• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 fatos sobre Mary Bell, a serial killer de apenas 11 anos

POR Bruno Dias    EM Mistérios & Horror      29/10/18 às 14h46

Imaginar que alguém saia matando outras pessoas deliberadamente e consciente disso é difícil de compreender. A maioria das pessoas repudia o ato e as convicções morais as fazem ver tal ato como algo inimaginável de se fazer.

E se já nos chocamos com um adulto que comete tais crimes, o choque é maior ainda quando a pessoa que comete esses assassinatos é uma criança. Para alguns filósofos a violência, incluindo assassinato, é a norma e um pano de fundo constante sendo a paz um fenômeno raro. A jovem assassina Mary Bell cometeu seus crimes quando tinha apenas 11 anos e listamos alguns fatos sobre a jovem serial killer.

1 - Infância

Mary Flora Bell nasceu em 1957, em Newcastle, na Inglaterra. Ela morava em Scotswood que era uma área da classe trabalhadora. E assim como toda cidade de pequena, todas as pessoas se conheciam. O ambiente em que a menina cresceu era bastante difícil e todos lutavam por sobrevivência do jeito que conseguiam.

2 - Abuso

A menina foi vítima de abuso em casa, desde negligência dos pais e até mesmo violência sexual. O pai de Mary Bell estava fora de casa com um frequência grande e sempre a deixava com qualquer parente ou amigo quando não estava. A mãe da menina tentava sustentar a família se prostituindo, o que fazia com que ela também ficasse ausente por muito tempo e além disso ela era alcoólatra.

3 - Violência

A mãe de Mary se especializou no papel de dominadora e outros papéis de BDSM onde ela misturava violência com sexo. E essa mistura pode ter ajudado a moldar a cabeça da jovem serial killer. E o que direciona se uma criança será vítima ou se tornará violenta é o que ela viveu em casa. E segundo a família de Mary, sua mãe tentou matá-la algumas vezes e a própria Mary teria tomado pílulas para ter uma overdose.

4 - Prostituição

Logo, Mary foi submetida à prostituição e agressões sexuais. Ela era uma pré-adolescente que se prostituía para sustentar a família e atendia clientes desde que se lembrava. E vários serial killers têm origem em agressões sexuais e prostituição, como por exemplo Robert Maudsley, o Hannibal Lecter da vida real. E os crimes também têm um componente sexual, seja excitação ou raiva.

5 - Martin Brown

Um dia antes de Mary fazer 11 anos, no dia 25 de maio de 1968, o menino de quatro anos Martin Brown foi encontrado em uma casa abandonada. Ele tinha saliva e sangue no rosto. Primeiramente, a polícia achou que o garoto tivesse morrido por acidente, mas depois das investigações eles viram que o menino tinha sido assassinado por estrangulamento. Mary Bell agiu sozinha matando Martin.

6 - Brian Howe

Depois de assassinar Martin Brown, Mary Bell não tinha terminado. A outra vítima que ela faria era Brian Howe de três anos de idade, dois meses depois do assassinato do Martin Brown. Mas ela não agiu sozinha, sua parceira Norma Bell queria tentar matar. No dia 31 de julho de 1968, elas mataram essa criança também por estrangulamento.

7 - Cena do crime

Depois do crime, ela voltou à cena do crime, como muitos serial killers, provavelmente para reviver a experiência. Quando ela estava lá, ela mutilou o corpo de Brian cortando sua coxa. Uma tesoura foi achada ao lado do corpo. Ela também usou uma navalha para esculpir um M na barriga da criança, mutilou seu pênis.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+