• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 fatos sobre o descobridor do Brasil que você não aprendeu na escola

POR Mateus Graff    EM História      17/04/18 às 16h57

Você sabe quem descobriu o Brasil? Foi Vasco da Gama ou Pero Vaz de Caminha? Se você chutou um dos dois, caro amigo, está precisando ler mais sobre quem 'descobriu' o Brasil. Na verdade esse feito é creditado a Pedro Álvares Cabral, que no dia 22 de abril de 1500 chegou ao território batizado de Vera Cruz pelos portugueses e onde hoje se encontra o país que vivemos.

Mas o quanto você sabe sobre esse cara que supostamente descobriu o Brasil? Bom, aprendemos sobre ele na escola, ouvimos histórias sobre o mesmo, mas existem alguns fatos sobre ele que são desconhecidos por muitos brasileiros. Tendo isso em mente, fizemos essa matéria com 7 fatos sobre o descobridor do Brasil, confiram:

1 - A infância de Pedro Álvares de Cabral

Pouco se sabe da vida de Pedro Álvares Cabral antes da viagem para encontrar o Brasil, mas sabe-se que ele era de uma linhagem nobre. Seus pais eram Fernão Cabral e D. Isabel Gouveia. Com apenas 11 anos de idade, Pedro foi para a corte de Afonso V e estudou humanidades e aprendeu a usar armas. Com 16 o cara foi nomeado fidalgo de D. João II. Depois, ele se casou com D. Isabel de Castro, sobrinha de Afonso de Albuquerque.

2 - Ele é pouco lembrado em Portugal

Sabia que a figura de Cabral não tem peso em Portugal? Segundo a historiadora e escritora Manuela Gonzaga, investigadora do Centro de História d'Aquém e d'Além-Mar (Cham), ligado à Universidade Nova de Lisboa e à Universidade dos Açores, pouca gente em Portugal sabe quem foi Cabral. Segundo ela, os jovens de 17 ou 18 anos tem uma ideia vaga sobre Vasco da Gama e nem tem noção de que foi Pedro Álvares Cabral. Ela diz que seu nome ficou enterrado nos livros de ensino básico e que apenas os adultos com mais de 45 anos sabem exatamente quem foi Cabral.

3 - O governo brasileiro doou a Portugal uma estátua de Cabral

Para homenagear Cabral, Portugal deu seu nome a uma avenida de Lisboa. No mesmo lugar existe uma estátua em alusão ao descobrimento do Brasil, que foi doada justamente pelo governo brasileiro, no ano de 1941. A estátua é uma réplica de um monumento que fica no Rio de Janeiro.

4 - Cabral teve uma vida desinteressante

Historiadores portugueses dizem que um dos motivos pelo qual Cabral hoje ocupa um papel de coadjuvante (em comparação com alguns de seus contemporâneos) é o fato de o descobridor do nosso país não ser um personagem controverso quanto outros navegadores. Como seu nome não envolveu em grandes polêmicas, não existe muito interesse em estudá-lo. Pouco se sabe sobre sua vida pessoal e o que se sabe é algo um tanto sem graça. Caso ele fosse um grande guerreiro, ganhando batalhas ou coisas do tipo, talvez sua história poderia ser mais interessante.

5 - Não se sabe se Cabral realmente descobriu o Brasil intencionalmente

Essa polêmica roda o mundo inteiro há algum tempo. Mas e você, acha que Cabral realmente chegou a costa brasileira intencionalmente? Para o historiador António Camões Gouveia, professor da Universidade Nova de Lisboa, Essa dúvida causa um impacto negativo para o navegador. "As sombras que existem sobre a descoberta do Brasil acabam por minimizar um pouco a figura do Cabral em termos de estudos acadêmicos e até a visão que a sociedade tem dele próprio", afirma António. A verdade? Talvez nós nunca vamos saber.

6 - Ele morreu apenas 20 anos depois de 'descobrir' o Brasil

Como citamos, pouco se sabe sobre a vida de Cabral. O cara nasceu entre 1460 e 1470, na vila de Belmonte. Ele morreu apenas 20 anos depois de supostamente ter descoberto o Brasil, na cidade de Santarém. O seu corpo estaria enterrado na mesma cidade em que morreu, na Igreja da Graça. Porém, alguns historiadores afirmam que os restos mortais do navegador foram transferidos para o Brasil no século 20, mas isso nunca foi comprovado. No Panteão Nacional, em Lisboa, existe um túmulo sem corpo que foi feito em homenagem a Cabral, ao lado de outro dedicado a Vasco da Gama.

7 - A família de Cabral

Como citamos no item um, Cabral se casou com Isabel de Castro. A mulher era descendente do rei Dom Fernanda I de Portugal, o que deu um pouquinho mais de prestígio ao navegador. O casal teve, segundo a história, 4 filhos, sendo dois filhos e duas filhas.

Próxima Matéria
Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+