Assista imagens inéditas de testes de bomba atômica feitos em 1955

POR Fabiana Souza    EM Ciência e Tecnologia      02/10/15 às 17h30

Os efeitos de uma bomba atômica são a explosão de energia térmica (calor), liberação de radiação (raios-X, gama, nêutrons) e o pulso eletromagnético. Em relação aos efeitos térmicos da bomba, estes são muito semelhantes aos dos explosivos convencionais de alta potência. A principal diferença é a capacidade de liberar uma quantidade imensamente maior de energia de uma só vez.

O dano produzido pelas três formas iniciais de energia liberada (calor, pulso eletromagnético e radiação) difere de acordo com o tamanho da arma. Devido ao imenso poder militar que esse tipo de armamento pode conferir a quem o possui, o controle político das armas nucleares tem sido uma questão chave desde que elas existem; na maioria dos países o uso da força nuclear só pode ser autorizado pelo chefe de governo ou chefe de Estado.

Contudo, o site Atom Central divulgou nos últimos dias gravações inéditas de testes de bomba atômica realizados em 1955. As imagens mostram a Operação Teapot, um projeto de pesquisa sobre armas nucleares dos Estados Unidos. Ao fim da operação foram lançadas no total cerca de 14 bombas, no deserto de Nevada. O interessante da história é que nessa época o Brasil participava de acordos políticos secretos de corrupção. Uma prova disso é que o balneário de Guarapari, no Espirito Santo, abasteceu o programa nuclear americano por muito tempo.

O estado foi escolhido por conter uma areia monazítica, cheia de elementos radioativos. Essa areia ajudou na produção das bombas, acelerando o processo durante o período da Guerra Fria. O transportação desses elementos durou mais de 15 anos. Com isso, veja as imagens das explosões testadas pelo projeto em 1955: (Gizmodo, GazetaOnline)

Hiroshima e Nagasaki

Os bombardeamentos atômicos das cidades de Hiroshima e Nagasaki foram dois bombardeios realizados pelos Estados Unidos contra o Império do Japão durante os estágios finais da Segunda Guerra Mundial, em agosto de 1945. Foi o primeiro e único momento na história em que armas nucleares foram usadas em guerra e contra alvos civis.

A bomba apelidada de "Little Boy" (garotinho), lançada em Hiroshima, funcionava como um revólver gigante. Dentro dela havia duas cargas de urânio-235 (urânio altamente enriquecido) nas pontas opostas de um cilindro. Um explosivo funcionava como gatilho e lançava uma carga contra a outra, fazendo com que os átomos se chocassem e tivessem seus núcleos quebrados. O resultado deste choque foi uma imensa carga de energia e radiação.

Na "Fat Man" (gordo, em português), lançada sobre Nagasaki, a carga explosiva era o plutônio. E o sistema de acionamento era outro: o material ficava em uma cavidade no centro da bomba. Esse espaço era cercado por explosivos que ao explodirem comprimiam o plutônio.?Isso fez com que os átomos se chocassem e quebrassem seus núcleos -- o resultado também é energia e radiação avassaladoras.

Confira o vídeo do site History, mostrando o antes, durante e depois da bomba:

Fabiana Souza
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+