Cantor com a voz mais profunda do mundo alcança notas que o ouvido não consegue detectar
Tempo de leitura:2 Minutos, 57 Segundos

Cantor com a voz mais profunda do mundo alcança notas que o ouvido não consegue detectar

O cantor americano Tim Storms é diferente de todos os profissionais da área que conhecemos. Goste ou não, é a pura verdade. Você até pode ter seus ídolos, e todos podem possuir algo de sensacional. Mas nenhum deve ser comparado a Storms – e, aqueles que tentam estabelecer uma mera comparação, acabam provocando, sem mesmo perceber, uma injustiça. E sabe por que?

Bom, para responder a pergunta, poderíamos apresentar uma série de justificativas. Mas não vamos fazer isso. Não vamos florear, afinal, seria até pecado. Então, vamos direto ao ponto: Storms é o único cantor do mundo que detém um título do Guinness Records, pois o profissional, além de alavancar a “nota mais grave do mundo já produzida por um ser humano”, é capaz de evocar o “alcance vocal mais amplo já visto”.

O cantor

Tim Storms sempre teve uma voz muito profunda – sim, não há melhor palavra para definir a potência vocal do profissional. O cantor descobriu o que era capaz de fazer aos oito anos, quando ouviu um grupo cristão cantando. Em tal ocasião, Storms percebeu que podia acompanhar o grupo reproduzindo vocalmente as notas do baixo – o que, sinceramente, é bastante incomum para uma criança.

O profissional notou que possuía algo promissor quando era pequeno, mas jamais imaginou que um dia seria reconhecido por possuir a voz mais profunda do mundo. Em poucas palavras, Storms pode atingir notas extremamente baixas, tão baixas que um ouvido humano é incapaz de detectar.

O próprio cantor, por exemplo, diz que não consegue ouvir as notas do G-7, as quais domina perfeitamente, tanto que um equipamento especial usado para testar sua voz profunda confirmou que ele pode, de fato, alcançar frequências inaudíveis.

“Obviamente, tenho total ideia do som que minhas cordas vocais emanam, mas quando falamos de frequências, o cenário é outro. Nesse caso, a única coisa que posso dizer é que eu consigo ouvir essas notas em específico somente na minha cabeça. Ah, eu também consigo também senti-las. É mais ou menos isso”.

O reconhecimento

Storms só descobriu que era mais especial do que os outros profissionais depois que um especialista em ouvido, nariz e garganta foi em um de seus shows. O especialista, assim que o espetáculo musical terminou, encontrou-se com o cantor e foi aí que Storms descobriu que suas cordas vocais tinham o dobro do comprimento normal e que os músculos aritenóides ao redor de suas cordas tinham muito mais movimento do que os nossos, meros mortais.

Em 2012, Tim Storms foi reconhecido pelo Guinness Records por ter a voz mais profunda do mundo. Antes de obter o título, o cantor teve que emanar de sua peculiar garganta notas musicais com frequências baixas.

“Eles usaram um analisador de frequência, ou testador de vibração, como alguns engenheiros o chamam”, disse Storms ao portal de notícias NPR. “O equipamento tem um pequeno microfone conectado a ele e aí onde você canta. Para o equipamento não sofrer nenhum tipo de interferência, tivemos que fazer o teste em um estúdio. Só assim evitaríamos ruídos e outros sons. Quando você canta no pequeno microfone, o aparelho capta cada frequência e diz exatamente o quão alto você está cantando”.

Embora Tim diga que sua voz nunca realmente tenha sido tão profunda assim, durante sua adolescência, sua potência vocal torna-se cada vez mais grave conforme ele envelhece. Atualmente, o profissional, além de ter uma carreira de sucesso, sua habilidade de alcançar notas incrivelmente baixas o tornou muito popular no ramo de locução.