Astrônomos filmaram dois jatos saindo de um buraco negro a 80% da velocidade da luz
Tempo de leitura:2 Minutos, 45 Segundos

Astrônomos filmaram dois jatos saindo de um buraco negro a 80% da velocidade da luz

Em termos técnicos, um buraco negro pode ser definido como uma região do espaço da qual absolutamente nada é capaz de escapar, nem mesmo partículas que se movimentam na velocidade da luz. Ao longo dos anos, esses objetos vêm chamando nossa atenção e mais ainda, alimentando nossa imaginação. Mas a grande verdade é que, quando se refere ao assunto, ainda temos muito mais perguntas do que respostas.

E surpresas envolvendo os buracos negros sempre são feitas. Uma equipe internacional de astrônomos detectou dois jatos de gás saindo de um buraco negro com uma velocidade incrível. Eles estavam a aproximadamente 80% da velocidade da luz.

O buraco negro que aconteceu esse fenômeno está a mais ou menos 10 mil anos-luz de distância da nossa galáxia. Ele também tem uma companheira estelar com aproximadamente a metade da massa do nosso sol.

Além disso, o próprio buraco negro tem uma massa estelar. E isso quer dizer que ele se formou depois de um colapso de uma estrela e, se comparado a outros buracos negros supermassivos, é “pequeno”. O buraco negro que teve os jato expelidos tem cerca de oito vezes a massa do sol. Em comparação ao buraco negro do centro da Via Láctea, que é quatro milhões de vezes maior que o sol.

A equipe de astrônomos foi liderada pelos pesquisadores da Universidade Paris-Saclay, da França, e da Universidade de Iowa, nos EUA. Eles usaram o Observatório de Raios-X Chandra, da NASA, e fizeram quatro observações entre 2018 e 2019. Nisso, eles registraram os jatos que disparavam do centro do objeto e batiam diretamente na matéria que o circundava.

Jatos

Os buracos negros, como todos sabem, engolem tudo aquilo que chega muito perto deles. Ou quase tudo. O horizonte de eventos é a fronteira ao redor do buraco negro que marca o limite em que nada, nem mesmo a luz, pode escapar da gravidade do buraco negro. Cruzar essa linha é o ponto final.

Mas alguns buracos negros têm estrelas que os acompanham e orbitam nas suas proximidades. E a medida que o gás quente dessas estrelas é puxado para dentro do buraco, parte dele é “cuspida” para fora na forma de jatos.

Os jatos que foram observados recentemente têm direções opostas. Mas os dois se movem para longe do buraco negro, um indo para o norte e o outro para o sul.

Pegando a perspectiva da Terra, o jato que vai para o norte parece se mover a 60% da velocidade da luz. E o que vai para o sul viaja a 160% da velocidade da luz. Mas isso é obviamente impossível, porque nada viaja mais rápido do que a luz no universo.

Esse resultado é fruto de uma ilusão de ótica. Isso porque o jato que vai para o sul está apontado na nossa direção, e quando ele viaja na direção da nossa linha de visão e perto da velocidade da luz, ele parece ser mais rápido do que realmente é. E com o jato, que vai em direção ao norte, acontece o oposto. Ele parece estar indo mais devagar.

A realidade é que os dois jatos estão viajando a uma velocidade maior de aproximadamente 80% a da luz. E isso, por si só, já é muito impressionante.