Entretenimento

7 coisas que só farão sentido para você se você viveu a era do Orkut

0

O Orkut foi criado por um engenheiro turco chamado Orkut Büyükkökten em janeiro de 2004. Ele era funcionário do Google e aproveitou a política da empresa (de permitir que os funcionários usem 20% do seu tempo de trabalho no dia para projetos pessoais) para criar a rede social.

O nome Orkut teria sido uma sugestão de Marissa Mayer, atual presidente do Yahoo e funcionária do Google à época. Orkut (o engenheiro) ficou receoso no início, mas acabou topando a ideia. O sucesso da rede social no Brasil foi tamanho que o Büyükkökten veio em pessoa fazer uma visita no Brasil, em 2007. Eu trabalhava numa revista de tecnologia na época e tive o prazer de conhecê-lo pessoalmente. Bom, nós da Fatos Desconhecidos trouxemos para nossos leitores 7 coisas que só farão sentido para você se você viveu a era do Orkut. Confira:

1 – Comunidades úteis

1 529, Fatos Desconhecidos

Pode parecer estranho para as gerações atuais, mas sem um feed de notícias, grande parte da interação dentro do Orkut acontecia nas comunidades. Algumas delas eram bastantes sérias. Durante um bom tempo, comunidades de futebol eram os melhores lugares para saber de notícias, bandas divulgavam seus trabalhos e muita gente dividia links para compartilhar filmes e séries.

2 – Comunidades sem sentido nenhum

1 530, Fatos Desconhecidos

As comunidades eram bons lugares para trocar ideias e conhecer pessoas, funcionavam como as páginas do Facebook, serviam para mostrar para quem visitasse o seu perfil os seus gostos. A comunidade mais popular no Brasil durante muito tempo foi a “Eu Odeio Acordar Cedo”.

3 – Os depoimentos

1 531 349x500, Fatos Desconhecidos

Seja sincero, você já enviou um depoimento fofo para algum amigo ou lutou pelo “topo” de uma página cheia de “testmonials” (como eles eram chamados lá no comecinho do Orkut, quando o site ainda nem era traduzido). Os depoimentos podiam variam dentre, declarações de amizade, de amor, piadas internas e até mesmo revelações sinceras.

4 – O Buddy Poke

1 532, Fatos Desconhecidos

O Buddy Poke era um aplicativo com gráficos meio estranhos, mas que recriava os usuários da rede social em sua versão 3D e os colocava para interagir com seus amigos. Existia vários comandos e coisas para se fazer: você podia dar um abraço, oferecer flores e até mesmo contar uma piada, tudo pela tela do computador.

5 – Os Scraps

Giphy 57, Fatos Desconhecidos

Em um período em que a internet não era tão instantânea, conversas entre amigos no Orkut acontecia através dos scraps. Eles variavam de cantadas até gifs animados ou um pedido de amizade. Existia a galera que tinha um lei muito pessoal: “leio, respondo e apago”, era praticamente o chat daquela época.

6 – Ser 90% legal, 80% sexy e 70% confiável

1 533, Fatos Desconhecidos

Convenhamos, quem nunca quis alcançar os 100% em todas essas categorias, não é mesmo? Na era do Orkut, a rede social nos dava oportunidade de ranquear nossos amigos. Só era possível fazer avaliações positivas, dizendo se seu amigo era legal, sexy ou confiável.

7 – Radar de bisbilhoteiros

1 29 600x281, Fatos Desconhecidos

Essa opção servia mais para quem era popular na época ou tinha alguma mania de perseguição. Na tela de entrada, todo o dia o Orkut avisava quantas pessoas tinham visitado o seu perfil recentemente. A rede social dava até nomes de alguns curiosos. Existem até histórias de relacionamentos que começaram a partir daí.

E aí, o que acharam da matéria? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

Dragon Ball Super – Mangá revela poder monstruoso de Jiren

Matéria anterior

8 histórias que a Marvel pode adaptar depois de Guerra Infinita

Próxima matéria

Você também pode gostar

Comentários

Comentários não são permitidos