7 razões pelas quais Bumblebee será o melhor filme de Transformers até hoje
Tempo de leitura:4 Minutos, 42 Segundos

7 razões pelas quais Bumblebee será o melhor filme de Transformers até hoje

Atualmente, os filmes de Transformers não possuem a melhor reputação do mundo. Porém, o novo spin-off sobre Bumblebee promete vir para modificar essa imagem.

Depois de mais de uma década com a direção de Michael Bay, o público se mostrou decepcionado com os resultados. É um fato que a cada lançamento, os filmes ficaram ainda piores. O resultado foi que O Último Cavaleiro alcançou a menor bilheteria da história da franquia. Analisando estes fatos, seria comum não desenvolver muitas expectativas para o próximo longa que será lançado. Porém, Bumblebee demonstra ter um caráter de redenção. Aparentemente, não será mais apenas uma busca por dinheiro dos fãs. Além de parecer ser o melhor filme dos Transformers dos últimos tempos. A história tem possibilidades de se tornar uma ação genuinamente excelente.

Bumblebee demonstra ser o live-action que os fãs estão clamando há anos. Para quem ainda duvida, separamos uma lista com 7 razões pelas quais você pode se surpreender com o filme.

7 – Michel Bay não será o diretor

Após mais de uma década de decepções, parece que os pedidos dos fãs foram atendidos. Bumblebee é o primeiro filme da franquia que não será dirigido por Bay. A reputação do diretor com Transformes é morna (para não dizer outras coisas). Sempre jurando que não iria assumir outro filme da sequência. Parece que finalmente, ele abriu mão da responsabilidade.

O spin-off está a encargos de Travis Knight. Que tem sido o principal animador da Laika nos últimos anos. Seu nome é reconhecido por filmes como Paranormam e Os Boxtrolls. Sua estreia no mundo da animação foi com o aclamado Kubo e as Cordas Mágicas. Embora que Bumblebbe seja seu primeiro live-action, Knight é um cineasta extremamente talentoso.

A franquia sofreu bastante nas mãos quase preguiçosas de Michael Bay. E agora, um novo diretor é uma mudança bem vinda para os espectadores.

6 – Um menor tempo de filme

Para surpresa de todos, Bumblebee está programado para ter apenas 113 minutos. O que é quase um milagre, se tratando de Transformes. Os filmes anteriores tiveram cerca de duas horas e meia de execução cada. A Era da Extinção, por exemplo, tem o tempo de duração de duas horas e quarenta e cinco minutos. Essa grande quantidade de tempo, geralmente, é esperada de grandes obras do cinema. E vamos combinar que os últimos Transformes não apresentaram um notável enredo.

Quebrando essa corrente, o longa não irá atingir essa marca de duas horas. Este tempo de execução mais leve, indica que o filme será melhor estruturado e editado, criando uma história melhor.

5- A “vibe dos anos 1980”

Os fãs sempre esperaram que Tranformers fosse uma história do garoto e seu carro. Bumblebee irá se passar alguns anos antes dos acontecimentos do primeiro filme. E, aparentemente, irá focar realmente na relação pessoal dos personagens principais.

Quando a franquia teve início, em 2007, os produtores desejavam que ela fosse vendida como um filme feito pela Amblim nos anos 1980. Chegaram até mesmo a convidar Spielberg para assumir como produtor executivo. É esperado que Kinght assuma esse aspecto retrô. Fato que sempre faz muito sucesso com público.

4- O visual

O filme irá apostar em um design limpo e colorido, semelhante a personagens de quadrinhos. Os trailers de Bumblebee fizeram questão de mostrar que o diretor apostou no visual da primeira geração. Ao contrário de Bey, que buscava refinar exageradamente as produções, sempre pecando na montagem.

No trailer, é possível ver cada parte do carro na transformação. Este visual mais “rústico” possibilita maior aproximação com a realidade. O que já evita enxaquecas para quem não gosta de um filme apenas repleto de efeitos especiais.

3- Bumblebee é amável

Ao contrário dos últimos quatro filmes, o robô gigante ganha um visual simpático e amável.  Na direção de Michael Bay, os personagens ganharam versões imponentes e levemente agressivas. No trailer do spin-off, vemos o oposto disso.

Neste filme, parece ter sido devolvido em Bumblebee sua inocência. O que é perceptível em suas interações carinhosas com Charlie e o seu visual, que ganhou abas na cabeça, semelhantes a pequenas orelhas de cachorro. Tudo isso contribui para que o público desenvolva uma relação afetuosa com o personagem.

2- Uma protagonista humana cativante

Os filmes de Transformers nunca se preocuparam muito com a criação de personagens humanos cativantes. Os três primeiros filmes giravam em torno de Sam Witwicky, interpretado por Shia Labeouf. Um personagem constantemente irritado e com sua personalidade pouco desenvolvida. Cade Yeager, vivido por Mark Wahlgerg, também não foi diferente.

Mas como o novo filme parece vir para transformar conceitos, Charlie, interpretada por Hailee Steinfeld, mostra sinais de uma personalidade interessante. A garota não demonstra o ego exagerado de seus antecessores. Alem disso, não parece ser objetificada como as outras personagens femininas da franquia. O público parece finalmente ter alguém com quem se identificar na história.

1- Remete bastante aos Tranformers originais

Talvez a razão mais importante para apostar no filme. É a primeira vez que o filme parece ser feito por pessoas que respeitam a história original de Transformers.

Os últimos filmes foram produzidos como um material de ação repleto de efeitos especiais. Bumblebee parece apostar em outra maneira de lidar com as coisas. O novo diretor é um fã declarado dos personagens. Cresceu brincando com os pequenos robôs e quer apostar na nostalgia para compor o longa. Os detalhes fiéis, a ambientação nos anos 1980 e o respeito com as personalidades prometem entregar ao público a sensação de estar assistindo à uma serie animada, dando aos fãs o live-action que sempre sonharam.

O que você espera do novo Transformers? Comente aqui com a gente!