As 10 mortes mais dramáticas de Harry Potter

POR A redação    EM Curiosidades      08/09/15 às 19h36

Ao longo das milhares de páginas dos livros de "Harry Potter" e horas de suas adaptações para o cinema, os sinos fúnebres tocaram constantemente. O primeiro apelido de Harry foi "O Menino Que Sobreviveu." Onde Harry vai, a morte tende a segui-lo.

Considerando o número extremamente elevado de mortes em "Harry Potter" (76) e nosso investimento emocional durante a série, parece apropriado listar algumas mortes que ocorreram na saga e causaram uma verdadeira devastação emocional nos fãs.

Até maio 2015, os livros já tinham vendido mais de 450 milhões de cópias em todo o mundo, tornando-se a série de livros mais vendida na história. As obras foram traduzidos para 73 línguas. A popularidade de "Harry Potter" é tão grande que o último livro vendeu 11 milhões de cópias nos Estados Unidos nas primeiras 24 horas de seu lançamento.

Veja agora quais foram as mortes mais dramáticas de 'Harry Potter':

Helena Ravenclaw

10

Livro: Antes da existência Harry Potter

Como ela morreu: Morta pelo Barão Sangrento.

Morte: Helena Ravenclaw, fundadora da Corvinal morreu bem antes da existência de Harry Potter. Depois de roubar a diadema de sua mãe e fugir para a Albânia, a mãe enviou o Barão Sangrento atrás de Helena. Não é nenhum segredo que o Barão estava profundamente apaixonado por Helena e que ele foi o responsável por sua morte. Ele a matou quando ela se recusou a voltar para casa com ele.

Edwiges

11

Livro: As Relíquias da Morte

Como ela morreu: Maldição da Morte

Morte: Edwiges foi era um lembrete do mundo mágico nos verões em que Harry Potter passava com os Dursley. Ela era sua companheira constante e era leal a Harry. Ela morreu protegendo-o de Comensais da Morte na noite em que eles mudaram Harry para outro abrigo.

Tonks

12

Livro: As Relíquias da Morte

Como ela morreu: Duelo contra Bellatrix

Morte: Todos aqueles que leram os livros eram muito mais ligados a Tonks que o personagem nos filmes, e isso é simplesmente um resultado do tempo de tela. Tonks era uma mistura de positividade e feroz lealdade à Ordem, que se tornou sua família. Ela transformou Remo em um marido e um pai e foi embora de coração partido ao saber que sua família de sangue foi a razão da sua morte. Ela foi morta por sua própria tia, Bellatrix, durante a batalha de Hogwarts, deixando para trás seu filho, Teddy.

Murta que geme

13

Livro: Antes de Harry em Hogwarts

Como ela morreu: Um olhar mortal de um Basilisco

Morte: Ela realmente não teve uma boa passagem em Hogwarts. Ela era alvo de bullying e, um basilisco a matou. Entretanto, a Murta que Geme provou-se na vida após a morte. Ela enfrentou uma das criaturas mais mortais que vagueiam em Hogwarts e ela foi morta por ordem de Voldemort que transformou seu diário em sua primeira horcrux. Sua morte ainda assombra a escola (literalmente) e todo mundo se lembra do dia fatídico que seu corpo foi descoberto no banheiro feminino do primeiro andar da escola.

Remo Lupin

14

Livro: As Relíquias da Morte

Como ele morreu: Morto por Antonin Dolohov

Morte: a morte de Remo foi um choque pois ele era um bruxo tão talentoso e ele claramente mostrou um espírito de luta mais que o de Dolohov. Recentemente casado com Tonks, que lhe deu um filho, ele tinha uma família para proteger e muito para viver. Lupin foi um dos personagens mais bem fundamentados e desde a sua primeira aparição no 'Prisioneiro de Azkaban', ele foi uma figura paterna para Harry.

Fred Weasley

15

Livro: As Relíquias da Morte

Como ele morreu: Em uma explosão na Batalha de Hogwarts

Morte: JK matou o Weasley errado e, embora a morte de Fred não fosse excessivamente dramática, porque ele não foi assassinado diretamente com a maldição da morte, a reação de seu irmão que tornou tudo memorável. Na verdade, a reação de cada Weasley que fez a morte de Fred ser tão dramático e emocional, exceto Percy.

Lílian e Tiago Potter

16

Livro: Antes de Harry em Hogwarts

Como eles morreram: Maldição da Morte de Lord Voldemort

Morte: O casal foi perseguido e assassinado por Lord Voldemort. Com se não bastasse, suas mortes foram o resultado de um amigo desleal. Em uma tentativa de erradicar toda as ameaças, Voldemort foi capaz de matá-los com o auxílio de Pettigrew, um dos amigos mais próximos do casal. Ele revelou a localização do casal que foi morto brutalmente.

Alastor Moody

17

Livro: As Relíquias da Morte

Como ele morreu: Maldição da Morte

Morte: a morte de Moody foi inesperada por causa de sua experiência como um auror e seus talentos na luta contra bruxos das trevas. Sua morte foi um choque, pois foi neste momento em que nós percebemos que ninguém estava a salvo na saga.

Sirius Black

18

Livro: A Ordem da Fênix

Como ele morreu: Maldição da Morte de Bellatrix

Morte: Sirius foi ajudar Harry no Ministério da Magia e acabou confundido ele com James o que foi excepcionalmente comovente. Sirius tinha sobrevivido doze anos em Azkaban e foi morto por um membro de sua própria família. Ele também enfatizou a diferença entre ele e Bellatrix, bem como o ódio que ela sentia por ele.

Albus Dumbledore

19

Livro: O Enigma do Príncipe

Como ele morreu: Maldição da Morte de Snape

Morte: Embora a morte de Dumbledore tenha sido necessária, foi um choque quando Snape foi revelado como o assassino - mesmo ele sendo pré-selecionado para realizar esse ato. Albus foi o único bruxo que Voldemort verdadeiramente temia e todos sabiam que ele ia estar lá para proteger Harry até o fim.

Foram 76 mortes durante a saga Harry Potter. Qual você achou a mais dramática?

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+