• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Confira as 7 notícias mais bizarras dos últimos tempos

POR Rafael Miranda    EM Ciência e Tecnologia      19/12/14 às 17h16

Notícias estranhas e bizarras são divertidas de se ler. A cada ano, centenas de notícias são feitas que documentar experiências incomuns, invenções, investigações criminais, eventos históricos e descobertas médicas.

Muitas vezes, nos deparamos com notícias que mais parecem uma pegadinha do dia 1º de abril. Isso porque elas narram fatos tão inusitados que mal podemos acreditar que sejam verdadeiras. Algumas chegam até a ser assustadoras, mas a maioria é garantia de risadas. Confira a seguir.

Rosto Descoberto em tumor no testículo

40

O exame de ultrassom realizado nos testículos de um homem que vinha reclamando de dores deixou os médicos surpresos. A imagem mostra algo que lembra uma face humana e foi publicada no jornal da Sociedade Internacional de Urologia, segundo o jornal "Daily Telegraph".

Os médicos G. Gregory Roberts w Naji J. Touma, da Universidade Queen, em Ontário, na Canadá, haviam realizado o ultrassom para examinar uma massa incomum encontrada no testículo de um paciente de 45 anos de idade. Os médicos removeram o testículo. Após exames, os médicos descobriram que a massa era um tumor benigno.

Amina Abdallah Arraf al Omari

41

Um americano assumiu ser o autor por trás dos textos de uma falsa blogueira síria que escrevia textos sobre a revolta popular em seu país e sobre como seria a vida de uma lésbica vivendo sob o repressivo regime sírio.

Amina Abdallah Arraf al-Omari, que publicava seus textos em inglês no blog A Gay Girl in Damascus ('Uma Menina Gay em Damasco', em tradução livre), ganhou fama ao falar abertamente de sua sexualidade e criticar o presidente sírio, Bashar Al-Assad. Supostamente uma cidadã de 25 anos e dupla cidadania, americana e síria, Amina começou a publicar seus posts em fevereiro.

Um dos mais recentes sugeriu que ela havia sido detida por forças de segurança sírias em Damasco, levando os seguidores de sua página no Facebook a pedir sua libertação, e fazendo da hashtag #FreeAmina uma das mais populares do Twitter. Entretanto, depois que jornalistas começaram a questionar a existência da blogueira, o americano Tom MacMaster, estudante na Escócia, admitiu ser a pessoa em carne e osso por trás da iniciativa.

A notícia gerou indignação entre ativistas no Oriente Médio, que acusaram MacMaster de leviandade e de prejudicar a sua causa. 'Se um dia eu for sequestrado pelo meu governo, muitos leitores não vão dar a menor bola, porque pode ser que eu seja outra Amina', reclamou um post de um blog no Líbano.

Daniel Nassar, editor do blog Gay Middle East, disse que o episódio dificulta a vida dos ativistas GLBT (gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros). 'Por sua causa, senhor MacMaster, um monte de ativistas GLBT de verdade estão expostos às autoridades na Síria', escreveu.

Polícia irlandesa investiga sequestro de pinguim

42

Um caso de sequestro mobilizou as autoridades irlandesas no começo deste ano: o pinguim Mick foi capturado do zoológico de Dublin e encontrado pouco tempo depois, em pânico, vagando pelas ruas. Segundo os veterinários do zoológico, Mick poderia ter morrido por causa do trauma.

A polícia abriu um inquérito para investigar o sequestro e a primeira testemunha a depor foi o motorista de táxi que levou os bandidos. Segundo ele, os sequestradores estavam com o pinguim escondido em uma mochila. Felizmente, Mick se recuperou do susto e voltou rapidamente à sua rotina, segundo os administradores do zoológico.

Canadense põe bebê no freezer para baixar a febre

43

A namorada do canadense Derrick Hardy deixou o rapaz tomando conta de sua filha de 10 meses e, quando voltou para casa, encontrou o bebê no freezer, espremido em meio a pacotes de gelo e hambúrguer. Tamanha crueldade foi, na verdade, uma tentativa do rapaz para baixar a febre alta da menina.

Segundo Derrick, ele já havia tentado por uma toalha molhada na testa do bebê e levá-lo para dar uma volta ao ar fresco. Levado à delegacia, Derrick admitiu à polícia o óbvio: não leva o menor jeito para cuidar de crianças. Já a mãe da menina, por não ter percebido isso, perdeu a guarda da criança, que ficou com a avó materna.

Mulher pega ônibus errado e é reencontrada 25 anos depois

44

Em 1982, a muçulmana Jaeyaena Beuraheng, que morava na Malásia, resolveu fazer uma viagem a Narathiwat, uma província de maioria muçulmana no sul da Tailândia. Mas ela não percebeu que comprou a passagem errada, e acabou tomando um ônibus que a deixou 1.200 quilômetros ao norte de Bangcoc.

Ela tentou solucionar o problema juntando tudo o que lhe restava de dinheiro para comprar a passagem de volta - mas acabou se complicando ainda mais. Jaeyaena pegou, novamente, o ônibus errado e ficou 700 quilômetros mais longe. Sozinha, sem dinheiro e sem falar o idioma local, ela foi viver como mendiga.

Cinco anos depois, foi capturada pela polícia e levada a um centro de desabrigados, onde ficou por 20 anos - sem nunca emitir uma palavra. O sofrimento dela só terminou em 2007, quando um grupo de jovens muçulmanos foi fazer uma visita ao abrigo e Jaeyaena encontrou alguém que entendia seu idioma.

Indiano telefona para a família momentos antes de ser cremado

45

A família de Deepak Bhattacharya recebeu uma ligação assombrosa durante o funeral do indiano: o próprio Deepak telefonou para a filha indignado por saber que seria cremado em poucas horas. Ele estava próximo a sua casa, na província de Raipur, e descobriu que havia "morrido" ao ler o obituário do jornal local.

O culpado por toda essa confusão foi o cunhado de Deepak. Dias antes, a polícia havia pedido aos parentes do indiano que fizessem o reconhecimento de um corpo encontrado havia pouco tempo. O cunhado, encarregado da missão, confundiu o morto com Deepak e levou o corpo para casa. Para o consolo do cunhado, a polícia confirmou que Deepak e o homem morto eram realmente muito parecidos.

Neozelandesa leiloa "fantasmas engarrafados" por 2.500 dólares

46

Sem saber o que fazer com dois fantasmas engarrafados entregues a ela por um exorcista, a neozelandesa Avie Woodbury resolveu leiloar as assombrações pela internet. Por incrível que pareça, quase 220.000 pessoas se interessaram pelo produto, que foi vendido a uma fabricante de cigarros por 2.500 dólares. Com o dinheiro, Avie aproveitou para pagar a conta do exorcista que, segundo ela, livrou sua casa dos fantasmas que assombravam sua família.

 

Próxima Matéria
Rafael Miranda
Criando forças para segurar o forninho de cada dia. Instagram: @rafaelmiranda17
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+