Curiosidades

Conheça Jason Vukovich, o caçador de Pedófilos do Alaska

0

Em 2016, Jason Vukovich, o caçador de pedófilos do Alasca, rastreou uma série de criminosos sexuais que apareciam no registro público do país e os atacou violentamente. Vukovich decidiu fazer justiça com as próprias mãos porque foi abusado sexualmente quando criança por seu pai adotivo. Após ter sido preso, o caçador de pedófilos assumiu publicamente todas suas ações.

Vukovich, quando criança

Filho de mãe solteira, Vukovich nasceu em Anchorage, no Alasca, no dia 25 de junho de 1975. Por se sentir extremamente só, a mãe de Vukovich resolveu se casar com Larry Lee Fulton, seu, até então, namorado.

“Meus pais eram cristãos fervorosos e, duas ou três vezes por semana, eles sempre me levavam às missas”, escreveu o caçador de pedófilos em uma carta ao Anchorage Daily News. “Aos poucos, comecei a sentir medo do meu padrasto, pois todas as noites ele dizia à minha mãe que iria orar comigo, mas acabava me molestando”.

Além do abuso sexual, o padrasto de Vukovich também o agredia fisicamente, tanto com pedaços de madeira como com cintos. Por conta dos abusos, Fulton foi condenado culpado pela justiça em 1989, mas não cumpriu pena de prisão e, de acordo com Vukovich, nenhum representante do governo apareceu para saber como a família se encontrava após os acontecimentos.

Quando ainda era menor, Vukovich mudou-se para o estado de Washington. Sem identificação ou recurso financeiro, o caçador de pedófilos começou a roubar. Vez ou outra era pego pela polícia, mas como nunca precisou cumprir pena, voltava a praticar pequenos delitos.

Em 2008, o caçador de pedófilos voltou para casa no Alasca. A pequena onda de crimes continuou até 2016, quando os traumas de Vukovich eclodiram, provocando a sede de fazer justiça com as próprias mãos.

Caçador de pedófilos

Charles Albee, Andres Barbosa e Wesley Demarest foram as primeiras vítimas do caçador de pedófilos. Vukovich encontrou o nome dos três criminosos no registro público, em junho de 2016.

Vukovich agrediu Albee fisicamente, e em seguida, roubou tudo que o criminosos tinha de mais valor. Com Barbosa fez quase a mesma coisa. A diferença, aqui, é que o crime ocorreu às 4 da manhã e o caçador de pedófilos, além disso, estava acompanhado de duas mulheres, que filmaram todo o ocorrido.

Demarest sofreu um pouco mais. Vukovich o atingiu com um martelo, até desmaiar. Demarest, quando recuperou a consciência, chamou a polícia. As autoridades encontraram Vukovich, com o martelo em mãos, em um automóvel que pertencia a Demarest.

O caçador de pedófilos foi preso e, posteriormente, foi condenado a 28 anos de prisão e outros cinco em liberdade condicional, caso se comportasse bem. Em sua carta ao Anchorage Daily News, Vukovich esclareceu o que o motivou a praticar tais atos de violência.

“Eu nunca me esqueci das experiências que vivi quando era criança… Como eu não conhecia apagar essas terríveis memórias de minha cabeça, decidi fazer justiça com as próprias mãos e, por isso, ataquei três pedófilos”, escreveu ele. “Se você perde sua inocência porque alguém o agrediu sexualmente, por favor, não cometa o mesmo erro que eu, não jogue fora seu presente e seu futuro cometendo atos de violência”, aconselhou.

10 comentários mais épicos da Fatos Desconhecidos #113

Matéria anterior

Jovem é preso por assediar namorada de aluguel

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos