• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 piratas mais violentos da História

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      07/08/19 às 19h21

Por sua própria natureza, a pirataria não é o tipo de profissão que costuma recrutar os seres mais amáveis. E, muitas vezes, saquear barcos era algumas das atrocidades mais leves cometidas pelos piratas. Coisas como assassinatos, estupros, torturas, entre muitos outros atos de violência eram muito comuns no cotidiano dessas pessoas.

Alguns piratas eram tão perversos que seus crimes ainda são vistos com espanto pelas pessoas, mesmo após centenas de anos de suas mortes. Pensando nisso, hoje, listamos para vocês alguns piratas lendários, cuja reputação de sua crueldade permaneceu viva ao longo da história. Confira!

1 - Charles Gibbs

Charles Gibbs era um pirata de Newport, Rhode Island, muto ativo no início dos anos 1800. Ele seria o responsável pela morte de mais de quatrocentas pessoas. Os métodos utilizados por ele para executar suas vítimas eram particularmente cruéis. Por exemplo, depois de capturar um navio mercante e incendiá-lo, Gibbs decidiu que sua tripulação deveria ter o mesmo destino. Todos deveriam ser queimados vivos. Aos 32 anos de idade, ele foi capturado e enforcado em Ellis Island (Nova York), em 1831.

2 - Edward Lowe

Edward Lowe nasceu e foi criado em Westminster, na Inglaterra. Ele começou no mundo do crime batendo algumas carteiras aqui e ali, até se tornar um capitão pirata. Ele saqueava navios, inclusive, as tripulações dessas embarcações, por vezes, recebiam um tratamento brutal. Lowe era bastante conhecido por seus atos de crueldade, como cortar os lábios de um capitão português, cozinhá-lo e da-lo para o homem comer, enquanto ainda estava fervendo.

3 - Daniel Montbars

Ao contrário de muitos piratas, Daniel Montbars era de uma família abastada de Languedoc-Roussillon, na França. Ele cresceu ouvindo sobre as atrocidades cometidas pelos conquistadores espanhóis, no Novo Mundo. Além do mais, os espanhóis mataram seu tio, em uma batalha no mar. O que levou Montbars a desprezar todas as coisas espanholas.

Enquanto pirata, Montbars causou muitos estragos nos assentamentos espanhóis, e era conhecido por ser bastante cruel. Um de seus métodos favoritos de tortura consistia em arrancar os intestinos de suas vítimas, enquanto elas ainda estavam vivas.

4 - Francis Spriggs

Spriggs era um pirata britânico que, por muito tempo, serviu a outro pirata famoso, Edward Lowe. No entanto, Spriggs acabou conseguindo um navio próprio. Assim como Lowe, Spriggs era muito conhecido por seus atos de tortura. Depois de capturar uma embarcação, o britânico por vezes colocava suas vítimas para correr ao redor do mastro de um navio. Enquanto isso, formava-se um círculo, em volta da pessoa, onde seus homens estavam armados com garfos, facas, entre outros objetos pontiagudos, a espetando. O que ficou conhecido como 'o suor'. Muitas pessoas acabavam com ferimentos fatais e morriam.

5 - Ching Shih

Ching Shih se tornou uma pirata depois que conheceu e se casou com um poderoso pirata, chamado Cheng I. Shih o conheceu durante o tempo em que trabalhou em um bordel flutuante. Depois da morte de seu marido, devido a algumas manobras políticas astutas, ela conseguiu assumir o controle total de uma enorme frota pirata. Ele chegou a comandar cerca de 40 mil piratas e cerca de 300 navios.

Shih utilizava métodos brutais para manter o controle de seus subordinados. O que não era diferente para seus inimigos. Quando uma embarcação era capturada, aqueles que optavam em não se juntar a sua frota eram espancados até a morte. Ela nunca foi capturada, e morreu em sua cama, aos 69 anos de idade.

6 - Bartholomew Roberts

Bartholomew Roberts, também conhecido como 'Black Bart', era um pirata galês, que esteve ativo entre 1719 a 1722. Apesar de tão pouco tempo em ação, Roberts teria conseguido capturar cerca de 400 navios. O pirata era um assassino implacável. Assim como muitos outros piratas, ele costumava queimar muitos dos navios que saqueava. E isso era feito enquanto a tripulação do navio ainda estava a bordo. Um navio negreiro foi saqueado uma vez por Roberts. E ele não teria sequer poupado a vida dos escravos, queimando o barco, com toda a tripulação presa nele.

7 - Rock Braziliano

Roche Braziliano era um pirata holandês, muito conhecido por aterrorizar os espanhóis. O nome verdadeiro do pirata nunca foi revelado. Porém, ele era chamado de Braziliano por ter passado muito tempo exilado no Brasil. Supostamente, todo seu ódio pelos espanhóis se originou depois que, no início de sua 'carreira', ele foi sequestrado e, possivelmente, torturado por eles. Um de seus métodos de tortura mais famosos consistia em cortar os membros de suas vítimas e queimá-los. Além de, vez ou outra, queimar vivos seus prisioneiros.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+