• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 hábitos mais arrepiantes da Idade Média

POR Mateus Graff    EM História      02/06/16 às 20h45

Sabe aquela coisa linda que todos nós vemos nos filme da Idade Média? Aquelas cidades lindas, com mulheres elegantes usando vestidos longos e homens fortes que mais pareciam príncipes realmente não existia na Idade Média. Muito pelo contrário, os hábitos das pessoas que viveram nessa época eram muito nojentos, isso comparado aos nossos hábitos de hoje é claro.

Já pararam para pensar em como eram os banheiros nessa época? Se não existia água encanada, o que eles faziam com os restos fecais das pessoas? São esses hábitos e mais alguns pra lá de estranhos que nos vamos mostrar para vocês na nossa matéria. Então, caros amigos, confiram agora a nossa matéria com os 7 hábitos mais arrepiantes da Idade Média:

1 - Fazer as necessidades

andre_

Os "banheiros" costumavam ser buracos feitos no quintais das casas, logo, com a escuridão das madrugadas, ninguém encarava sair de casa. Por isso, na hora do aperto, as necessidades eram feitas em uma caixa que ficava no próprio quarto. Detalhe: A caixa servia também para os casais, que inclusive, a dividiam durante a noite. No dia seguinte, para esvaziá-la, era só jogar tudo pela janela (na rua).

2 - Todos tomavam banhos na mesma água

001

Chuveiro ou água encanada eram uma realidade bem distante naquela época, assim, os banhos eram acontecimentos raros, nos quais se enchiam uma grande banheira com água e todos na casa a dividiam. Começando pelo patriarca da família, até chegar no mais jovem.

3 - Pão podia deixar as pessoas chapadas

002

Vocês devem estar se perguntando como um pão poderia deixar as pessoas chapadas? Na época, a água e outras bebidas eram infestadas de coisas tóxicas como chumbo, que causavam alucinações e poderia até matar. Outro exemplo eram os pães feitos com trigo que ficavam tempo demais armazenado, criando um fungo chamado "ergot", que provoca sensações semelhantes à do LSD.

4 - Sanguessugas faziam tratamentos médicos

10

Como cirurgias eram algo muito perigoso, na época, para tratamentos de longo prazo eram usados os bichinhos (um tanto quanto nojentos) para ajudar na cura dos pacientes. Esse tipo de tratamento era feito principalmente para resolver problemas de circulação sanguínea.

5 - Os reis tinham um criado só para limpar a bunda

003

Todo mundo sabe que os reis tinham seus mimos, tinham criados para todas as coisas que eles faziam. Mas um hábito muito nojento que os reis tinham era ter uma pessoa com uma única função, limpar a bunda dos reis. Tudo bem eles quererem criados para tudo, mas um criado só para limpar a bunda é um pouco demais, concordam?

6 - Os absorventes eram musgos

004

O que vocês usariam como absorvente se ele não existisse? Um pedacinho de pano? As mulheres eram muito criativas nessa época, e enquanto algumas não se incomodavam com o sangue da menstruação, outras eram criativas e colocavam os musgos enrolados em pedaços de panos, e as infecções eram comuns.

7 - Eles usavam urina para lavar o rosto

06

Especialmente na nobreza, as mulheres tinham excelentes cuidados com a pele do rosto. Pode parecer nojento, mas as mulheres lavavam o rosto com a própria urina, isso porque elas acreditavam que a urina era um ótima anticéptico. Surpreendentemente hoje existem alguns especialistas que recomendam a urina como cura da acne.

E aí amigos, acharam todos esses hábitos nojentos? Comentem!

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+