Mistérios e Horror

7 mistérios e segredos perturbadores do lugar na Terra mais próximo do céu

0

Você já ouviu falar do Monte Everest? Bem, é basicamente a maior montanha do nosso planeta. Seu pico se encontra a 8.848 metros acima do nível do mar. Todos os anos o Everest atrai milhares de alpinistas. Existem duas rotas principais de escalada: uma que se aproxima ao cume pela face sudeste no Nepal (conhecida como a rota padrão) e outra pela face norte no Tibete, na China. Mesmo que a rota padrão não coloque grandes desafios na técnica de escalada, o Everest apresenta grandes perigos como: condições climáticas, vento e até mesmo avalanches.

Para muitos a montanha pode ser perturbadora e monstruosa. Existem diversas histórias e mistérios que cientistas ainda não conseguiram explicar sobre o lugar. Bom, nós da Fatos Desconhecidos listamos para nossos leitores 7 mistérios e segredos perturbadores desse lugar na Terra mais próximo do céu. Confira:

1 – Fantasma do Everest

Sherpa Pemba Dorje, em 21 de maio de 2004, quebrou o recorde de velocidade escalando o Monte Everest. Além do recorde ele ficou conhecido por outra coisa. Enquanto subia a montanha, ele afirma ter visto um grupo de escaladores mortos, e que estava rodeados de algo sobrenatural. Ele menciona que viu alguns espíritos sob a forma de sombras negras, que lhe pediram algo para comer.

2 – Pessoa desconhecida

Dois alpinista britânicos, Dougla Haston e Doug Scott, enquanto estavam subindo a montanha, se encontraram forçados a passar uma noite na tão temida “Zona Morta”. Eles fizeram um buraco na neve para passar a noite. Infelizmente eles ficaram sem oxigênio, sem comida e sem aquecedor. Foi uma situação desesperadora. Eles afirmam que acharam que seriam o fim, até que eles sentiram a presença de outra pessoa. Alguém que lhes deu calor corporal, conselhos para se manterem vivos e logo após sumiu misteriosamente.

3 – Força sobrenatural

Em 1933 o inglês Frank Smythe estava a 8.565 metros de altura na Cordilheira norte do Everest, era sua primeira tentativa de escalar a montanha. Ela firma ter presenciado dois objetos flutuarem no céu, ficaram imóveis por um tempo, até que os dois se colidiram e desapareceram ao meio da neve. Ele ainda conta ter sentido uma presença sobrenatural, enquanto escalava. “Seria meu anjo da guarda?”, perguntou Frank.

4 – Corpos desconhecidos

Em maio de 2017, alguns relatórios foram divulgados para a mídia e mostravam 4 corpos que foram encontrados encima da montanha. Aparentemente teriam morrido de frio nas grandes altitudes. Os corpos foram encontrados enquanto procuravam o corpo de um alpinista eslovaco. O que mais intriga autoridades, é que na lista das agências de escalada, não faltava nenhum alpinista.

5 – O Yeti

É quase certo que você já deve ter ouvido falar sobre essa criatura, não é verdade? Muitos alpinistas afirmam ter visto a criatura enquanto escalavam o Everest. Ao longo do tempo foram encontradas estranhas pegadas e amostras de DNA foram coletadas tentando explicar se as histórias locais eram verdadeiras ou não.

6 – Briga no topo do mundo

Os xerpas formam a etnia da região do Himalaia onde fica o Everest. Dois deles que conseguiram a façanha de fazer isso 21 vezes. Apa Sherpa e Phurba Tashi detêm o recorde conjunto para a maioria das subidas do Everest. Em 2013, os escaladores, Ueli Steck, Simone Moro e Jonathan Griffith, teriam enfrentado uma briga violenta com os xerpas, depois que segundo algumas testemunhas teriam ignorado ordens de para a escalada.

Os xerpas acusaram os escaladores de entrar em seu caminho, causando uma avalanche que atingiu outros xerpas que estavam escalando mais abaixo da montanha. Os alpinistas negaram as acusações e o confronto se tornou violento. A luta poderia ter acabado mal, mas a alpinista americana Melissa Arnot disse ao trio para que fugissem para o acampamento antes que eles os atacassem até a morte. Após o incidente, um oficial do exército do Nepal interveio e os dois lados assinaram um acordo de paz para resolver a situação.

7 – Zona da morte

Everest

Em 2 de outubro de 1979, depois conseguir chegar ao topo, por razões desconhecidas, Hannelore Schmatz, morreu de exaustão a 100 metros de distância do Acampamento IV. Por muitos anos, alpinistas que passam pela rota Sul podiam ver o corpo dela, sentado, encostado na mochila, com os olhos abertos e o cabelo castanho aos ventos. Mesmo que o corpo esteja vem visível, operações de resgates são missão suicidas na Zona da Morte.

E aí, o que acharam da matéria? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

10 easter eggs que você não percebeu em Liga da Justiça

Matéria anterior

Dragon Ball Super – Veja a cena em que Goku usa o Kamehameha mais poderoso

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos