• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas que toda mãe se arrepende secretamente

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      18/03/19 às 16h26

Ser mãe é a maior prova e exemplo de desprendimento, empatia, doação que um ser humano pode ter. Ser mãe vai muito além de dar à luz, é algo que se carrega no coração. É algo advindo de quem se doa, de quem se supera, de quem se entrega.

Ser mãe é cuidar, é alimentar, é passar noites em claro, é ensinar, é chorar junto, é rir junto. É se privar para que o outro tenha o máximo. É colocar alguém acima de si mesmo. O desejo de ser mãe está em várias mulheres, mas diferente do que era antigamente, as mulheres estão tendo seus filhos mais tarde. Por isso e por outros fatores, com certeza, a vida das atuais mães é diferente do que foi há 30 ou 50 anos.

Algumas coisas se tornaram mais fáceis com praticidades do dia a dia, incluindo as fraldas, bombas de tirar leite e várias outras coisas, mas as pessoas também começaram a exigir mais das mães. Teoricamente, as mães não podem reclamar e também não podem brigar com seus filhos porque se fazem isso se colocam no lugar de mães horríveis. E essa culpa em vão é o que que mostramos aqui em algumas situações onde as mães se sentem culpadas, mesmo sem razão para tanto.

1 - Repreensão

Repreender uma criança e gritar com ela pode ser ruim sim, mas a mãe não é um robô sem emoções ou lições para passar para o seu filho. É claro que terão momentos em que as mães levantarão a voz e repreenderão seus filhos e isso é completamente normal e não motivo de culpa. É preciso ter em mente que cada mãe age da melhor forma que encontra.

2 - Descanso

As mães estão sempre tomando conta de seus filhos, da casa, do trabalho, fazendo mil coisas e têm os momentos em que ela precisa de um tempo para si mesma. E um outro momento do culpa é quando ela lê um livro ou assiste televisão enquanto o filho brinca sozinho. E não há motivo para essa culpa, afinal de contas a mãe também precisa descansar, já que sem esse descanso, ela não conseguirá desempenhar as funções da melhor maneira.

3 - Entender o bebê

Um sentimento de impotência surge quando a mãe já trocou seu filho, o alimentou, e ele ainda continua chorando. Isso faz com que a mãe se sinta a pior do mundo porque ela não entende o que seu filho precisa. Mas as mães têm que entender que isso não é uma coisa para se culpar, já que realmente é difícil entender o que uma pessoa está pedindo já que ela não fala.

4 - Birra

Quando a criança aprende a andar e falar, é esperado da mãe que ela seja capaz de lidar com as birras do filho. E a maioria das pessoas pensa que é algo fácil de se fazer, principalmente, aqueles que não têm filhos. Quando a mãe sai com seu filho e ele começa a dar birra, as pessoas começam a olhar para a mãe com olhar de recriminação. A mãe nessas horas fica com vergonha. Mas ela tem que saber que isso não a faz uma mãe ruim, significa apenas que seu filho entrou em uma fase de transição.

5 - Amamentar

Às vezes, amamentar pode provocar uma reação ruim entre outras pessoas. É claro que há quem se indigna e diz que está errado, porém as mães não têm que se sentir mal e têm que dar prioridade para a boa alimentação de seu filho, seja como for.

6 - Higiene

Antigamente, as mães ferviam todas as mamadeiras e fraldas dos filhos, mas agora os pediatras dizem que o ambiente estéril faz mal para os filhos. As mães atualmente não devem se culpar por cuidarem de seus bebês de maneira diferente das de antigamente.

7 - Trabalho

As mães que trabalham se preocupam de ter pouco tempo para o seu filho. Se você é mãe e trabalha porque gosta da sua carreira, não se culpe. Uma mãe auto realizada é melhor do que uma mãe presente mas que está sempre culpando os filhos de terem tirado seus melhores anos da vida.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+