7 tesouros que ainda não foram descobertos

POR Thamyris Fernandes    EM Mundo Afora      03/09/14 às 23h43

Nem sempre o mundo viveu em função do dinheiro, mas há séculos que essa é nossa mais fulminante realidade. Querendo ou não, nós vivemos em busca de algum tipo de tesouro, como a casa própria, um carro novo, viagens e outros bens de consumo que o fruto de nosso trabalho pode - ou pelo menos deveria poder - nos dar.

Acontece, no entanto, que há muito tempo as pessoas corriam atrás de tesouros reais, milionários, que as histórias contavam estar escondidos em algum lugar desse mundão. Claro que não dá para saber se existiam os famosos "mapas do tesouro", mas que evidências históricas apontam para riquezas que ainda não encontrados, isso sim é verdade!

Confira, na lista abaixo, 7 dessas riquezas que dizem permanecer escondidas até hoje:

1. O tesouro perdido de Napoleão

1

Dizem que ao abandonar a cidade de Moscou, Napoleão Bonaparte levou ouro, objetos de valor e uma coleção de armas. Mas, por causa dos ataques que seu exército sofria, ele foi deixando um pouco de seus ricos pertences pelo caminho. Isso também seria útil na viagem, uma vez que permitira as suas tropas andarem mais rápido.

Muitos foram os que tentaram resgatar esses tesouros, mas quase nada foi encontrado, a não ser alguns objetos, no rio Nara. O restante permanece sumido até hoje. Historiadores suspeitam que as riquezas do imperador francês estejam divididas entre as aldeias Zhernovka e Velisto, os lagos Kasplya, Svaditskoe, Semlevskoe e o distrito Demidov, na região de Smolensk, na Rússia.

2. As riquezas de Sigismundo III

2

Um trem com 923 vagões carregados de mercadorias e objetos de valor foi enviado, em 1604, da Rússia para a Polônia. Essa façanha foi ordenada por Sigismundo III, filho do rei sueco João III, que invadiu as terras russas nessa época e saiu saqueando tudo que poderia ter valor.

Acontece, no entanto, que quase todo o tesouro sumiu, sem deixar rastros, antes de chegar ao destino final. Apesar de ninguém jamais ter descoberto o paradeiro desses objetos, há indícios de que eles estejam nas redondezas de Mojaisk ou Aprelevka, na Rússia.

3. A fortuna de Lima

3

No século 19, as colônias sul-americanas começaram a se cansar do colonialismo e traavaram guerras contra seus colonizadores. Nesse período, no final do domínio da Espanha na região, a Igreja Católica conquistou uma grande fortuna às custas das pessoas consideradas rebeldes e precisava de um local seguro para guardar esse tesouro.

William Thompson e sua tripulação, então, ficaram encarregados de levar toda riquezas, calculada em 300 milhões de dólares, para bem longe das guerras. Mas, os homens acabaram não resistindo à tentação e mataram os guardas católicos, roubando todas as joias.

Assim, o grupo foi parar nas Ilhas Cocos, na Costa Rica, e enterrou o tesouro. A intenção, como é possível imaginar, era buscar os objetos valiosos dias depois. Acontece que eles acabaram capturados e apenas dois integrantes não foram para a forca, sendo obrigados a revelar o lugar secreto em que o tesouro estava.

Mas, nem tudo se resolveu tão fácil assim. William e seu capanga fugiram e nunca mais eles foram vistos no planeta. Nem o tal tesouro, claro.

4. Tesouro do navio Flor do Mar

4

Comandado pelo irmão de Vasco da Gama, o navio português Flor do Mar se tornou famoso ao fazer parte de uma viagem para a Índia, em 1505. Depois de algumas outras missões importantes, a embarcação acabou naufragando, no ano de 1511, em meio a uma tempestade.

A perda para a marinha portuguesa, claro, foi enorme, mas não foi apenas o navio que rendeu prejuízos. Isso porque o Flor do Mar estava carregado de ouro! Dá para imaginar o quanto esse navio foi procurado, não é mesmo? Tudo indica que a fortuna é o tesouro do reino Melaka, que hoje fica na Malásia, e que teria mais de 60 toneladas de ouro!

5. A misteriosa Arca da Aliança

5

O item mais sagrado na Terra para os hebreus, sumiu misteriosamente depois de um ataque dos babilônios à Jerusalém, em 607 a.C (antes de Cristo). Para religião hebraica, a Arca da Aliança original podia produzir Maná, o pão que, segundo a Bíblia, caiu do céu. Além disso, essa arca era cheia de detalhes em ouro e, por incrível que pareça, foi transportada pelo deserto, juntamente com o povo, por 40 anos.

Sobre o sumiço da Arca, há quem diga que os próprios hebreus a esconderam. Outros, no entanto, afirmam que ela foi destruída. Mas, ainda há fiéis que acreditam que Deus a levou para o céu...

6. A espada Kusanagi

6

Conhecida no Japão como Kusanagi-no-Tsurugi, essa espada é considerada uma espécie de "Excalibur" japonesa. Isso porque, sempre que um novo imperador era coroado, a Kusanagi era usada em um ritual específico. Há, inclusive, uma explicação mitológica sobre a espada, que teria sido encontrada no corpo de uma serpente de oito cabeças, decapitada pelo deus japonês Susanoo. Hoje em dia as pessoas precisam se contentar em ver a réplica da arma, porque a verdadeira espada está no fundo do oceano, desde uma batalha no século 12.

7. O tesouro dos Templários

7

Em 1307, o último templário, Jacques de Molay, foi perseguido pelo rei Filipe IV da França, fazendo com que o tesouro que pertencia à "Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão" - fundada na época das Cruzadas, por volta do século 11 - ficasse em segredo para sempre. A ordem, aliás, foi criada com o propósito de proteger os cristãos, que haviam voltaram a fazer a peregrinação a Jerusalém, depois de finalmente conquistar a cidade.

Mas, voltando à história do tesouro, por séculos muita gente o procurou, incluindo reis e outras autoridades por aí, mas nada foi dito sobre terem encontrado a riqueza dos Templários. De acordo com algumas lendas, todo esse tesouro teria sido usado para financiar a independência dos Estados Unidos... pelo menos é o que dizem.

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+