8 itens inacreditáveis que foram banidos dos Estados Unidos

POR Thamyris Fernandes    EM Mundo Afora      29/08/14 às 12h12

Conhecido como potência mundial e um exemplo de país a ser seguido (pelo menos é o que dizem por aí), o Estados Unidos, na verdade, deixa muito a desejar em outros quesitos. A legalidade de armas na Terra do Tio Sam, por exemplo, é um dos pontos mais polêmicos que envolvem aquela nação, especialmente pela facilidade de acesso à compra de armamentos nem tão leves assim e pela banalização desses objetos.

Recentemente tivemos como exemplo o caso da garotinha de 9 anos que matou o instrutor de tiro com um disparo acidental da arma que segurava. Foi um descuido, um acidente... mas uma criança de 9 anos precisa mesmo fazer aulas de tiro? Eis a questão!

Aliás, esse e muitos questionamentos ligados ao assunto correram o mundo na última semana e muitos foram os que se assustaram com a imbecilidade do país. Isso porque, não dá para acreditar que armas de fogo são liberadas nesse lugar e que outras coisas banais são proibidas simplesmente por "esporte".

O jornal britânico "Independent" fez uma lista com alguns desses itens inacreditáveis que foram banidos das terras americanas e que são milhares de vezes mais inofensivos que muita coisa que é liberada no país. Confira:

1. Kinder ovo

1

O que parece tão inocente para o resto do mundo, está marginalizado nos Estados Unidos. O chocolate que vem com surpresas, por exemplo, foi proibido no país pela Administração americana de Drogas e Alimentos (FDA na sigla em inglês). A justificativa para isso por de que os brinquedos que vêm dentro do Kinder Ovo podem causar asfixia.

2. Haggis

2

Lá nas "States" também foram proibidas as importações de Haggis, um prato tradicional da Escócia, feitos com tripas de carneiro recheadas com farinha de aveia e outros ingredientes. Quem quiser degustar a iguaria no país, agora precisa prepará-lo em casa... do começo ao final!

3. Barbatanas de tubarão

3

Desde 2011 esse ingrediente usado na cozinha chinesa não entra mais nos Estados Unidos. Os defensores da lei dizem que a venda desse tipo de alimento estava contribuindo com a baixa da espécie nos oceanos. Mas quem consome as barbatanas defende que isso não ajuda em nada, isso porque quando os tubarões são mortos, suas barbatanas são retiradas e descartadas no mar.

4. Nigella Lawson

4

A apresentadora Nigella Lawson, famosa por seus programas de culinária, foi impedida de embarcar em um voo com destino aos Estados Unidos, em abril deste ano, depois que assumiu ter usado cocaína em dois períodos na sua vida.

5. Poster provocante

5

O cartaz do filme "Sin City 2", com a atriz Eva Green em um roupão transparente teria sido proibido nos Estados Unidos por ser considerado muito provocante. No poster, a mulher está segurando um revólver, com as unhas pintadas de vermelho, batom cereja, um anel de diamante e com os seios aparentes.

6. Dicionários

6

Parece até piada, mas os Estados Unidos ainda conservam ações retrógradas como a que aconteceu nesse episódio, em 2010. Nesse ano, a 10ª edição do dicionário Merriam-Webster foi retirada das salas de aula, no Sul da Califórnia, depois que um pai denunciou que as crianças podiam ler a definição do termo "sexo oral" na publicação.

7. Longos jogos de bingo

7

No estado americano da Carolina do Norte, estão proibidos jogos de bingo que se prolonguem por mais de 5 horas. A única exceção é se o jogo estiver acontecendo em uma feira.

8. O desafio do balde gelo

8

Os diplomatas do Departamento de Estado dos Estados Unidos foram proibidos de participarem do famoso desafio do balde de gelo, que consiste em uma campanha filantrópica de apoio à doença esclerose lateral amiotrófica (ELA). Os responsáveis pelo órgão disseram que pessoas em cargos públicos, como embaixadores, não poderiam usar a imagem para fins privados, "não importa quão digna seja a causa".

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+