7 exemplos incríveis de empatia animal

POR Isabela Ferreira    EM Mundo Animal      26/04/18 às 15h46

Uma das maiores dúvidas que temos em relação aos animais é: será que eles tem sentimentos? Será que são capazes de se colocar no lugar do outro e abrir mão de algo, para verem seus companheiros bem? Sabemos que os animais domésticos tem maior facilidade com esse tipo de coisa e vira e mexe, estão demonstrando seu amor por seus donos. Mas e como são os animais selvagens?

A grande verdade é que muitos deles acabam demonstrando muito mais compaixão do que os próprios humanos. Por incrível que pareça, tem a capacidade de lamentar a morte dos amigos e podem sim abrir mão de algo para evitar o sofrimento alheio. Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 7 exemplos incríveis de empatia animal. Dá uma olhada!

1 - Chimpanzé consola zeladora após ela perder um bebê

Em diversos experimentos pelo mundo, cuidadores tentam ensinar linguagem de sinais para chimpanzés, que por sinal, são animais bastante inteligentes e conseguem aprender algumas coisas. Este foi o caso de Washoe, uma chimpanzé criada na Central Washington University. Seus cuidadores sempre a trataram como se fosse uma "humana", introduzindo a ela a linguagem de sinais, que foi aprendida.

No entanto, mais surpreendente que isso, foi quando ela demonstrou compaixão. Uma de suas zeladoras sofreu um aborto instantâneo e precisou se afastar do trabalho por alguns dias. Quando ela retornou, Washoe não queria contato. Parecia estar triste por ter sido abandonada por esses dias. Foi somente depois que a zeladora usou a linguagem de sinais, falando para a chimpanzé que tinha perdido o bebê, que tudo pareceu ser esclarecido. Imediatamente a macaquinha pareceu compreender a situação, correu até a mulher e lhe deu um longo abraço. Sim... Eles se parecem muito mais conosco do que somos capazes de imaginar.

2 - Elefantes se reúnem para lamentar a morte de conservacionista

Lawrence Anthony foi um conservacionista que ganhou fama com o apelido de "sussurro do elefante". Ele tinha um trabalho de preservação dos elefantes africanos e trabalhou na Reserva Thula Thula por muito tempo. Ele parecia ser realmente amigo desses animais, que aparentavam ter grande carinho por ele.

Anos depois, Anthony acabou falecendo, mas não teve nenhum tipo de contato com os elefantes antes do acontecimento. Apenas para que você tenha ideia, já fazia aproximadamente 1 ano e meio que o conservacionista não entrava em contato com os animais. Mas de alguma forma, eles pareciam saber o que tinha acontecido. Deixaram a reserva e caminharam até o local em que o homem ficava. Lá, eles pararam e pareceram prestar condolências. Da mesma forma que lamentam a perda dos seus, também podem lamentar a morte de um amigo de outra espécie.

3 - Cães confortam as pessoas

Já teve a impressão de que seu cão se importa com o que você está sentindo? Bem, pode ser que isso esteja certo. Um recente estudo de comportamento animal reuniu diversos cães, para ver como eles reagiam a exibições de emoção. Cada um deles foi colocado dentro de uma sala com o próprio dono e com uma pessoa estranha. Assim, o estranho começava a tentar chamar a atenção do cão, mas na maior parte das vezes, eles ficavam apenas com o dono.

No entanto, quando a pessoa estranha começava a chorar ou aparentar estar chateada, os cães imediatamente mudavam seu foco de atenção. Iam até a pessoa, ficavam por perto e lambiam, como gesto de carinho. Mesmo sem saber quem era a pessoa, eles pareciam tentar ajudar. Incrível, não acha?

4 - Ratos protegem uns aos outros e ainda compartilham seus alimentos

Bem, tudo indica que os ratos são muito mais simpáticos do que costumamos acreditar. Um experimento reuniu ratos de laboratório e consistia no seguinte: havia uma alavanca e dois ratos. Se um deles a puxasse, seria recompensado com chocolate, mas automaticamente, o outro seria "afogado".

O que era recompensado via o aumento do nível de água na gaiola do companheiro. Então ele precisava escolher... Será que era realmente uma boa escolha pegar o chocolate em troca da morte do companheiro? E a resposta para a pergunta foi "não". A maior parte dos ratos deixou de puxar a alavanca após entenderem o que  aconteceria.

5 - Leões salvaram garota na Etiópia

Foi no ano de 2005 que uma garotinha de apenas 12 anos foi sequestrada na Etiópia. Ela foi arrastada para a natureza e acabou sendo espancada por 7 homens covardes. Poderia ter sido o fim da menina, mas de forma inacreditavelmente surpreendente, ela foi salva graças a um grupo de leões que estavam por perto. Após escutarem o choro da menina, os animais avançaram em direção aos homens e os perseguiram.

Mas isso não foi tudo, até porque, teria sido um simples ataque de leão. No entanto, após colocarem os homens para correr, eles voltaram e ficaram ao lado da menina por aproximadamente 12 horas, a protegendo de outros perigos. Ficaram ali até que sua família a encontrasse e a resgatasse. Em seguida, voltaram para a selva deixando a criança segura. Que lindo, não acha?

6 - Koko chora pela morte de seu gatinho

Koko é uma gorila que certamente, é mais inteligente que muitos humanos por aí. Apenas para que você tenha ideia, ela é considerada a mais inteligente de sua espécie, com Q.I registrado entre 70 e 95. Assim como a chimpanzé mencionada anteriormente, ela desenvolveu a habilidade de se comunicar com os humanos. Quando seus zeladores perceberam que ela gostava de gatos, decidiram lhe dar um de presente e acredite... Se tornaram grandes amigos.

Koko chegou a dar nome ao gatinho: "All Ball". Eles podiam brincar juntos uma hora por dia e a gorila até tentava amamentá-lo de vez em quando. Infelizmente, certo dia All Ball acabou saindo para fora dos portões do lugar, onde acabou sendo atropelado. Quando os cuidadores comunicaram o que havia acontecido para Koko, ela ficou perplexa por 10 minutos, se recusando a expressar qualquer tipo de reação. Após esse tempo, ela começou a choramingar e passar os dedos pelo rosto, indicando que estavam escorrendo lágrimas e demonstrando sua tristeza.

7 - Pássaros "velam" amigo morto

Enquanto o Dr. Marc Bekoff andava de bicicleta pelas ruas de Colorado, acabou se deparando com uma cena emocionante. Haviam cinco pássaros reunidos em volta de um outro que estava caído no chão, com certeza morto após ser atropelado por um carro. Os pássaros não paravam de se comunicar e cutucar o amigo no chão, como em uma tentativa de fazê-lo acordar.

No entanto, há um momento em que eles parecem entender o que realmente havia acontecido. Bekoff contou que em determinado momento, uma das aves voou e trouxe um pouco de grama, colocando-a em cima do amigo. Outro fez a mesma coisa em seguida, até que todos tivessem feito isso. Depois, eles voaram para longe, um de cada vez. É como se tivessem sofrido a morte do amigo, e velado seu corpo.

E então pessoa, o que acharam? Os animais são realmente surpreendentes, não acha? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+