Curiosidades

A história do homem que queria espalhar o coronavírus

0
2009 Brian Judd This 2009 photograph captured a sneeze in progress, revealing the plume of salivary droplets as they are expelled in a large cone-shaped array from this man’s open mouth, thereby, dramatically illustrating the reason one needs to cover hios/her mouth when coughing, or sneezing, in order to protect others from germ exposure. How Germs Spread

Illnesses like the flu (influenza) and colds are caused by viruses that infect the nose, throat, and lungs. The flu and colds usually spread from person to person when an infected person coughs or sneezes.

How to Help Stop the Spread of Germs

Take care to:

- Cover your mouth and nose when you sneeze or cough

- Clean your hands often

- Avoid touching your eyes, nose or mouth

- Stay home when you are sick and check with a health care provider when needed

- Practice other good health habits.

No Japão, uma mulher foi infectada por um homem, que queria espalhar o coronavírus. De acordo com relatos, o cidadão esteve em dois bares. E por conta de sua presença, um deles precisou ser todo higienizado.

Segundo a Fox News dos Estados Unidos, na província japonesa de Aichi, um homem, de 50 anos, infectado pelo coronavírus, contou às autoridades locais que “queria espalhar o vírus“. Depois de alguns dias, uma mulher, que estava no mesmo pub que ele, testou positivo para o covid-19.

Ele pode ter infectado muito mais pessoas

O cidadão, que teria contaminado a mulher com o coronavírus, passou por um teste para detectar a doença no dia 4 de março. Depois que o resultado saiu, foi revelado que ele tem a enfermidade. O homem esteve em dois bares na cidade japonesa, que fica a 320 quilômetros, a sudoeste de Tóquio. No segundo bar, o indivíduo contou a um funcionário que estava doente e que planejava infectar as pessoas. Por isso, ele intencionalmente tocou uma mulher ao colocar o braço sobre ela. Além de ainda ter cantado no karaokê, naquela noite.

Contudo, ao descobrir o plano do homem, o estabelecimento o denunciou para a polícia e a um centro de saúde. Depois disso, a casa noturna foi revistada pela polícia, que chegou com equipamentos de proteção. Logo depois, o local precisou ser desinfectado. Ainda não se sabe ao certo, com quantas pessoas o homem teve contato naquela noite. Ou ainda, porque ele queria transmitir a doença. De toda forma, pode ser que nunca saibamos a resposta para essas perguntas. Isso porque, o homem morreu, alguns dias após suas tentativas de infectar outras pessoas.

Além do motivo, uma outra pergunta ainda não foi respondida. Afinal, por que o homem não estava em quarentena? Como boa parte dos casos do Covid-19, segundo relatos, ele estava assintomático quando estava bebendo no bar. Dessa forma, ele só fez o teste para a condição, porque seus pais tinham sido infectados. Assim, ele não estava isolado porque a enfermaria local estava supostamente cheia. Por isso, eles pediram que o paciente voltasse para casa e se autoisolasse. No entanto, não foi isso que ele fez.

Uma história parecida aconteceu no Brasil

Recentemente, uma outra história parecida chamou a atenção no Brasil. Na cidade de Curitiba, no Paraná, um homem, de 24 anos, foi preso por organizar um evento no Facebook para espalhar o coronavírus. No entanto, o evento “Lotar o Largo, Pra Pegar Corona e Eliminar a Humanidade” nunca vai acontecer. Tudo porque o homem foi preso, após a criação do evento.

Na descrição do evento, era possível ver regras de seria “proibido” levar álcool em gel e lenços. Além disso, também é escrito que eles lavariam as mãos como “Corote”. Dessa forma, o encontro sugerido aconteceria no Largo da Ordem, na cidade de Curitiba. Contudo, vale lembrar que o Governo Federal autorizou o uso da força policial contra quem descumprisse as medidas de combate ao coronavírus.

De acordo com o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, as pessoas que comparecerem ao evento, serão enquadradas como criminosas. Além disso, podem pegar de um mês a um ano de prisão, mais multa e detenção de quinze dias a seis meses.

O que acontece se um astronauta ficar doente no espaço?

Matéria anterior

Nova pesquisa confirma que oxigênio da Terra é diferente do da Lua

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar