Notícias

Avião da Gol precisa arremeter para evitar colisão com aeronave da Latam

0

Um avião da Gol que se aproximava do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, precisou arremeter na manhã desta segunda-feira (18). Isso ocorreu para evitar colisão com uma aeronave da Latam que estava na pista e se preparava para levantar o voo.

As imagens registradas por sistemas privados de navegação aeronáutica registraram o momento de aproximação das duas aeronaves, por volta das 9h54. Vale lembrar que a arremetida é um procedimento normal e seguro na aviação.

Os voos envolvidos no incidente são os LA3610, da Latam, com destino a São José do Rio Preto, e o G1209, da Gol, que vinha de Porto Alegre.

De acordo com matéria do G1, a responsabilidade sobre os pousos e decolagens em Congonhas é do controle de tráfego aéreo – a cargo do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), órgão ligado à Aeronáutica. O controlador é quem autoriza cada aeronave a pousar ou a decolar, e monitora a aproximação de aviões no entorno do aeroporto.

Pronunciamento das empresas

Foto: Roberto Casimiro/ Estadão Conteúdo

Através de nota, a GOL confirmou que o voo 1209 “efetuou uma arremetida durante o seu processo de aterrissagem em São Paulo devido à presença de aeronave de uma companhia congênere na pista”. A empresa acrescentou que “todo o procedimento seguiu os mais rígidos protocolos de Segurança, valor número 1 da Companhia”.

De acordo com a empresa, “depois de liberada a pista, a aeronave retomou sua posição e pousou em Segurança às 10h05, hora local”.

Já a Latam afirmou , por meio de nota, que “não registrou nenhuma irregularidade na sua operação no voo LA3610 (São Paulo-Congonhas / São José do Rio Preto) e em nenhum outro voo nesta segunda-feira (18)”.

Aeronáutica vai apurar incidente envolvendo avião da Gol e aeronave da Latam

Foto: Divulgação/ CNN

O Comando da Aeronáutica disse que irá abrir uma investigação sobre a arremetida realizada pelo avião da Gol.

“O fato desta segunda-feira (18), ocorrido às 9h54 no Aeroporto de Congonhas, está sendo apurado pelo Comando da Aeronáutica”, informou o órgão.

Ainda segundo a nota, repercutida pelo G1, “a arremetida é um procedimento seguro e previsto, realizado quando necessário. Consiste em uma ação na qual os pilotos interrompem a trajetória de descida em direção a uma determinada pista, com a finalidade de manter a segurança da operação da aeronave. Essa manobra é sempre uma opção segura em caso de meteorologia adversa, determinados fatores operacionais, ocorrência de imprevistos, etc. Ela pode ser iniciada por decisão da tripulação ou por solicitação do controle de tráfego aéreo”.

Outros casos de arremate de avião

Foto: Divulgação

Em 2021, a campeã do Big Brother Brasil 21, Juliette Freire, disse que o avião no qual ela e sua equipe viajavam precisou arremeter duas vezes. O relato deixou vários fãs da artista preocupados.

Outro caso que também chamou a atenção aconteceu no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. O momento foi registrado pelo Globocop em outubro de 2021.

De acordo com os pilotos, a manobra de arremeter um avião para evitar a aterrissagem pode acontecer por diversos fatores. Eles podem ser operacionais, meteorológicos ou questões de fluxo do tráfego aéreo.

Os pilotos reforçam que o procedimento faz parte dos treinamentos para que o comandante do avião tenha conhecimento da manobra caso ela seja necessária.

“Os parâmetros de voo precisam estar totalmente estabilizados durante toda a aproximação, principalmente na parte final do voo, para que o piloto realize a manobra de pouso. Dessa forma, as empresas adotam como prática padrão de que, se a aproximação não estiver estabilizada, a arremetida é um procedimento mandatório. Ou seja, executa a arremetida, tenta de novo e faz uma nova aproximação”, disse o comandante Eduardo Antunes, diretor de segurança de voo do Sindicato Nacional dos Aeronautas, ao G1 em 2021.

“Não me recordo de nenhum acidente relacionado com arremetida, ao menos recentemente, muito menos na nossa aviação comercial brasileira”, conta Antunes. “É muito mais seguro conduzir uma arremetida do que você prosseguir em uma aproximação e posterior pouso com uma aeronave que não esteja dentro dos parâmetros adequados”, disse Antunes.

Fonte: G1

Ricky Martin comparecerá a tribunal de Porto Rico devido a ordem de restrição

Artigo anterior

Calor extremo no Reino Unido danifica pistas de pouso

Próximo artigo

Comentários

Comentários não permitido