Curiosidades

Calígula: assassino e depravado ou vítima da História? Essa e mais 3 perguntas

0

A Roma Antiga teve vários imperadores excêntricos, digamos assim. Mas nenhum deles chegou aos níveis de Calígula, que ficou conhecido como o imperador mais louco. Ele ficou conhecido por suas orgias obscenas, por ter feito sexo com suas irmãs e por ser um torturador sádico.

No entanto, muito do que se pensa e sabe a respeito de Calígula vem de relatos, tanto antigo como modernos, baseados na imaginação de alguns autores, o que não é realmente um registro histórico. Mas uma coisa se pode dizer, em apenas 28 anos, ele experimentou vários altos e baixos bastante significativos.

Calígula era o filho mais novo de Germânico, a estrela em ascensão da dinastia imperial e parte de uma família reverenciada. O pai de Calígula era sobrinho e filho adotivo do imperador Tibério, sucessor de Augusto, fundador do Império Romano e seu primeiro imperador.

Por ser o caçula, Calígula era o queridinho da família e mimado. Prova disso é que o nome Calígula significa “botinhas” em português e foi dado a ele pelos soldados quando Germânico apareceu com o filho na frente deles vestido como um legionário romano em miniatura.

Contudo, esse sonho da infância de Calígula acabou quando seu pai contraiu malária no Egito e morreu na província da Síria. Germânico morreu acreditando até o último instante que tinha sido envenenado.

A cerimônia fúnebre foi cheia por toda população de Roma. No entanto, o imperador Tibério não estava presente. Isso porque os filhos filhos de Germânico eram possíveis sucessores ao trono e isso fazia com que a família fosse uma ameaça ao seu número dois, o sinistro Sejano, que tinha suas próprias ambições.

Nessa época, Tibério já estava mais velho e tinha deixado grande parte do governo de Roma nas mãos de Sejano. Mas ele não poderia fazer nada contra os rivais enquanto a protetora deles, Lívia, mãe de Tibério, estivesse viva.

De perseguido ao trono

BBC

Em 29 d.C., Lívia morreu e a mãe de Calígula e seus dois irmãos mais velhos foram presos. Com isso, a mãe foi açoitada tão violentamente que perdeu um olho e um pouco depois morreu, ou foi morta, no exílio. O irmão de Calígula, Druso, passou tanta fome que chegou a tentar comer parte do seu colchão na prisão. E seu outro irmão evitou ser preso cometendo suicídio.

Calígula só não foi atacado por Sejano porque ele foi executado antes disso, quando Tibério percebeu a traição do subordinado. Como Calígula tinha sido o único sobrevivente de Germânico, ele foi nomeado herdeiro imperial e ordenado a viver com Tibério em Capri.

Contudo, os seis anos seguintes foram puxados para Calígula. De acordo com o biógrafo Suetônio, ele era vigiado dia e noite em busca de sinais de insatisfação ou indícios de deslealdade.

E o volátil imperador poderia nomear um sucessor diferente, mesmo quando estava morrendo. Isso significaria a morte certa para Calígula. No entanto, em 37 d.C., quando Tibério faleceu, Calígula passou, literalmente da noite para o dia, da condição de quase refém a soberano oficial de Roma.

A volta dele à capital do Império foi recebida com grande entusiasmo. Mas logo ele teve um colapso nervoso. Esse colapso deixou Calígula acamado e delirante. E segundo biógrafos, quando se levantou de seu leito de doente, ele estava louco. Por isso algumas perguntas são feitas sobre esse imperador.

Calígula realmente nomeou seu cavalo cônsul?

BBC

Calígula tinha um cavalo de corrida preferido, chamado Incitatus. O animal era alimentado regularmente com iguarias e o imperador teria até feito um estábulo de mármore para ele. Além disso, os soldados tinham que silenciar a vizinhança enquanto o cavalo dormia.

Quem disse que o imperador tinha planos de tornar o cavalo cônsul foi Suetônio. Mas na realidade isso não aconteceu. O que pode ter acontecido é de Calígula ter brincado que até seu cavalo seria um cônsul melhor do que os então ocupantes do cargo.

Ele declarou guerra ao mar?

BBC

Esse fato é discutível. Segundo a história, Calígula liderou uma campanha malsucedida contra a Grã-Bretanha, que chegou às costas da Gália antes de ser abortada.

Então, como era impensável voltar para Roma sem uma vitória, o imperador declarou guerra a Netuno, deus do mar. Além disso, ordenou que as ondas do mar fossem chicoteadas. E seus soldados receberam ordens de coletar conchas como prêmio de guerra.

Calígula foi tão mau quanto se pensa?

BBC

Geralmente, as pessoas só ouvem o que querem ouvir. E atualmente esse conceito tem um nome mais científico: viés de confirmação. Graças a Suetônio, esse viés de confirmação moldou a visão das pessoas de Calígula.

Por que ele cometeu suas atrocidades? Porque estava louco. Como sabemos que estava louco? Porque ele cometeu atrocidades.

Quando se quebra esse viés de confirmação, outros motivos vêm à tona e a história que aparece é uma disputa pelo poder político, uma coisa bem mundana.

Fonte: BBC

Imagens: BBC

Homem foge com amante para ‘salvar órfãos’ e abandona filhos

Previous article

Como era a vida sexual dos dinossauros?

Next article

Comments

Comments are closed.