O Brasil é um país onde se lê muito pouco. Em pesquisa divulgada pelo Estadão, em 2016, 40% da população brasileira não lê e 40% nunca, nem ao menos, comprou um livro. É mais triste ainda quando olhamos a realidade do mercado editorial no país. A crise das grandes editoras e, principalmente, das grandes livrarias nos mostra um quadro bastante preocupante.

Por outro lado, a grande gigante de vendas em livros no mundo, a Amazon, chegou ao Brasil recentemente e se mostra uma grande força no país. Além da mesma estar aproveitando a crise das concorrentes para ganhar mercado - ela tem a vantagem de não ter lojas físicas, apenas vendendo pela internet -, prometeu pagar antecipadamente as editoras.

Você está vendo? Os livros são elementos essenciais no meio social, importantes tanto para o desenvolvimento pessoal de cada um, como uma engrenagem importante da indústria econômica. Ou seja, os livros são um sinal de libertação, de algo bom. Mas, ás vezes, eles já foram bem perigosos na História. Quer conhecer os livros mais perigosos da história e ter uma nova perspectiva? Vem comigo!

Versos Satânicos

Publicidade
continue a leitura

Versos Satânicos é um livro do escritor inglês de origem indiana Salman Rushdie. A história de ficção fala sobre dois indianos muçulmanos que sobreviveram a um atentado a bomba em um avião. Após a queda, um deles desenvolve chifres, cascos e um rabo, e o outro cria uma espécie de anel de luz que rodeia um corpo celeste. O título é uma referência a alguns versos do Alcorão, levando a obra a ser considerada extremamente ofensiva ao profeta Maomé.

Para você ter uma ideia, em 1989, o líder iraniano Ruhollah Khomeini ordenou a morte do autor e de qualquer pessoa que tivesse em posse do livro. O autor foi obrigado a viver escondido por um bom tempo por causa disso.

Publicidade
continue a leitura

Livro de Soyga

Mas vamos lá, você quer continuar lendo essa lista? Então, que tal experimentamos um outro formato? Veja o vídeo sobre os "livros mais perigosos da história" no canal do YouTube da Fatos Desconhecidos, e descubra mais. Assista o vídeo abaixo:

Publicidade
continue a leitura

Aquele abraço.

Publicado em: 30/01/19 17h52