Curiosidades

Arqueólogo descobre lugar exato onde João Batista foi condenado

0

A arqueologia é a ciência responsável por estudar culturas e civilizações do passado. E através das descobertas arqueológicas, vestígios de antigas sociedades e culturas são descobertos. E assim, conseguimos compreender melhor como viveu determinado povo, quais eram seus hábitos e costumes. E até mesmo, o que levou ao seu fim.

Ao longo de nossa história, arqueólogos realizaram inúmeras descobertas, que mudaram a forma como vemos nossa própria história. E outras que confirmam o que já se era sabido e esperado. Agora, os arqueólogos dizem ter encontrado o local onde  João Batista, um pregador itinerante que previu a vinda de Jesus, foi condenado à morte, em meados de 29 a.C.

Tanto a bíblia, como o antigo escritor Flávio José, descrevem como o rei Herodes Antipas, filho do rei Herodes, executou João Batista. O escritor especificou que a execução foi feita em Maquiaéreos, que é um forte perto do mar morto na atual Jordânia.

Execução

A execução foi feita porque Herodes Antipas tinha medo que a crescente influência de João Batista com a população aumentasse. Flávio disse que foi por isso que o homem foi executado. No entanto, a bíblia conta isso de forma mais elaborada. O livro sagrado diz que Herodes Antipas mandou executar João Batista, em troca de uma dança.

Na bíblia, Herodes Antipas estava prestes a se casar com uma mulher chamada Herodias, e os dois eram divorciados. E esse foi o fato que João Batista se opôs. No casamento, a filha de Herodias, Salomé, fez uma dama, que encantou Herodes, tanto que ele prometeu à menina tudo o que ela quisesse como recompensa.

Então, Salomé, instigada por sua mãe, pediu a cabeça de João Batista. O rei estava relutante em conceder o pedido à jovem, como conta a bíblia. Contudo, ele resolveu cumprir o desejo de Salomé e trouxe a cabeça de João Batista em uma bandeja.

Descoberta

 

De acordo com Győző Vörös, diretor de um projeto chamado Escavações e Pesquisas de Maquiaéreos no Mar Morto, o pátio que foi descoberto em Maquiaéreos é provavelmente o lugar onde a dança de Salomé foi feita. E também onde Herodes Antipas decidiu decapitar João Batista.

Esse pátio, segundo Vörös,  tem um nicho em forma de apsidal. Coisa que, provavelmente, são os restos do trono onde Herodes Antipas se sentou.

Depois que o rei Herodes morreu o seu reino foi dividido entre seus filhos. E Herodes Antipas controlava um reino que incluía a Galileia e parte da jordânia. E, às vezes, ele controlava todo seu reino de Maquiaéreos.

Pátio

 

Esse pátio foi descoberto em 1980. No entanto, os arqueólogos não reconheciam o nicho como sendo parte do trono de Herodes Antipas até agora. E justamente a presença do trono ao lado do pátio faz com que as conclusões sobre a pista de dança fiquem ainda mais conclusivas, como aponta Vörös.

Uma equipe arqueológica está reconstruindo o pátio e já publicou imagens no livro “Arqueologia da Terra Santa em ambos os lados: Ensaios Arqueológicos em Honra de Eugenio Alliata” (traduzido, Fondazione Terra Santa, 2020) para mostrar como era na época da execução de João Batista.

10 pessoas mais ricas, por país, segundo a Forbes

Matéria anterior

O dia em que Malcolm X e Martin Luther King se encontraram pela primeira vez

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.