Curiosidades

9 versões do Chevrolet Corsa que não existiram no Braisl

0

Carros são veículos motorizados com rodas, que são usados para o transporte. Os carros se popularizaram em um nível global no século XX, e as economias foram desenvolvidas com bastante dependência deles. E foi em 1886, que o nascimento do carro moderno aconteceu. Foi nesse ano, que Karl Benz patenteou seu Benz Patent-Motorwagen.

Um dos primeiros carros, que foram acessíveis às massas, foi o 1908 Model T, que foi um carro americano, fabricado pela Ford Motor Company. Desde que os carros começaram a ficar mais acessíveis à população, determinados modelos começaram a cair mais no gosto do público.

O Chevrolet Corsa é um desses modelos mais queridos do mercado nacional. Mas em 2012 esse modelo foi descontinuado no Brasil. Ou talvez em 2015 se levarmos em consideração o Classic. Na Europa o modelo foi renovado recentemente e continua firme e forte.

Mesmo que já se tenha uma década quase sem o modelo no Brasil, já existiram alguns modelos que nunca foram comercializados em território nacional. Mostramos alguns deles aqui.

1 – Corsa E

Em 2012, o Corsa foi substituído pelo Agile aqui no Brasil. Mas na Europa ele já estava uma geração à frente. O modelo chamado de Corsa E usava a plataforma do Fiat Punto e foi o modelo que durou mais tempo, de 2006 a 2019. Ela foi a primeira e única geração esportiva do Corsa tendo uma versão OPC.

2 – Corsa F

Esse Corsa F nunca chegou ao Brasil, mas os consumidores podem ter uma noção por causa do Peugeot 208. Esse modelo compartilha com o Peugeot sua plataforma e motores. Uma grande inovação do modelo para 2020 é sua versão 100% elétrica.

3 – Corsa Canvas Top

Esse modelo foi criado na geração B do Corsa, que foi a primeira no Brasil. Essa versão era um modelo quase conversível feito pela Opel. O teto solar desse Corsa ia até a sua traseira. O modelo era vendido somente no modelo de duas portas.

4 – Chevy C2

Esse carro foi uma tentativa, bem estranha, de reestilizar o Corsa B feita no México. Ela foi comercializada entre 2004 e 2009 e tinha  faróis redondos e lanternas traseiras com três bolhas. Ele era vendido em duas versões, na sedã e hatch de duas ou quatro portas.

5 – Corsa GSi

A versão hatch desse modelo chegou a ser comercializada no Brasil. Mas a versão esportiva dele nunca chegou em terras nacionais porque já tínhamos aqui o Corsa C. Na Europa, esse modelo chegou a ter uma outra geração com um motor 1.8 EcoTec.

6 – Buick Sail

Nos EUA, essa marca fica entre a Chevrolet e a Cadillac. Mas na China, ela era a empresa responsável por vender o Corsa. Lá, ele era vendido nas versões sedã e perua. Ele tinha o câmbio automático e acabamento interno em um tecido bege que imitava madeira.

7 – Combo

Esse Opel Combo teve duas gerações como sendo derivadas do Corsa. Ele foi comercializado entre 1993 a 2001 e se baseou no Corsa B. Mas ele tinha a dianteira e interior iguais aos do Corsa. Nos anos de 2001 a 2011 o carro já estava na geração C e já era mais um furgão tradicional, mas ainda tinha a dianteira do Corsa.

8 – Corsavan

No Brasil não existe o costume das montadoras fazerem versões de carga baseado nos modelos hatches. Mas na Europa, isso é bem comum. Esse modelo é um variante das gerações C, D e E do Corsa. O Corsavan é basicamente um Corsa de duas portas que tem os vidros de trás substituídos por metal. E a segunda fileira dos bancos também foi retirada desse modelo.

9 – Holden Barina Cabrio

O Corsa conversível já existiu, e os únicos países que tiveram o modelo foram Reino Unido e Austrália. Esse modelo foi feito, baseado no Corsa B de duas portas. O carro tinha seu teto removido e laterais depois que a porta foi substituída por tecido.

Conheça o iate mais sofisticado do mundo, que não gera poluição e é diferente de tudo que já vimos

Matéria anterior

A Antártida atingiu a maior temperatura registrada da história

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.