• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Conheça o colégio espanhol que ensina trabalho doméstico para os garotos

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      16/04/19 às 19h30

No dia a dia das pessoas, é preciso conciliar muitas coisas. Trabalho, tarefas domésticas, filhos, vida social, lazer, enfim, são muitos afazeres. Olhando por cima, pode parecer difícil de fazê-lo, mas com um certo planejamento, tudo fica mais fácil. E se essas tarefas forem divididas em partes iguais entre as pessoas que moram na casa, fica tudo mais fácil.

Em outros tempos, as tarefas domésticas eram designadas somente às mulheres. Um homem passar sua própria roupa ou até mesmo ir lavar um prato era inadmissível. E os que ousavam quebrar essas "regras" eram vistos como menos homens e até mesmo xingados de gays por apenas quererem ajudar. Mas com o passar do tempo, elas foram conquistando o seu lugar no mercado de trabalho e sua independência financeira. Infelizmente, parece que a divisão de trabalho doméstico ainda continuou bem desigual.

Segundo o IBGE, as mulheres ainda gastam oito horas a mais nas tarefas domésticas do que os homens, mesmo trabalhando fora de casa. É claro para a maioria das pessoas que as tarefas domésticas têm que ser divididas igualmente entre as pessoas da casa. Mas, na prática, isso nem sempre acontece.

E para quebrar esse esteriótipo machista, essa escola dá aos alunos, principalmente meninos, aulas extra curriculares para que aprendam os serviços domésticos. A Escola Montecastelo da Espanha tem como seu slogan "a igualdade é aprendida com os fatos". E faz questão de ensinar aos seus alunos valores de igualdade de gênero e quebrar estigmas.

A escola, que fica na cidade de Vigo, chamou a atenção de todos quando, em 2018, disse que daria essas aulas aos seus alunos do sexo masculino. E as aulas seriam focadas em tarefas domésticas como costurar, cozinhar, passar, e outras atividades como carpintaria, alvenaria, encanamento, elétrica e outras coisas.

Aulas

Essas aulas são ministradas pelos próprios professores que se voluntariaram ou então até mesmo pais de alunos ou representantes. O coordenador da escola, Gabriel Bravo, explicou o porquê de realizar tais aulas.

"Nos parecia bastante útil que nossos alunos aprendessem a realizar essas atividades para que quando forem formar uma família as apliquem desde o começo. E para que saibam que uma casa é feita de duas pessoas. E que não cabe somente a mulher limpar, lavar vasilhas e passar a roupa. Isso vai fazer com que eles tomem consciência e aprender a fazer as coisas", explicou.

Igualdade

A ideia surgiu quando eles estavam pensando em como poderiam colocar a igualdade de gênero em pauta para os estudantes. O projeto foi mostrado aos pais e aos alunos, que aceitaram sem nenhuma hesitação.

Alguns ficaram resistentes quanto à costura, mas quando começaram, essa resistência logo acabou. Isso porque viram que são atividades que qualquer um pode fazer. Basta seguir os passos. E para que cada atividade seja feita corretamente, a escola designou um tutor para supervisionar.

"Para alguns foi a primeira vez que pegaram um ferro de passar roupa. Foi divertido e instrutivo ao mesmo tempo. Estamos bastante surpresos. Tanto nós, quanto os pais", disse Bravo.

Os alunos se dividiram em grupos e passaram o ano letivo inteiro aprendendo novas coisas, além de matérias escolares.

Próxima Matéria
Via   Genial guru  
Imagens Facebook
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+