Notícias

Britânico é surpreendido com cheque de R$ 16 trilhões

0

Não é sempre que um cheque de R$ 16 trilhões aparece na caixinha de correios da casa de alguém. Na verdade, esse é um feito bem raro. Mesmo assim, foi o que ocorreu com um britânico, morador de Yorkshire (na Inglaterra). O mais surpreendente em toda a história é que outras 74 pessoas receberam a mesma correspondência. 

O britânico, que não teve o nome revelado, ficou surpreso ao abrir um envelope que chegou pelos correios no dia 12 de fevereiro. Dentro da carta havia um cheque de mais de 2,3 trilhões de libras (cerca de R$ 16,2 trilhões).

cheque

Twitter

Ao ver o valor do cheque, o homem decidiu relatar o caso nas redes sociais. Não demorou muito até que ele recebesse a confirmação de que houve um erro durante a elaboração das cartas e que mais de 70 pessoas tinham recebido o mesmo valor.

O grande engano foi cometido pela empresa Nothern Powergrid, que é uma fornecedora de energia da região. A situação teve início quando a empresa propôs fornecer uma quantia como compensação por cortes de energia ocorridos durante a tempestade Arwen, que atingiu o Reino Unido no final do ano passado. No entanto, o valor presente nas correspondências era de incríveis 2.324.252.080.110 libras. 

“Obrigado pelo nosso pagamento de compensação, Northern Powergrid, nós ficamos sem energia por muitos dias durante a Tempestade Arwen. Antes que eu desconte o cheque, vocês têm 100% de certeza que podem bancar isso?”, escreveu o inglês Hughes, que trabalha como contador na cidade de Hebden Bridge.

Segundo a Northern Powergrid o erro se deu no momento da leitura do medidor de eletricidade. A companhia informou que todos os cheques já foram sustados. Além disso, a empresa agradeceu a honestidade dos clientes e informou que já está em contato com todos os 74 clientes “para conscientizá-los, pedir desculpas pelo erro e assegurar-lhes que um pagamento correto será emitido”.

Casos brasileiros

No Brasil, também são comuns histórias de cheques perdidos. A honestidade das pessoas que os encontram também é um ponto-chave, já que, na grande maioria das vezes, elas optam por encontrar o dono e devolver a quantia perdida. 

Em 2019, um caso repercutiu na mídia. Na cidade de Petrolina, em Pernambuco, o servidor público Joilson Campos encontrou cheques que, juntos, somavam cerca de 11 mil reais. A quantia foi encontrada no estacionamento do shopping da cidade. 

Ao encontrar os cheques, Joilson esperou por mais de uma hora até que o dono aparecesse. Ao se dar conta de que havia perdido todo o valor, que seria usado para o pagamento de contas, o comerciante Cleidson Rangel voltou ao estacionamento e encontrou o servidor público esperando por ele. Quando constatou que Cleidson era realmente o proprietário dos cheques, devolveu a quantia e não aceitou recompensa pelo ato. 

Amanda Lima

Já em 2020, uma mulher encontrou um cheque no valor de quase R$ 9 mil no centro de Paranavaí, no estado do Paraná. A mulher havia saído de casa para comprar um sapato de cerca de R$ 30 e, enquanto caminhava, encontrou um papel no chão. Ao chegar perto, percebeu que se tratava de um cheque assinado.

Logo em seguida, ela postou uma foto do cheque nas redes sociais para tentar encontrar o dono. A publicação gerou, em menos de quatro horas, mais de 300 compartilhamentos. Horas depois, o dono foi localizado e o cheque foi devolvido.

Fontes: Aventuras na História e G1

Apple car pode ser uma realidade já em 2025

Matéria anterior

O que deu errado com os millennials?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos