• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Conheça as latas de refrigerante que se resfriam sozinhas em segundos

POR Natália Pereira    EM Inovação      05/06/18 às 13h13

A maioria das bebidas que consumimos no nosso dia-a-dia são bem melhores quando estão realmente geladas. Você dificilmente encontrará alguém que discorde disso. E, os motivos para isso são os mais diversos. Algumas bebidas, como os energéticos, acabam vindo com uma indicação clara afirmando que devem ser consumidos gelados. Mas, infelizmente, em alguns momentos isso acaba não sendo possível.

O tempo passa e, consequentemente, as bebidas acabam se esquentando. O que não é nada fácil de se solucionar, a menos que você a deixe um bom tempo em uma geladeira ou freezer. Mas, para que esse incômodo não continue a acontecer, uma empresa chamada Joseph Company, responsável por desenvolver tecnologias relacionadas a alimentos, acabou criando a primeira garrafa que se resfria sozinha. O que é, sem dúvida, uma revolução extremamente útil!

A latinha que se resfria sozinha

Como mencionamos anteriormente, a latinha que se resfria sozinha foi desenvolvida pela 'Joseph Company', uma empresa californiana. E, de acordo com informações fornecidas sobre o produto, ela estaria sendo desenvolvido pela companhia a cerca de 20 anos. Isso sem falar que, aparentemente, o setor de bebidas já estaria tentando desenvolver essa tecnologia a aproximadamente 70 anos. O que é bastante tempo, mas que finalmente se tornou uma realidade!

A ideia é que essa tecnologia, aplicada a latinhas, seria capaz de fazer com que o produto se resfriasse em apenas um minuto. O que é realmente rápido se comparado aos demais métodos utilizados hoje em dia. E, isso tudo, sem utilizar eletricidade, energia ou gelo. Além disso, as latinhas, que são chamadas de 'MicroCool', já estão sendo utilizadas por uma linha de café gelado da Fizzics e estão sendo vendidas em algumas lojas de Los Angeles, na Califórnia. As latinhas, que tem 250 ml, tem sido vendidas por US$ 4 até o momento, sendo o dobro do preso normal de uma lata de Coca-Cola.

Como elas funcionam?

O processo todo é aparentemente fácil de se fazer. Afinal, o produto começa o seu resfriamento quando o consumidor gira uma peça rotativa que fica na parte de baixo da latinha. Ela faz com que o CO2 (Dióxido de Carbono) seja liberado de um depósito interno e faça com que a temperatura diminua cerca de 16ºC em aproximadamente 75 ou 90 segundos. O que, apesar de ser um pouco mais do que o tempo esperado, já é realmente surpreendente!

Apesar de ser uma tecnologia nova e ter sido colocada apenas recentemente no mercado, a empresa já havia tentado desenvolver o produto antes. Mas, no passado, teriam feito isso utilizando o gás HFC-134a. O problema é que ele acabou gerando polêmica por ser nocivo à camada de ozônio e contribuindo potencialmente com o efeito estufa. Porém, depois de todos os problemas com a tecnologia passada, eles acabaram conseguindo se superar e desenvolver o produto atual, que será seguro para o meio ambiente por usar CO2.

E, apesar de ainda não ter sido aderida por muitas marcas e estar à venda em apenas uma cidade, essa tecnologia pode revolucionar a forma como as bebidas são produzidas e ingeridas em todo o mundo. Além disso, futuramente, depois de se espalhar, o seu custo provavelmente não será tão alto como tem sido comercializado hoje. O produto eventualmente será mais acessível e conquistará pelo menos o seu principal público-alvo: as pessoas que gostam de atividades como caminhadas, acampamentos e pescas. Você se enquadra nesse perfil? Comenta aí se gostaria de ter essas latinhas por aqui!

Próxima Matéria
Via   BBC  
Imagens BBC
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+