de trem

Demonstrar afeto em público, principalmente beijar outra pessoa, é uma coisa que nós brasileiros fazemos muito, mas que em outros países não é tão comum. E em alguns lugares é proibido, como por exemplo, em determinadas regiões da França e da Inglaterra onde é proibido a troca de beijos nas estações de trem.

Essa proibição não é algo moral. Mas sim porque as autoridades alegam que esses carinhos entre as pessoas costumam causar atrasos nas viagens dos trens.

6 – Mascar chiclete

Muita gente tem o hábito de mascar chiclete, ou então coloca um na boca naqueles dias mais corridos onde não se tem tempo nem de escovar os dentes depois do almoço. Contudo, em Singapura, a venda e o consumo de chiclete foi proibido nos anos 1990.

O objetivo dessa proibição foi para melhorar a limpeza do país asiático. E hoje em dia, é possível comprar em farmácias chicletes sem açúcar e de nicotina.

7 – Pessoas doentes não pegam taxi

Estar doente já não é uma coisa boa. Agora, se você está doente na Inglaterra as coisas podem ser muito piores. Isso porque desde meados dos anos 1980 é ilegal que uma pessoa doente peça um taxi.

O passageiro é obrigado a dizer ao motorista sobre a sua condição. E apenas o motorista pode decidir se ele prestará ou não o serviço para aquele possível passageiro.

Esse polvo de vidro é uma visão incrível e rara do Pacífico profundo

Matéria anterior

7 benefícios de não usar sutiã

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Você também pode gostar