• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 mudanças de visual mais polêmicas em filmes e séries

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      14/09/18 às 15h05

Adaptação cinematográfica não é algo novo nos cinemas. Inclusive, no começo da arte, era muito comum os filmes pegarem histórias de outras mídias para contar, principalmente dos livros. Quem pensa que Hollywood hoje vive apenas de adaptações, saiba que esse costume sempre existiu. O cinema pega inspirações de todo lugar e de todas as artes. Com o tempo, a televisão também adotou esse método para alguns de seus programas. Nada mais natural.

Embora existam regras na adaptação cinematográfica, não é justo cobrar fidelização quando se tratam de duas artes bem diferentes. Porém, a produção audiovisual não pode se afastar tanto da obra original para não irritar os fãs mais fervorosos. O processo em si também não é tão simples como muitos imaginam. Seja como for, fato é que hoje mais e mais polêmicas são geradas em torno delas. Uma delas diz respeito ao visual dos personagens. Pensando nisso, separamos alguns exemplos para discutir.

1 - Mulher Gato

Na época, o assunto que mais causou polêmica foi a escalação de Halle Barry para interpretar Selina Kyle na história. A atriz havia ganhado o Oscar de Melhor Atriz dois anos antes do filme, mas os fãs não quiseram saber. Nos quadrinhos, a personagem é caucasiana e escolher uma mulher negra para o papel iria contra a obra original. Era o que diziam. No entanto, talvez o pior de tudo tenha sido o figurino aprovado para o filme. Aquilo sim foi um absurdo. Apesar da retaliação, a atriz encontrou conforto na aprovação dos fãs anos mais tarde, quando aceitou dar vida à Tempestade, em X-Men: O Filme, onde sua personagem foi melhor representada.

2 - Estelar (Titans)

Uma das polêmicas mais frescas da lista diz respeito a heroína Estelar, em Titans, nova série da DC Universe. A princípio, vários fãs reclamaram do fato de Anna Diop ser negra, mas, felizmente, boa parte deles se acostumou com a ideia mais tarde. O problema explodiu de vez quando saíram as primeiras imagens do programa, revelando a caracterização da atriz. Nos quadrinhos, Estelar tem a cor da pele laranja, cabelos avermelhados e olhos verdes. Na série, apenas os cabelos seguem a mesma característica da obra original. E isso irritou bastante os fãs.

3 - Flash (Grant Gustin)

Embora a série esteja na quinta temporada, Grant Gustin ainda divide opiniões entre os fãs. Com o tempo, as pessoas se acostumaram com o ator no papel de Barry Allen, boa parte por causa de seu carisma. Entretanto, para outras, Gustin ainda deixa a desejar, especialmente por ser magro. Nos quadrinhos e animações, os heróis tendem a ser retratados como altos e musculosos. Gustin é apenas alto e, recentemente, sofreu ataques por causa de uma foto vazada da atual temporada. Na imagem, ele estava com o novo uniforme do personagem e não faltaram críticas para sua forma física.

4 - Mulher Maravilha (2011)

Na década de 1970, Lynda Carter brilhou como Diana Prince na série Mulher Maravilha. O programa fez sucesso e alavancou a carreira da atriz. Anos mais tarde, a Warner tentou repetir o acerto e errou feio o alvo. Adrianne Palicki foi escolhida para fazer a guerreira amazona, mas sua caracterização, digamos, deixou a desejar. A produção economizou tanto que cosplayers fizeram versões melhores da personagem. O traje da heroína parecia mais uma fantasia de carnaval. Com a exibição do teste do piloto, a série se mostrou um desastre completo e foi cancelada sem ter qualquer episódio lançado.

5 - Inumanos

Os Inumanos não dão sorte dentro da Marvel. O primeiro projeto para o grupo de heróis era no cinema, porém, com tantas alterações no cronograma do estúdio, ele foi engavetado. Depois de alguns anos ficou decidido que eles iriam para a televisão. Demorou, mas chegou - o problema foi que chegou muito errado. O figurino de todos eles foi muito criticado pelos fãs. Em particular, o cabelo da Medusa. Nos quadrinhos, a personagem possui uma cabeleira enorme, da qual provém seus principais poderes. Na série, a caracterização de Serinda Swan ficou tão tosca que foi impossível disfarçar a peruca estranha. O programa durou oito episódios.

6 - Ghost in the Shell

Muitos fãs sonhavam em ver uma versão live action de Ghost in the Shell. Quando ela finalmente aconteceu, foi envolta de muita polêmica. O filme foi bombardeado de críticas pelo uso do whitewashing, ou seja, a mania dos estúdios em substituir minorias étnicas nas histórias de adaptação. Nesse caso, Scarlett Johansson foi escolhida para interpretar a personagem originalmente japonesa Motoko Kusangi. O diretor Rupert Sanders chegou a culpar o fracasso do filme à desaprovação do elenco.

7 - Death Note

A adaptação da Netflix causou discussões calorosas entre os fãs do anime. Enquanto algumas pessoas haviam gostado do filme e não viam nada demais nas alterações, outras sequer o consideraram como adaptação. A começar pelo próprio protagonista. Houve inúmeras reclamações pela escolha do ator, de novo pelo whitewashing, e depois por sua caracterização. Para finalizar, a forma como Kira foi representado também deixou parte dos fãs irritados.

Próxima Matéria
Via   CBR  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+