• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 provas de que a vida em Roma Antiga era totalmente insana

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      28/02/19 às 18h09

Roma foi um dos maiores impérios da antiguidade. Todo mundo já deve ter ouvido falar sobre as lendas de seu surgimento. Uma das mais famosas delas remete aos irmãos Rômulo e Remo, que foram amamentados por uma loba e depois criados por camponeses. Quando cresceram, os irmãos receberam a missão de fundar Roma e foi mais ou menos assim que tudo começou.

Quando falamos de Roma Antiga, pensamos em togas, gladiadores, imperadores e guerras, mas várias outras coisas são relacionadas à Roma antiga que, na maioria das vezes, nem passam por nossas cabeças. Como por exemplo, diferentemente do que pensamos, a maior forma de entretenimento não eram as lutas dos gladiadores e a urina era uma coisa bastante comercializável. Além disso, foram os romanos que inventaram algumas comodidades do mundo moderno. Pegamos alguns fatos dessa civilização antiga para mostrar à você como a vida em Roma era bastante maluca.

1 - Urina

A urina em Roma Antiga era bastante valiosa. Antigamente, ela poderia ser usada como medicamento e para branquear as roupas. Quando ela era recolhida das casas de banho, era taxada, tal qual os impostos de bebidas funcionam hoje em dia.

2 - Shopping

Um dos lugares bastante frequentados pela população da Roma Antiga era o shopping. Os romanos criaram o primeiro shopping há 2000 anos, o Mercado de Trajano e ele ainda está de pé até os dias atuais.

3 - Amuleto da sorte

As pessoas se apegam às coisas para dar sorte à elas, e na Roma Antiga era um falo. Os pênis de madeira ou bronze eram usados como colares, pendurados nas portas e como espanta-espíritos. De qualquer forma, eles eram usados para atrair boa sorte.

4 - Entretenimento

Segundo os filmes nos mostram, a maior forma de entretenimento das pessoas da Roma Antiga eram as lutas de gladiadores mas, na verdade, isso é uma mentira. A maior forma de entretenimento nesse período eram as corridas de carruagem. Para se ter uma comparação, no Coliseu se juntavam 50 mil pessoas e o Circus Maximus, onde aconteciam as corridas, se reuniam 250 mil pessoas.

5 - Cura

A civilização romana era bastante avançada em algumas áreas, mas em outras faziam jus ao tempo em que viviam. Por exemplo, eles acreditavam que o sangue de um gladiador poderia curar a epilepsia. Essa crença era tão grande que o sangue quente desses guerreiros era vendido imediatamente para a multidão.

6 - Canhotos

Até os dias de hoje, os canhotos têm dificuldade em um mundo onde a maioria das pessoas é destro, mas na Roma antiga, eles sofriam um pouco mais. Tanto é que nesse período, eles eram chamados de esquerdistas e eram considerados infelizes e indignos de confiança.

7 - Envenenar-se

Ser o imperador parecia uma coisa boa, mas a vida deles estava sempre em perigo. Por essa razão, os imperadores tomavam pequenas quantidades de todos os venenos conhecidos, para que eles tivessem uma imunidade construída contra essas toxinas. Eles chamavam essa mistura de Mithridatium e ela era bebida em um vaso feito de chifre de burro e de outro que supõe-se que era de um antílope.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+