• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 formas de vida extraterrestre que seriam possíveis, segundo a ciência

POR Toni Nascimento    EM Ciência e Tecnologia      19/02/19 às 15h58

O ser humano sonha com o dia em que entrará em contato com as vidas extraterrestres. Mas será que elas existem da forma como nós imaginamos? Hollywood com Steven Spielberg, para ser mais exato, já fabricou uma figura alienígena na cultura pop que entrou em nosso inconsciente coletivo. Todos sempre têm em mente ET's verdes, meio gosmentos, com uma cabeça e olhos gigantes e também com uma altura limitada. Além disso, eles costumam ter inteligência avançada, tecnologia de ponta e uma forma diferenciada de comunicação. Você quer sinceridade? Esse ícone implantado em nossas mentes pelos filmes não são prováveis de existir.

Formas de vida extraterrestre são sim possíveis de existir. Mais do que isso, a chance de serem reais e de irem além de apenas um sonho ou mito, são muito grandes. Acontece que, apesar da grande possibilidade de existirem, essas formas de vida, provavelmente, são bem diferentes da maneira como imaginamos. Essas formas, bastante contra intuitivas, não existem no planeta Terra, porém, devem existir em algum lugar desse universo gigante. A ciência tem alguns palpites de algumas possibilidades. Quer conhecer? A Fatos Desconhecidos listou 7 formas de vida extraterrestre que seriam possíveis, segundo a ciência.

1 - Vida baseada em Silício

O silício é um elemento muito semelhante ao carbono que, por sua vez, é a base de quase todo organismo na Terra. O carbono tem a capacidade de criar cadeias complexas de moléculas e átomos, capazes de conter programas biológicos e DNA. O silício, por sua vez, também teria a capacidade de criar sua versão de DNA, nas circunstâncias certas.

Um belo exemplo são alguns ícones vivos da terra, como as algas diatomáceas que possuem silício em sua estrutura biológica. Ou seja, é possível que, em algum lugar do universo, exista vida a partir de sicílio, e não de carbono.

2 - Vida baseada em arsênico

O arsênico é um dos venenos mais poderosos da Terra, porém, já foi provado que ele pode ser incorporado em biomoléculas complexas. Hoje em dia, o fósforo é um elemento presente no DNA, porém, no início da Terra, esse era o papel do arsênico. Por isso, alguns cientistas defendem que e o arsênico poderia ser a base de uma vida alienígena.

3 - Vida baseada em amônia

A água é o elemento básico para a existência de qualquer vida, da mais básica à mais complexa. Isso acontece porque ela é um líquido solvente, necessário para as reações químicas acontecerem. Seria possível haver vida sem água? A resposta é sim, porém, seria necessário um elemento substituto para realizar as mesmas funções em circunstâncias diferentes, como temperaturas diferentes da Terra, e provavelmente extremas.

O ideal, e possível, seriam vidas extraterrestres através de amônia. Ela possui a temperatura ideal  (entre - 77,7 graus Celsius e - 33,3 graus Celsius) para proporcionar as reações químicas em circunstâncias diferentes.

4 - Vida baseada em metano

Existem lugares do universo em que o metano é muito mais comum do que a água. Seria possível, então, existirem vidas baseadas em metano, porém, a temperatura teria que ser bem fria, com regiões sem oxigênio. Organismos simples poderiam muito bem existir no fundo dos oceanos de metano.

5 - Vida baseada em carbono

As formas de vida baseadas em carbono seriam as únicas no universo semelhantes a nossa forma de vida. Essa possibilidade, talvez, é a mais provável, uma vez que temos certeza de ser possível.

Apesar disso, não quer dizer que ela seja completamente igual a nossa. Devido a evoluções diferentes, elas poderiam ser completamente diferentes da que possuímos, porém, com as mesmas bases.

6 - Vida celestial

A vida com compostos orgânicos pode se formar fora de um planeta natal com a ajuda de estrelas próximas e estruturas estelares. Moléculas orgânicas complexas, como metanol, éter dimetílico e formiato de metila, todos essenciais na vida orgânica, foram detectadas em duas nebulosas na Grande Nuvem de Magalhães. Isso sugere que, dado o tempo e as circunstâncias corretas, esses compostos poderiam eventualmente se transformar em moléculas auto replicantes que se tornariam a base da vida em tais nebulosas. Mais tarde, eles poderiam criar estruturas biológicas mais complexas.

7 - Não existir vida

Lembra que no começo do texto eu disse que existe uma chance mínima de não existir vida fora da Terra? A verdade é que, apesar de realmente pequena, ela ainda existe. Nós podemos ser o único planeta com vida em todo o universo.

O universo é relativamente novo e, talvez, nós sejamos a primeira forma de vida a evoluir até esse estágio complexo.

E aí, você acha que existem outras formas de vida? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que ainda está na esperança de ser abduzido desse mundo louco, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   Listverse  
Imagens Sputnik
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+