icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 coisas da nossa geração que as crianças estão perdendo

POR Diogo Quiareli EM Curiosidades 17/09/20 às 11h03

capa do post 7 coisas da nossa geração que as crianças estão perdendo

O mundo mudou bastante com o passar do tempo. É bastante notável essa mudança em curtos períodos de tempo, como entre um ano e outro. Podemos perceber ainda mais a longo prazo, como de década para década ou, melhor ainda, de geração para geração. Isso é algo que ninguém questiona muito, apenas aceita que assim é a vida. No entanto, o avanço da tecnologia e da sociedade nos últimos anos fizeram com que a infância se tornasse algo diferente. Quando nós éramos crianças, por exemplo, não tínhamos o fácil acesso a internet ou aparelhos de última geração.

Tínhamos que nos contentar com os brinquedos manuais. Poucas vezes ganhávamos presentes eletrônicos, como carros de controle remoto ou videogames. Há 20 anos, era comum ver as ruas cheias de crianças brincando até o começo da noite, às vezes até mais um pouco. Enfim, como afirmamos, tudo isso mudou e a nova geração "perde" bastante coisas que vivemos na infância e adolescência. E foi pensando nisso, que decidimos trazer essa matéria para você, caro leitor. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e listou algumas coisas da nossa geração que as crianças estão perdendo. Compartilhe com seus amigos desde já e, sem mais delongas, vamos lá.

Coisas que nossa infância que essa geração está perdendo

1 - O novo ano letivo

Quando crianças, esperávamos ansiosos pela volta das aulas. Isso porque tudo era um mistério. Os alunos ficavam eufóricos para saberem quem seriam seus novos colegas de turma, quais seriam os conteúdos abordados e quais novos professores. Hoje em dia, tudo isso pode ser descoberto por meio das redes sociais.

2 - Alugar filmes

Poucas coisas eram mais legais do que ir na locadora para escolher fitas VHS ou DVDs. Às vezes, encontrávamos aquele filme que tanto queríamos ver. No entanto, havia vezes em que voltávamos bastante desapontados para casa. Essa era uma coisa legal para o final de semana. Esses dias acabaram e hoje se quer levantamos do sofá para escolher nossos filmes favoritos. Há tudo nas plataformas de streaming.

3 - Ligar para um amigo e torcer para estar em casa

Para falar com alguém distante, era preciso ligar no telefone fixo. Se a pessoa não estivesse em casa, precisávamos ligar novamente mais tarde. Isso é algo que a geração atual nem consegue imaginar, visto que todos possuem celulares. Assim, o contato é instantâneo.

4 - Desenhos animados pela manhã

Antes da TV a cabo, os desenhos animados tinham horário fixo nos canais abertos. Geralmente passavam pela manhã. Quem estudava no mesmo horário tinha que se contentar com as atrações exibidas aos sábados e domingos.

5 - Medo de filmagens

Hoje, as crianças registram tudo, logo tiram aquela coragem que tínhamos de fazer coisas bobas e engraçadas. Isso porque podíamos fazer qualquer travessura com os amigos sem medo de viralizarmos como "idiotas".

6 - Estar sempre presente

Muita gente diz que, para que possamos viver plenamente os acontecimentos, os celulares precisam ficar de fora. Isso era muito real antigamente. Não tínhamos celulares, então o contato físico era muito maior.

7 - Brincar com os vizinhos

Nossos amigos se resumiam aos da escola e os da nossa rua. Costumávamos procurar por crianças na vizinhança para passar o tempo livre. As brincadeiras com eles eram frequentes e podíamos passar horas juntos, até dar vontade de ir para casa.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Vale lembrar que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.


Próxima Matéria
Via   Incrivel Club  
avatar Diogo Quiareli
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest