• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas que já estamos cansados de ver nos trailers

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      14/02/19 às 14h47

O trailer tem por finalidade despertar o interesse das pessoas em assistir ao filme. Para tanto, ele precisa ser bem estudado e, principalmente, trabalhado. Normalmente, os estúdios terceirizam o serviço, ou seja, eles contratam uma empresa especializada no trabalho. O processo mais importante na criação dos trailers é a edição, pois é a justaposição das imagens que acabará por convencer um potencial espectador a realmente ver o filme. Esse é o principal objetivo do vídeo.

Os trailers fazem parte da campanha de marketing de qualquer filme. As pessoas gostam e cobram por ele. Existem tendências, mas não padrão e normas para esse tipo de vídeo. Mesmo assim, os trailers caíram numa enorme sequência de clichês nos últimos anos. Pensando nisso, selecionamos alguns elementos que não aguentamos mais ver nesses vídeos.

1 - Frases de exaltação da crítica

Sabemos que, de modo geral, as críticas importam. Não à toa, as análises continuam firmes e fortes até hoje. Os estúdios, além de procurar pelo dinheiro do público, também gostam da aprovação da crítica. Isso, claro, falando do cenário de forma ampla. "bvio que existem casos e casos. Dito isso, é simplesmente um horror assistir a determinado trailer e encontrar diversas frases retiradas de críticas. Algumas vezes, eles nem se dão o trabalho de selecionar frases e colocam apenas palavras únicas mesmo. "Esplêndido", "Encantador", "Ousado", "Fulano em sua maior performance". Sério?!

2 - A cena pós-título

Difícil falar ao certo quando o costume começou, mas de qualquer forma, as empresas parecem ter gostado. Repare como em vários trailers, logo depois que o título do filme aparece, tem uma cena em seguida. Normalmente, ela vem com a intenção de impactar o espectador. A seleção depende do gênero do longa. Se for comédia, precisa ser a cena mais engraçada do vídeo. No caso de aventura, um momento de alto risco, e assim por diante. Bem batido!

3 - A quebra do ritmo

Outro péssimo hábito que as empresas adquiriram ao montar o trailer é quebrar o ritmo do mesmo. Por exemplo, se o filme é classificado como de ação, o mínimo que se espera do vídeo é que contenha, bem, algumas ações. O problema, contudo, está no costume de, entre uma explosão aqui e perseguição ali, colocar uma cena de comédia. Ou seja, os trailers agora tendem a acrescentar cenas fora de contexto na montagem, as quais quebram o ritmo do vídeo. São postas de forma aleatória com finalidade desconhecida.

4 - Cenas exclusivas do trailer

Tudo bem, sabemos que marketing é tudo e que o estúdio precisa chamar atenção de todas as formas possível. Mas convenhamos, é muito frustrante se empolgar com determinada cena no trailer e ela simplesmente não aparecer no filme. Um grande exemplo recente foi o que aconteceu com Vingadores: Guerra Infinita. No primeiro trailer, Capitão América lidera os heróis em Wakanda e todos eles aparecem correndo, detalhe para Hulk no fundo. Porém, como bem visto, Hulk se ausenta da batalha no reino.

5 - A prévia do trailer dentro do trailer

Sem dúvidas, essa é uma das técnicas mais chatas da atualidade. Ao dar play no vídeo, os primeiros segundos de reprodução nada mais são do que cenas aleatórias e extremamente rápidas do próprio trailer. Isso acontece porque boa parte dos espectadores estão assistindo pelo celular, em redes sociais. Sendo assim, os primeiros segundos precisam captar a atenção do espectador. Além disso, estes trailers são usados como propaganda no Youtube (aquelas que aparecem antes de outros vídeos), e a maioria esmagadora das pessoas pula o anúncio após 3 segundos. Se o trailer começar com uma cena extremamente boa e rápida, as chances do usuário assistir até o fim são maiores.

6 - Músicas famosas

Já fazem alguns anos, que os trailers começaram a utilizar músicas famosas, ou ao menos covers delas. Um dos grandes influenciadores dessa nova onda foi David Fincher, com o trailer de A Rede Social, em 2010. Desde então, a quantidade de trailers que utilizam músicas, em especial pop e rock para chamar atenção da audiência, cresceu consideravelmente. Quem não se lembra do primeiro trailer de Esquadrão Suicida?!

7 - Mostrar mais do que deve

É assustador como as empresas parecem ter esquecido de como fazer trailer. Pior ainda, parecem ter esquecido do principal objetivo desse tipo de vídeo. Sendo assim, o que mais temos nos últimos anos são trailers que mostram, basicamente, toda a trama do filme. Começo, meio e o possível fim. Ninguém gosta disso. A pessoa, que seria um potencial espectador, perde o interesse pela obra porque não vê mais motivos para assistir a história do filme. Infelizmente, esse costume tem durado mais que o necessário. Contudo, aos poucos, as empresas parecem entender que menos, algumas vezes, é mais.

Próxima Matéria
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+