Curiosidades

9 descobertas científicas bizarras

0

A ciência trouxe foi responsável por descobertas incríveis, que mudaram o curso da história. No entanto, algumas descobertas foram assustadoras.

Você sabia, por exemplo, que objetos podem levitar mesmo com a gravidade terrestre? Então confira a lista com as descobertas cientificas mais assustadoras:

1. A maior parte do universo é energia escura

energia

O universo como o conhecemos, com seus bilhões de estrelas e centenas de bilhões de galáxias, corresponde a apenas 4% do que ele realmente é.

E o restante? De acordo com pesquisas recentes, 23% do universo é composto de matéria escura e os outros 73% é  energia negra.

2. O extraordinário poder da levitação quântica

É possível usar o poder de levitação quântica para fazer todos os tipos de objeto flutuarem e, possivelmente, criar um sistema de trânsito no ar.

Tudo que você precisa é de um ímã e um supercondutor resfriado com nitrogênio líquido. Assista o vídeo abaixo e veja como é possível:

3. Universos paralelos existem

universo

A existência de universos paralelos foi comprovada por meio de experimentos de físicos quânticos de Harvard. Os cientistas conseguiram fazer com que uma partícula ocupassem dois lugares ao mesmo tempo por frações de segundo.

Isso significa que algo pode existir em dois estados, ou dois universos, ao mesmo tempo, abrindo a porta não só para várias versões de nós mesmos em diferentes dimensões, mas também a possibilidade de uma viagem no tempo.

4. Orgasmo cerebral

1

Existe algo chamado Resposta Sensorial Meridiana Autônoma, ASMR, na sigla em inglês. Se trata de uma reação a certos tipos de sons, como sussurros ou “clicks” de caneta.

Para algumas pessoas é como se esses sons causassem um orgasmo no cérebro, caracterizada por uma prazerosa sensação de formigamento em torno da cabeça.

Você quer sentir um orgasmo mental? Então clique aqui!

5. Perus sentem atração pela cabeça das fêmeas

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Em 1963, os cientistas Martin Shein e Edgar Hale da Universidade da Pensilvânia descobriram que um peru macho tenta ansiosamente se acasalar com uma fêmea de peru falsa assim que a vê.

Eles resolveram ir além no experimento e descobrir qual parte do Peru os deixava naquele estado. Os cientistas removeram parte após parte do peru falso e observavam as tentativas de acasalamento.

Por fim, os pesquisadores descobriram que um corpo sem cabeça não provocava a libido dos machos, mas apenas a cabeça do animal fixada em uma vara os animava bastante.

6. Cientistas conseguem se projetar fora do próprio corpo

exper

Você já sentiu que estava flutuando fora do seu próprio corpo? Essa questão tem intrigado cientistas há anos. No entanto, o Dr. Henrik Ehrsson descobriu uma maneira de recriar a misteriosa sensação.

Ele pedia às pessoas que assistissem a um vídeo 3D com a imagem da parte de trás de suas próprias cabeças, enquanto as acariciava com um bastão.

A sensação de desorientação fez com que as pessoas se sentissem como se estivessem olhando para si mesmos a partir do local em que estava a câmera.

Essa descoberta pode ajudar a criar jogos mais realistas e também criar novas maneiras de se realizar cirurgias, desde que alguém possa ser capaz de controlar remotamente uma versão virtual de si mesmo na sala de cirurgia.

7. Os arenques se comunicam por peidos

arenques

Os cientistas do Reino Unido e Canadá trabalharam juntos para fazer uma surpreendente descoberta. O arenque , um tipo de peixe típico de águas temperadas rasas pode usar os próprios peidos para se comunicar.

Os pequenos peixes libertaram um som de 22 kHz, seguido por um fluxo de bolhas de ar, a partir de seu ânus. Este som e o sinal que vem depois não são liberados devido ao medo ou a alimentação, mas para ser detectado por outro arenque.

Eles tendem a peidar na escuridão quando não há outro arenque nas proximidades.

8. Monstro-de-gila reduz a vontade de comer chocolate

gila

Pesquisadores da Academia Sahlgrenska na Universidade de Gotemburgo descobriram que uma substância encontrada na saliva do Monstro-de-gila, reduz o desejo por chocolate, doces, e alimentos em geral.

Os pesquisadores estavam estudando a utilização da substância em ratos para ajudar a controlar diabetes. A saliva parece estimular as regiões do cérebro responsáveis pela “recompensa” e “motivação, reduzindo a fome e o impulso de comer demais.

9. Viajar mais rápido que aluz pode ser possível

star

Em Star Trek a dobra espacial, ou “warp drive”, é uma forma de propulsão mais rápida do que a luz. Parece realmente coisa de ficção, mas pesquisas apontam que a dobra espacial pode ser possível na vida real.

O físico Harold Branco apresentou uma tese de 1994 de Miguel Alcubierre sobre a movimentação da urdidura. O estudo pode provar que é possível viajar mais rápido que a luz, a NASA iniciou novos estudos sobre o assunto recentemente.

Conheça os 10 animais mais perigosos do planeta

Matéria anterior

O que é a dengue? Qual o risco de morrer da doença?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos