Criança de 13 anos descobre preciosidade da era viking

POR Gustavo Camargo    EM História      17/04/18 às 16h53

Assim como qualquer outra civilização antiga, a era Viking impressiona muitos historiadores. Seus hábitos, sua forma de viver e até mesmo sua cultura são incríveis. Então quando algo é encontrado daquela época, é um grande marco para os estudiosos.

E foi isso aconteceu recentemente na ilha alemã de Rugen, no mar Báltico. Um tesouro foi encontrado por um menino de 13 anos e seu professor. Dentro foi encontrado colares, pérolas, broches, pulseiras, anéis e até 600 moedas de prata. Parte do tesouro foi relacionado a um famoso rei que viveu a mais de mil anos atrás.

"É o maior tesouro de tais moedas na região do Báltico, no sudeste do país", disse o escritório de arqueologia do estado de Mecklenburg-West Pomerania em um comunicado.

O garoto e o professor são arqueólogos amadores, voluntários do escritório estadual de arqueologia. Eles estava utilizando um detector de metal para procurar tesouros, quando encontraram o que mais parecia ser uma peça de alumínio comum. No entanto, quando o levaram para a Secretaria do Estado, logo o achado se revelou especial. Uma moeda de prata, mais tarde identificada como pertencente ao assentamento comercial Hedeby, da Era Viking.

O órgão estadual pediu par que os dois não contassem sobre o achado até que a região estivesse totalmente escavada. Meses depois de escavação, os arqueólogos do Departamento do Estado estudaram uma área de 400 metros quadrados e conseguiram acham outros tesouros vikings, principalmente joias que estariam ligadas à dinastia do Rei Bluetooth.

Rei Bluetooth

Rei Haroldo I ou rei Bluetooth, que fico conhecido assim por uma descoloração em seu dente, que o fazia parecer azul (blue tooth, em inglês, que dizer dente azul). Ele ficou bastante conhecido por introduzir o cristianismo em seu país.

Ao fim de sua vida, o filho do Rei Bluetootg, Sweyn Forkbeard, acabou se revelando contra o próprio pai, tomando o trono para si. O antigo rei foi se refugiar em Pomerânia, ao norte da Alemanha e Polônia, e morreu logo em seguida.

E aí, o que acharam da matéria? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

Via   ScienceaAlert     Terra     RG  
Gustavo Camargo
A verdade é que eu queria ser astronauta, mas na minha cidade ainda não tem a escolinha. Instagram: gustavoloopi

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+