• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 verdades que nunca te contaram sobre os verdadeiros samurais

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      22/11/18 às 17h54

Quando pensamos em samurais logo nos vem na cabeça aquela versão que estamos acostumados a ver nos filmes. Guerreiros muito honrados que defendem seu país acima de tudo. Mas os samurais eram inicialmente servidores do império japonês que tinham que cobrar impostos e administrar as terras do país.

Com o passar do tempo, no Japão feudal, foi atribuído a eles funções militares e eles viraram soldados da aristocracia. E ao contrário do que o cinema nos fez acreditar, os samurais abusavam do poder que lhes era dado. Aqui falamos alguns dos jeitos que esse abuso de poder era feito e algumas coisas que nunca te falaram sobre os samurais.

1 - Teste de espada

Uma prática feita, não só por samurais, mas muitas vezes em seu nome, era o Tameshigiri. Em japonês isso quer dizer corte de teste e ele era feito para testar se a lâmina estava afiada. Quando o comprador da espada era alguém rico ou influente, a lâmina era testada em um criminoso condenado. E dependendo da gravidade de crime, ele perdia um membro ou era cortado ao meio.

2 - Assassinatos por diversão

Uma prática dos samurais era chamada Tsujigiri, que traduzido é matança de encruzilhadas. Ela era feita por aqueles que tinham comprado uma nova arma ou conseguido realizar com proeza uma nova técnica. A prática consistia em eles andarem à noite e testarem a arma ou técnica nova na primeira pessoa que eles encontrassem.

3 - Sem insultos

Os samurais tinham um direito básico conhecido como Kiri-sute gomen. Esse direito permitia a eles que ele pudessem matar qualquer pessoa da classe baixa, caso se sentissem insultados por algum deles. As condições para exercer o direito eram: eles tinham que fazê-lo logo que se sentissem insultados e era necessário uma testemunha.

4 - Mulheres tinham que pagar

Na época dos samurais, o casamento era incomum e quando as mulheres de classes sociais mais baixas queriam se casar com um samurai, o amor era a última coisa requisitada. Elas tinham que pagá-los para ter o privilégio de se tornarem para eles o equivalente a uma serva. E um dos traços mais notados nas esposas dos samurais era a obediência e era esperado que elas fizessem tudo por seu marido.

5 - Suicídio

O seppuku é um ritual de suicídio que os samurais faziam quando, de alguma forma, eles cometiam erros gravíssimos. E esse ritual não era esperado somente do samurai. Para que ele morresse com um pouco de honra, se esperava que a mulher dele também fizesse o rito e se matasse.

6 - Flechas em cachorros

O uso do arco sempre foi muito apreciado pelos samurais, tanto que eles desenvolveram um exercício chamado de inuoumono que era caçar cães a cavalo e atirar neles com flechas. Esse treinamento começou a ficar popular até que, em algum momento, até mesmo os nobres japoneses começaram a fazer por diversão e contar quem conseguia acertar mais cachorros com as flechas. Às vezes, as flechas eram acolchoadas para que não matassem os cachorros.

7 - Sexo

Os samurais, além de poderem matar praticamente quem eles quisessem, poderiam ter relações sexuais com quem quisessem também. No treinamento para se tornar um samurai, os mestres podiam pegar os seus aprendizes como amantes até que eles se tornassem adultos, como uma parte do contrato de fraternidade.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+