Compartilhando coisa boa

Como essa mulher perdeu 136 kg sozinha?

0

A busca pelo corpo “perfeito” é um desafio diário para diversas pessoas ao redor do mundo. Assim sendo, costumamos fazer dieta, seguir uma rotina de exercícios na academia, se alimentar muito para ganhar massa e vários outros processos. No entanto, o mais comum deles é, de fato, emagrecer. Perder quilo quando se está muito acima do peso desejado, é algo extremamente difícil e essa luta é bastante comum na sociedade hoje em dia. Uma mulher chamou a atenção do mundo recentemente. Isso porque ela foi capaz de perder 136 quilos sozinha. Sua história está rodando o mundo e incentivando várias outras pessoas, que têm o mesmo objetivo que ela.

Jacqueline Adan é uma professora norte americana que dedicou seu tempo na luta para perder quilos. Ela possui uma história de dedicação impressionante. Ao longo de sete anos, Jaqueline conseguiu emagrecer 158 quilos. O mais incrível é que 136, desse total, ela conseguiu sozinha. Confira conosco um pouco mais da história dela e saiba como essa mulher perdeu 136 kg sozinha. Aproveite para compartilhar com seus amigos desde já e, sem mais delongas, confira conosco a seguir e surpreenda-se.

Mulher que perdeu 136 quilos sozinha

Segundo Jacqueline, ela conseguiu esse feito apenas com caminhada e com uma alimentação bastante consciente. Ela fez isso desafiando as pessoas que um dia duvidaram de sua capacidade. “Me disseram que seria impossível. Me disseram que eu deveria desistir”, lembra Jacqueline, que hoje divide as experiências, dificuldades e aprendizados da jornada difícil em sua conta no Instagram. Apesar da grande torcida ao contrário, a perseverança deu super certo. Em uma entrevista, ela disse como chegou ao seu objetivo.

Em 2012, nasceu a ideia de perder peso quando ela fazia uma viagem à Disneylândia. No passeio, ela lembra que não possuia uma boa relação com o seu corpo, muito menos com sua autoestima. “Eu havia chegado a um ponto da minha vida em que estava realmente lutando contra meu corpo, meu peso, minha imagem e meu amor próprio”, disse ela. Ela foi à Disney com a intenção de melhorar o humor, pois é seu lugar preferido. Ela estava acompanhada de seu namorado, Kevin, e da irmã, Jenny.

No entanto, ela não se sentia confortável de estar ali. “Eu lembro de andar pelos portões de entrada e sentir que ia morrer. Caminhar era muito difícil para mim. Era muito duro me mover ou respirar”, contou. Ela precisou usar uma cadeira de rodas para de locomover pelo parque. Quando tentei dar uma volta, fiquei pesa na catraca e não consegui sair dela. Eu gargalhei, conseguir me desvencilhar, fingi que estava OK e fui para o banheiro chorar. Sabia que tinha atingido o fundo do poço e me sentia perdida, confusa e com medo. Não sabia o que fazer”, lembrou.

Processo de emagrecimento

Em maio de 2012, começou o processo. Ela se juntou a uma programa de emagrecimento e passou a supervisionar sua comida diária. Ela cortou calorias e o tamanho de suas porções. Jacqueline, em busca da perda de quilos, passou a caminhar e a se mover o quanto conseguia. Além da dieta, ela estava disposta a mudar mesmo. Ao fim do primeiro ano, ela havia perdido 45 quilos e continuava focada. Em agosto de 2013, voltou à Disney. Mesmo com medo, foi. Com o foco, em 2014, ela já havia perdido 90 quilos com a mudança na dieta e as caminhadas.

Ainda mais intensa, voltou para a academia, onde frequentava 6 vezes por semana. O foco estava grande, mas o resultado valia a pena. Jacqueline se empenhava cada dia mais, até que notou o excesso de pele em seu corpo, o que é normal. Quando conseguiu perder tudo o que desejava, finalmente, se submeteu a cirurgia para essa retirada. Hoje, ela é inspiração para pessoas do mundo inteiro.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

7 emojis que toda mulher usa e o que eles realmente significam

Matéria anterior

O dia em que a CIA tentou arrancar todos os pelos de Fidel Castro

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.