Curiosidades

Conheça a ilha todos já foram vacinados contra o COVID-19

0
Estamos vivendo a pandemia do coronavírus há praticamente um ano. Por ser um vírus mortal, as autoridades de todo mundo se mobilizaram com a situação e tentaram conter o surto. A propagação desse novo tipo de coronavírus, tanto pela Ásia, como em outros continentes, deixou o mundo todo em estado de alerta.

Desde a sua identificação, ele já fez várias vítimas e infectou inúmeras pessoas. E os números não param de crescer. Na urgência de tentar conter o mais rápido possível a pandemia de coronavírus, laboratórios do mundo inteiro se mobilizaram em busca de uma vacina eficaz contra a COVID-19.

Felizmente, todo esse esforço valeu a pena. Tanto que, vários países do mundo já começaram a vacinar sua população. Aos poucos, vamos tendo uma esperança de que o mundo volte ao normal em um futuro próximo.

Contudo, receber a vacina não significa que as pessoas podem voltar à vida normal que tinham antes da pandemia. Pelo menos, não logo de início. A realidade é que vai levar algum tempo para que um nível de imunidade de rebanho seja atingido, para que se permita que todos abaixem a guarda, ou pelo menos, tirem as máscaras.

Vacinação

Países como o nosso, com proporções continentais, vão demorar ainda a vacinar toda sua população. Em contrapartida, lugares menores podem ter uma vantagem no quesito vacinação.

Um exemplo é a Ilha do Corvo, que é a menor ilha dos Açores, e foi a última do arquipélago a ter um caso de infecção pelo novo coronavírus. O primeiro e único caso de COVID-19 na ilha foi registrado no dia 23 de janeiro. Agora, essa ilha minúscula tem outro recorde para chamar de seu. O lugar já tem todos os seus moradores vacinados contra o COVID-19.

A Ilha do Corvo tem somente 6,24 quilômetros de comprimento e 3,99 de largura. Ao todo ela tem 17 quilômetros quadrados que são habitados por pouco mais de 300 pessoas. Todas as pessoas desse lugar já receberam a primeira dose da vacina contra o coronavírus. A segunda dose será dada em março.

Em 2007, a ilha foi declarada Reserva da Biosfera. A ilha tem um litoral cheio de costões rochosos e somente uma praia de areia. Ela se chama “Praia da Areia”. Além disso, a Ilha do Corvo tem uma única igreja, a  Nossa Senhora dos Milagres. E o comércio do lugar também é mínimo com um hotel e uma padaria.

Ilha

O lugar é remanescente de um vulcão confinado pelo mar e tem uma natureza bastante selvagem e exuberante. Na cratera do vulcão de 3.400 metros de perímetro, está a Lagoa do Caldeirão. Ela tem 300 metros de profundidade contados desde a borda da cratera até o lençol de água. Nessa cratera, existem várias pequenas ilhas que, praticamente, dividem em lagoas menores.

Além disso tudo, a ilha tem vários moinhos de vento que antigamente eram usados para fazer farinha de milho. Essa farinha é o que dá origem a uma das iguarias mais famosas da ilha, o pão de milho. Ele costuma ser um acompanhamento para todas as refeições.

Como toda sua população já recebeu a primeira dose da vacina contra o coronavírus, os habitantes da ilha esperam que a vida, mais perto do normal, volte logo.

Nadador checo quebra recorde mundial de nado sob o gelo

Matéria anterior

Por que nunca devemos lavar um frango cru?

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.