Cartas de Alan Turing revelam como ele sofreu com a castração química

POR Fatos Desconhecidos (Acervo)    EM Ciência e Tecnologia      26/08/15 às 16h15

Alan Turing foi um matemático, criptonalista e lógico britânico. Ele foi o responsável for formalizar o conceito de algorítimo e ficou conhecido como o pai da computação.

Isso porque durante a Segunda Guerra, ele foi crucial para ajudar a decifrar mensagens codificadas nazistas. Especialistas estimam que Turing tenha reduzido a guerra em pelo menos dois anos, poupando a vida de milhões de pessoas.

A máquina que desenvolveu para as decodificações, que ficou conhecida como máquina de Turing, é considerada a percussora do computador.

Apesar de ser brilhante e ter contribuído não apenas para a redução do tempo de guerra, mas também com o avanço da ciência e tecnologia, Turing foi julgado por ser homossexual.

À época, se relacionar com pessoas do mesmo sexo era contra as leis do Reino Unido, o que fez com que o matemático fosse aos tribunais. Em 1952 ele foi condenado por manter relações homoafetivas com um homem de 19 anos.

O pai da computação preferiu uma pena de castração química à prisão. Além disso ele foi impedido de acompanhar o estudos sobre computadores por causa de seus "vícios impróprios".

Ele morreu dois anos após a sua condenação, aos 41 anos, envenenado por cianeto. Todas as evidências indicaram que o envenenamento foi intencional, ou seja, ele se suicidou.

Cartas reveladas

Recentemente a história de Alan Turing ganhou alguns elementos a mais. O jornal britânico The Guardian revelou alguns cartas dele, que mostram o quanto ele sofreu durante o período de condenação.

As cartas foram divulgadas pelo sobrinho de Alan Turing, sir Dermot Turing. Ele planeja lançar um livro sobre o tio chamado "Prof: Alan Turing Decoded".

Em uma carta enviada a Nick Furbank, Turing disse: "Eu tive um sonho que indicava claramente que estou a caminho de ser hétero, mas eu não aceito isso com muito entusiasmo, desperto ou sonhando".

cartas

Além disso, outro trecho relata a sua convivência com a mãe: "Mãe está ficando aqui, e parece que estamos nos dando bem melhor. Eu a submeti a uma boa dose de instrução sexual e ela parece ter suportado isso bastante bem. Outra noite eu tive um sonho um tanto absurdo, no qual eu perguntava a minha mãe o que ela achava de eu ir para a cama com alguns homens, e ela dizia: 'Ah, tudo bem, mas não saia andando por aí pelado como você fazia antes'".

Ele também fala de como sonhava em ter um relacionamento sério e planejava férias na ilha grega Cofu: "Espero me deitar no sol, falar francês e grego moderno, e fazer amor, apesar de que o sexo e a nacionalidade… ainda hão de serem decididos: na verdade, é bem possível que essa parte seja totalmente omitida. Eu desejo ter um relacionamento permanente e posso sentir-me inclinado a rejeitar qualquer coisa desse tipo que, por sua natureza, possa não ser permanente".

Máquina de Turing

maq

A máquina desenvolvida por Turing enquanto trabalhava em um centro especializado em decodificação, que criptografava a tropa alemã, conseguia encontrar definições para a máquina Enigma, que emitia os códigos a serem decifrados.

A máquina usou alguns conceitos teóricos criados pelo matemático anteriormente, quando formulou a teoria da "máquina universal". A máquina de Turing podia ser programada de maneira que conseguia imitar qualquer sistema formal, foi daí que surgiu a ideia de computação.

Parte da biografia de Turing, especialmente durante o período em que contribuiu com a guerra foram retratadas no filme The Imitation Game, O jogo da Imitação em português.

Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+