7 desastres mais caros da história

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      28/05/18 às 13h02

Ao longo do tempo, presenciamos diversos acidentes. Alguns deles foram tão intensos que estampam páginas dos livros de histórias no mundo inteiro. Os seres humanos sempre foram propensos a acidentes, infelizmente. Por falar em acidentes famosos, quem aqui não conhece, pelo menos por nome, a história do naufrágio do Titanic? Ou nunca ouviu falar do maior acidente nuclear da história, que aconteceu na Usina Nuclear de Chernobyl em 1986? Pois bem, além de serem bem famosos, ambos entram na lista dos acidentes mais caros da história. Com esses acontecimentos, milhões e até bilhões de dólares são perdidos.

No entanto, o maior custo disso tudo são as vidas humanas que se perderam. Essa não tem valor monetário e nada é capaz de pagar. Pensando melhor sobre isso, resolvemos trazer essa matéria. Listamos alguns dos desastres mais caros de toda a história. Você ficará extremamente surpreso com os valores que foram perdidos em matéria prima e construções. Aproveite para compartilhar com seus amigos nas redes sociais. Agora, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se.

1 - Chernobyl, 1986 (US$ 200 bilhões)

Esse aconteceu no dia 26 de abril de 1986. O acidente na usina é, desde então, o mais caro da história. Ele atingiu o nível 7 (classificação máxima) da International Nuclear Event Scale. Esse acidente foi ainda considerado a maior catástrofe sócio-econômica da história. Pelo menos 50% da Ucrânia foi contaminada e 200.000 pessoas evacuadas e transferidas. Nisso, 1,7 milhões de pessoas são diretamente afetadas. Cerca de 125.000 pessoas morreram por causa do câncer causado pelo acidente.

2 - Prestige Oil Spill, 2002 (US$ 12 bilhões)

O derramamento de óleo do navio Prestige aconteceu na costa da Galícia. Isso causou o naufrágio de um petroleiro. O acidente aconteceu no dia 13 de novembro e 2002, quando o navio Prestige Oil Tanker transportava 77 mil toneladas de óleo combustível. Quando um petroleiro afundou em Galiza, Espanha, os governos espanhol, português e francês se recusaram a deixar o navio danificado. Ele finalmente de dividiu ao meio e despejou 20 milhões de galões de óleo no mar. De acordo com um relatório do Conselho Pontevedra Economist, o custo da limpeza pode chegar a US$ 12 bilhões.

3 - Acidente do ônibus espacial Challenger, 1986 (US$ 5,5 bilhões)

A explosão do ônibus espacial Challenger aconteceu no dia 28 de janeiro de 1986. Tudo ocorreu quando ele explodiu 73 segundos após o voo. Sete tripulantes morreram. Tudo aconteceu por uma falha no anel de vedação. Isso deixou fechar uma das juntas, permitindo que a pressão do ar externo no gás provocasse o derramamento de hidrogênio líquido no tanque externo. Isso causou o desastre. O custo de substituição do ônibus espacial foi de US$ 2 bilhões. As investigações, correções de problemas e substituições dos equipamentos custaram alto também.

4 - Piper Alpha, 1988 (US$ 3,4 bilhões)

O desastre da Piper Alpha aconteceu na costa de Aberdeen e é o mais duradouro em uma plataforma de petróleo. Na época, essa era a maior produtora de petróleo do mundo e produzia até 317 mil barris por dia. No dia 6 de julho de 1988, os técnicos removeram e verificaram as válvulas de segurança, como de costume. Para o azar, um técnico cometeu um erro e esqueceu de substituir uma delas. Foi aí que começou o terrível acidente. Dentro de 2 horas, a plataforma foi engolida pelas chamas. 167 trabalhadores morreram.

5 - Exxon Valdez, 1989 (US$ 2,5 bilhões)

O derramamento de óleo do Exxon Valdez aconteceu em Prince William Sound, Alasca. Isso foi no dia 24 de março de 1989. Exxon era um dos petroleiros gigantes que afundou e derramou 11 milhões de galões de óleo na água. O produto se espalhou até o Golfo do Alasca. Esse foi considerado um dos desastres ambientais mais devastadores causados pelo homem na história mundial. A limpeza custou US$ 2,5 bilhões.

6 - B-2 Bomber Crash, 2008 (US$ 1,4 bilhão)

Esse é um dos acidentes aéreos mais caros de todos os tempos. Aconteceu no dia 23 de fevereiro de 2008, quando o B-2 Stealth caiu na pista após a decolagem. O avião saiu da Base Aérea de Andersen, em Guam. Concluíram que houve um erro do sistema de dados do computador. O piloto conseguiu sobreviver de forma milagrosa.

7 - Colisão de trem de Chatsworth, 2008 (US$ 500 milhões)

Esse acidente aconteceu no dia 12 de setembro de 2008. Ocorreu quando um trem de carga Union Pacific e um trem Metrolink colidiram no distrito de Charsworth, em Los Angeles, Califórnia. É considerado um dos piores acidentes de trem da história. 25 pessoas morreram. Isso aconteceu porque o Metrolink ignorou o sinal vermelho. O erro do condutor que estava lendo mensagens na hora custou a empresa US$ 500 milhões.

E aí, o que você achou disso tudo? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Via   Wonderslist  
Imagens Ciclo vivo
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+