Conheça 5 filmes que foram banidos por razões bizarras

POR Rafael Miranda    EM Curiosidades      21/11/14 às 20h46

Na maioria dos casos se tem uma justificativa do porquê um filme é censurado. Nesse caso muitos dos banimentos não fazem sentido algum. Confira

5 - Nas Filipinas baniram todos os filmes protagonizados por Claire Danes

31

"Brokedown Palace" é um drama de 1999 que a maioria de nós nunca ouviu falar e que conta a história de duas mulheres que são detidas e colocadas numa prisão da Tailândia por tráfico de drogas. O filme critica muito o governo da Tailândia e por este motivo os produtores decidiram fazer as filmagens nas Filipinas, local que poucas pessoas iriam notar a diferença.

Como previsto, o filme foi banido na Tailândia quando saiu nos cinemas. O bizarro é que o filme foi também banido nas Filipinas. As razões apontadas foram para o fato da atriz Claire Danes falar extremamente mal das Filipinas durante as filmagens. Numa série de entrevistas para a Vogue, Claire Danes lamentou que Filipino, a capital de Manila, fosse uma "cidade fantasma muito estranha".

4 - Na Coreia do Norte baniram o filme "2012", por causa das suas previsões

32

A Coreia do Norte é conhecida pela sua opressão sem sentido, e por este motivo não é surpresa nenhuma que o país já tenha banido alguns filmes com justificativas ridículas. Eles baniram o filme porque tinham as suas próprias previsões para o ano 2012! O ano de 2012, foi o ano em que o fundador da Coreia do Norte, Jim II Sung, fazia 100 anos, o que para eles é um ano de grande celebração.




Então, não só a Coreia do Norte baniu o filme mas também ordenou um mandado de prisão a quem tivesse uma cópia do filme, o que para eles seria uma grande ofensa e provocação contra o desenvolvimento da nação.

3 - A Escandinávia baniu o filme "E.T." porque supostamente fazia os adultos parecerem idiotas

33

Sevocê cresceu nos anos 80, sabe que o filme E.T. de Steven Spielberg teve um grande impacto nas crianças. A não ser que você vivesse na Suécia, Finlândia ou Noruega, onde todos com idade igual ou inferior a 12 anos estavam proibidos de assistir ao filme. Mas não pelo ET ter uma figura um tanto ou quanto feia ou uma voz irritante e sim porque acharam que o filme transmitia uma ''mensagem ofensiva'' para os adultos que no filme eram inimigos das crianças.

2 - A Nigéria baniu o filme "Distrito 9" por suposta prática de racismo

34

Neste filme os aliens eram tratados como seres inferiores, refugiados e imigrantes. O filme foi filmado na África do Sul e foi banido na Nigéria por supostamente terem sido realizadas práticas de racismo no filme e também pelo fato do elenco composto de cidadãos da Nigéria terem protagonizado personagens violentos, criminosos, sempre tentando tirar vantagem dos aliens.

O governo da Nigéria não gostou e levou o filme como um ataque aos nigerianos. Dora Akunyili, ministra da informação da Nigéria disse: "Eles querem  denegrir a imagem dos nigerianos os colocando como criminosos, canibais e prostitutas que dormem com aliens". A Sony Pictures pediu desculpa pelo mal entendido e disseram ainda que o filme era simplesmente uma obra de ficção científica sem qualquer mensagem subliminar com qualquer problema social. Eventualmente, a Nigéria aprovou que o filme fosse transmitido em alguns locais.

 1 - A Índia baniu ''Blue Jasmine'' porque as personagens eram fumantes

35

Blue Jasmine foi um sucesso de críticas e também um sucesso comercial para Woody Allen. Entretanto, a Índia já não gostou do filme pelo fato de um dos atores (Andrew Dice Clay) fumar durante o filme. Na Índia, não é permitido mostrar nos cinemas, filmes que contenham este tipo de cenas a não ser que durante essas cenas exista um texto ou legenda informativa sobre os perigos do cigarro.

Ou isso, ou eles teriam que remover digitalmente todos os cigarros do próprio filme o que soa um tanto ou quanto ridículo. Woody Allen recusou que em qualquer um dos seus filmes fosse permitido colocar esse tipo de texto e por isto o governo indiano decidiu banir para sempre o filme Blue Jasmine do país, afirmando que os indianos seriam capazes de continuar a viver sem um filme de Woody Allen e nem notariam a diferença.

Rafael Miranda
Criando forças para segurar o forninho de cada dia. Instagram: @rafaelmiranda17

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+