• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Como é o budismo?

POR Mateus Graff    EM Curiosidades      10/10/18 às 18h39

Não podemos negar que os grandes conflitos mundiais têm origem em fatores políticos, econômicos, territoriais, geopolíticos, entre outros. Mas também por questões religiosas. Atualmente existem inúmeras religiões sendo praticadas no mundo, mas o quanto você conhece de cada uma?

Pois bem, caros amigos, nós resolvemos fazer uma série de matérias para mostrar para os nossos leitores como é cada religião, destacando suas origens, características, filosofias e os ensinamentos. Seria essa uma boa oportunidade para aprendermos sobre cada uma das religiões? Hoje vamos falar do budismo, uma religião que encanta milhares de pessoas ao redor do mundo.

Lembrando, caros leitores, que o nosso conteúdo é mais genérico, sem se aprofundar muito no tema para não causar polêmicas. O objetivo dessa série de matérias é combater o preconceito contra as religiões e disseminar informações sobre as mesmas.

Origem

Considerada tanto uma religião quanto uma filosofia de vida, o budismo tem como sustentação de mensagens deixadas por Siddhartha Gautama, também conhecido como Sakyamuni ou Buda. Nascido em 563 a.C., no Nepal, a vida de Buda pode ser resumida ao nascimento, maturidade, renúncia, busca, despertar e libertação, o ensino e a morte.

Buda não desejava converter os indivíduos, mas sim iluminar as pessoas com seus ensinamentos. Buda era indignado com a situação do seu país, uma terra repleta de miséria, fome e flagelo dos ascetas, que se mortificavam em um jejum rigoroso.

Ele raspou a cabeça (em sinal de humildade), começou a usar o famoso traje laranja e foi em busca de explicações para o sentido da vida. Ele então se juntou aos ascetas para aprender qual a melhor maneira de chegar às verdades.

Como ele não achou que aquele era um caminho de achar as respostas, resolveu tentar por conta própria. Ele escolheu uma figueira sagrada e passou a meditar embaixo dela, permanecendo lá até esclarecer todas as suas dúvidas.

Depois de ser iluminado por um conhecimento de todas as coisas da vida, ele foi para a cidade de Benares para começar a espalhar para os outros o que tinha acontecido com ele. Durante os 45 anos em que pregou a sua doutrina, uma frase que resumia todo o seu pensamento era "Tudo o que somos é resultado do que pensamos".

Depois que Buda morreu foi feito um concílio que definiu quais eram os princípios budistas.

Filosofia

Já falando na filosofia da religião, ela é baseada em verdades. Nossa existência está relacionada a dor, e a origem da dor é a falta de conhecimentos e os desejos materiais. Sendo assim, os indivíduos que querem se libertar da dor podem seguir oito caminhos, que são: compreensão correta, pensamento correto, palavra, ação, modo de vida, esforço, atenção e meditação.

De todos os oito caminhos apresentados, a meditação é considerada a mais importante para chegar ao estado de nirvana.

Além desses caminhos, a religião tem cinco comportamentos morais para seguir, que são: não maltratar os seres vivos, não roubar, ter uma conduta sexual respeitosa, não mentir, evitar qualquer tipo de drogas ou estimulantes. Se uma pessoa segue todos essa filosofia, ela conseguirá melhorar o carma para próxima vida.

Ensinamentos

Vocês já ouviram falar dos ensinamentos dessa religião? A estrutura dos ensinamentos budistas tem como estrutura a ideia de que o ser humano irá reencarnar infinitamente após a morte e passar sempre pelos sofrimentos do mundo material. Isso significa que o que um ser faz em uma vida, será considerado na próxima e assim sucessivamente.

Isso te lembra alguma coisa? Isso mesmo, estamos falando de carma. Quando encaramos o sofrimento da vida o nosso espírito pode chegar ao estado de nirvana (pureza espiritual) e assim não precisar reencarnar mais. Os seguidores da religião acham que é possível existir a reencarnação em animais e por isso muitos têm uma dieta vegetariana.

O Budismo e a relação com Deus

O curioso é que o Budismo não fala de Deus. Para os seguidores dessa religião, o mundo é um conjunto de forças que passar por um ciclo eterno de equilíbrio. Nós, meros seres humanos, somos apenas uma pequena parte desse ciclo. Lembrando que existem muitos ramos diferentes do Budismo, de forma que alguns incorporam deuses de outras religiões, como a religião Hindu.

Porém, o ensinamento central ignora se Deus existe ou não, para eles, o importante é como as pessoas levam a vida par que possam atingir o nirvana.

Próxima Matéria
Mateus Graff
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+